martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

terça-feira, 19 de outubro de 2021

“Quem falar, vai levar facada na boca”, ameaçam vândalos após depredarem casas construídas pelo governo Bolsonaro em Pernambuco (veja o vídeo)

 Terça, 19 de Outubro de 2021

O depoimento assustador de Abimael Santos, do movimento Liberta Pernambuco, escancara o terror promovido por facções políticas no nordeste do país. Em entrevista exclusiva à TV JCO, ele contou que casas populares construídas pelo governo federal foram vandalizadas por militantes de esquerda:

“Dói ver as famílias chegando ao local, e vê-los chorando porque a casa deles foi destruída por vândalos.
Eu vi um senhor de 70 anos chorando, me pedindo para denunciar, porque não tinha ninguém com coragem de falar, pois as pessoas foram ameaçadas, disseram que iam dar facada na boca, que iam matar quem denunciasse”, explicou Santos. 
O próprio presidente da República repercutiu o caso nas redes sociais e providências estão sendo tomadas:

O motivo dos ataques às unidades habitacionais parece ser impedir que Bolsonaro ganhe mais prestígio na região, ao entregar casas aos moradores humildes. Ameaçar cidadãos para mantê-los sob cabresto parece ser uma velha tática do MST e dos herdeiros de capitanias hereditárias socialistas.

Alessandro Sarmento, presidente do Movimento Liberta Pernambuco mandou, inclusive, um recado ao presidente Bolsonaro, alertando sobre os ‘falsos apoiadores’:

“Presidente, nas cadeiras dos órgãos federais aqui em Pernambuco, infelizmente, tem pessoas que não trabalham para o senhor, não jogam a favor de Bolsonaro, eu acredito até que dêem armas para os inimigos.
Pernambuco tem um curral eleitoral muito forte da esquerda e o presidente vai ter sérios problemas nas eleições aqui”, alertou.

As declarações e denúncias são devastadoras, tanto que os membros do Movimento Liberta Pernambuco contam que já foram ameaçados de morte e, caso aconteça algo com eles, a verdade está registrada nessa entrevista à TV JCO:

“Temos várias testemunhas aqui, caso amanhã aconteça algo comigo, com Abimael ou qualquer pessoa do movimento, vocês já sabem como fazer a investigação, mas não vão nos calar”, detonou.

Confira:

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055