martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

sexta-feira, 19 de novembro de 2021

Ex-juiz que atuou forte contra o narcotráfico é assassinado a tiros no Paraguai

Sexta, 19 de Novembro de 2021

O ex-juiz Pedro David Galeano foi assassinato a tiros ontem (17) dentro de seu escritório de advocacia no município de Coronel Oviedo 150 km da capital paraguaia, Assunção.

Enquanto magistrado Pedro Galeano teve forte atuação contra o narcotráfico e isso selou o seu destino. Dois motoqueiros adentraram seu escritório, em plena luz do dia e dispararam três vezes contra o advogado que morreu na hora. Crime típico de execução.

MATOU BRASILEIRO EM LEGITIMA DEFESA

Em julho 2018 o ex-magistrado paraguaio já tinha sofrido um atentado quando chegava em casa, mas Galeano foi mais rápido e conseguiu atirar antes, matando o assassino de aluguel que depois descobriram ser brasileiro. O município de Coronel Oviedo fica a 200km da fronteira com o Brasil, isso mostra como o PCC (Primeiro Comando da Capital) já está presente em todo território paraguaio.

Poder financeiro: só para matar o traficante paraguaio Jorge Rafaat Toumani, que até então controlava o tráfico de drogas na cidade de Pedro Juan Caballero, vizinha a brasileira Ponta Porã, em 2017, o PCC gastou um milhão de reais no atentado.

Nos últimos 90 dias várias autoridades paraguaias foram executadas. No dia 7 de agosto o ex-deputado Carlos Rubens Garcete, foi executado dentro da sua própria casa por criminosos usando uniformes da polícia paraguaia. No dia 12 de outubro o policial paraguaio Hugo Acosta foi assassinado e ainda deixaram um bilhete com ameaças ao lado do corpo.

As chacinas se sucedem no Paraguai. Em junho um casal levou mais de 30 tiros numa choperia. Uma semana depois dois irmãos também foram executados com dezenas de tiros.

Beneficiados com a leniente legislação brasileira – que solta até os lideres dessa perigosa facção, como Nem do Rap – o PCC só se fortalece e tudo indica que quer dominar todo o Paraguai. Aliás a primeira coisa que o traficante bilionário, ‘Nem do Rap’ fez quando saiu com um habeas corpus concedido pelo STF, foi voar para o Paraguai.

Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055