martins em pauta

quinta-feira, 18 de abril de 2019

Após três casos de meningite, presos no Rio de Janeiro foram colocados em quarentena

Quinta, 18 de Abril de 2019

Foto: Reprodução / Google Street View


Detentos que dividiam a cela onde houve duas mortes em decorrência de meningite meningocócica foram colocados em quarentena no Rio de Janeiro.

A quarentena foi uma medida adotada de forma preventiva pela Secretaria de Administração Penitenciária (Seap). O órgão indicou que a situação está controlada e que exames laboratoriais realizados em alguns presos já eliminaram suspeitas de infecção.

Conforme a Agência Brasil, três presos morreram de meningite na semana passada no estado do Rio. Dois eram internos da Cadeia Pública Paulo Roberto Rocha, no Complexo Penitenciário de Gericinó, na zona oeste da capital.

Um deles teria se infectado na tentativa de socorrer um outro fazendo respiração boca a boca, vindo a falecer menos de 24 horas depois, no dia 8 de abril.


Dois dias depois, mais um detento foi a óbito na Cadeia Pública Patrícia Acioli, em São Gonçalo. Antes de ter dado entrada na prisão, ele havia tido contato com uma dos outras duas vítimas de meningite.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055