martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

domingo, 10 de outubro de 2021

Triste dia para o jornalismo brasileiro

 Domingo, 10 de Outubro de 2021

No dia 8 de outubro foram anunciados os jornalistas Maria Ressa (Filipinas) e Dmitry Muratov (Russia) ganhadores do Prêmio Nobel da Paz.

O Comitê Nobel da Noruega decidiu atribuir o Prêmio Nobel da Paz de 2021 aos jornalistas por seus esforços para salvaguardar a liberdade de expressão.

Os laureados representam todos os jornalistas que defendem um ideal de mundo em que a liberdade de expressão e a liberdade de informação são pré-requisitos cruciais para a democracia.

Enquanto a comunidade jornalística internacional comemora o prêmio para a sua categoria profissional, parte significativa da classe jornalística brasileira silencia covardemente o bloqueio das redes sociais de mais um jornalista. Desta vez foi o Alan dos Santos, residente nos Estados Unidos.

Silencia também sobre a prisão do deputado Daniel Silveira por crime de opinião, silencia pela prisão do jornalista Oswaldo Eustáquio também por crime de opinião.

Parte importante da classe jornalística silencia diante das graves violações de direitos que sofre jornalistas, impostas por quem teria a obrigação constitucional de protegê-los: o STF.

O que poderia ser motivo de orgulho para toda uma classe de jornalistas brasileiros, tornou-se um verdadeiro tapa com luva de pelica na cara de uma categoria que a essência, que a razão de sua existência, é a liberdade de expressão.

Que este Prêmio Nobel da paz para os jornalistas Maria Ressa e Dmitry Muratov sirva de estímulo para que os jornalistas brasileiros comecem a lutar efetivamente por liberdade de expressão.

Henrique Alves da Rocha. Coronel PM/Sergipe

@coronelrochase

Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055