martins em pauta

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Estudantes cearenses criam aplicativo que ajuda a diagnosticar dengue ou chikungunya

Sexta, 08 de setembro de 2017

Programa aponta probabilidade de o usuário ter uma das doenças baseado no sintomas que ele descreve.

Um aplicativo desenvolvido por estudantes cearenses promete ajudar no diagnóstico de dengue e chikungunya. Nele, o usuário pode relatar sintomas e o programa vai apontar o provável diagnóstico.

“Por exemplo, se eu estou me sentindo mal, eu vou lá na aplicação e digo que estou com febre, com dor, com manchas na pele… Então, o sistema vai analisar esse conjunto de sintomas, vai comparar com as experiências anteriores e vai dizer, vamos supor, que eu tenho 70% de chance de estar com dengue e 30% de chance de estar com chikungunya”, conta Oton Braga, estudante do 8º semestre do curso de Bacharelado em Ciência da Computação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), campus Aracati.

O estudante alerta, no entanto, que o aplicativo não substituiu a orientação médica. “É uma ajuda no diagnóstico, por isso nós chamamos de sistema de apoio à decisão”, diz Oton. O estudante realiza testes para a finalização do projeto, que faz parte de seu Trabalho de Conclusão de Curso.

Faz parte ainda da equipe que desenvolve o aplicativo a estudante Olimária Castro. Ao lado deles estão os professores Mário Moreira, Mauro Oliveira e Raquel Silveira, do IFCE; e os pesquisadores Joel Rodrigues, da Universidade de Fortaleza, vinculado ao Instituto de Telecomunicações de Portugal e ao Instituto Nacional de Telecomunicações,; e Augusto Venâncio Neto, do Departamento de Informática e Matemática Aplicada da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.


(Tribuna do Ceará)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055
Ocorreu um erro neste gadget