martins em pauta

terça-feira, 30 de maio de 2017

Ministério Público do RN pede afastamento de Ricardo Mota

Terça, 30 de maio de 2017 

Deputado estadual é acusado de comandar esquema de desvio de recursos do IDEMA-RN


O Ministério Público Estadual (MPRN) pediu o afastamento do deputado Ricardo Motta (PSB) da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. O pedido foi recebido pelo Tribunal de Justiça (TJRN) e o parlamentar tem cinco dias para apresentar defesa.

Motta é acusado pelo MPRN de comandar esquema de desvio de recursos públicos do Idema-RN, descoberto pela Operação Candeeiro, e da Assembleia Legislativa através de “funcionários fantasmas”, desbaratado pela Operação Dama de Espadas.

A ação cautelar, assinada pelo procurador geral de Justiça Rinaldo Reis, está nas mãos do desembargador Glaber Rêgo, que relator do processo contra Ricardo Motta.

Além do afastamento, o MPRN pediu a condução coercitiva do deputado, o que não foi acatado pelo desembargador.

Segundo consta na acusação feita pelo Ministério Público, só do Idema-RN Ricardo Motta desviou quase R$ 20 milhões entre os anos 2012 e 2014, de um total de R$ 36 milhões desviados. Na época, Motta era o presidente da Assembleia Legislativa.

O dinheiro teria bancado a campanha eleitoral dele e do filho Rafael Motta (PSB), eleito deputado federal em 2014 com mais de 160 mil votos.


Fonte: Carlos Skarlack

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055
Ocorreu um erro neste gadget