martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

quarta-feira, 5 de janeiro de 2022

‘Querem politizar uma tentativa de homicídio’, diz Bolsonaro após alta

Quarta, 05 de Janeiro de 2022

Foto: Fábio Vieira 

Após receber alta hospitalar depois de dois dias internado em um hospital em São Paulo, o presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou, nesta quarta-feira (5), que querem “politizar a tentativa de homicídio” sofrida por ele durante a campanha eleitoral de 2018. Bolsonaro reclamou também das críticas que recebeu por estar “vitimizando” a nova internação.

“Querem politizar uma tentativa de homicídio. As imagens mostram a faca entrando, inclusive o brilho da faca quando sai. Falar que isso é uma faca fake? A faca passou por poucos milímetros da aorta”, disse Bolsonaro em entrevista coletiva. “O pessoal tem dúvida, alguns dizem que seria armação da minha parte. A faca entrou e, na hora, alguns falaram que não sangrou, mas uma facada nessa região não sangra porque vai tudo para dentro”, acrescentou.

De acordo com Bolsonaro, a internação não tem efeito político com vistas às eleições de 2022. “Estava previsto para eu retornar na terça-feira a Brasília, mas vim parar aqui. Agora, querer levar para o lado da politização, que estou vitimizando, é brincandeira, né?”

O mandatário criticou, ainda, a investigação do caso do atentado pela PF (Polícia Federal). “O Adélio [autor do ataque], as pessoas da pousada, duas já morreram. Está muito parecido com o caso do Celso Daniel”, avalia. “O delegado saiu do caso, está indo para o exterior, o processo foi reaberto depois de três anos, e eu espero que a PF aprofunde mais, porque agora conseguimos adentrar nos telefones dos advogados [do Adélio]”, disse.

O médico Antônio Luiz Macedo, que acompanha Bolsonaro desde a facada de 2018, explicou que, no dia que ele chegou para atender Bolsonaro, na madrugada desta terça-feira, o intestino do presidente estava começando a funcionar. “No dia seguinte, já estava bem. Vai fazer dieta especial em uma semana, vai fazer apenas caminhada, sem exercícios intensos. Mas ele está curado e pronto para o trabalho”, complementou.

Bolsonaro disse que o desconforto abdominal, provavelmente, ocorreu porque ele comeu peixe e camarão, sem mastigar, no último domingo (2).

R7

OPINIÃO DOS LEITORES

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055