martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

segunda-feira, 18 de janeiro de 2021

Os advogados e as conexões nos tribunais superiores... Em Brasília, é conhecido o ditado “quando a casa cai chama o Kakay”

Segunda, 18 de Janeiro de 2021

Como atuam os advogados com conexões nos tribunais superiores em Brasília?

Uma reportagem elucidativa realizada pela Revista Oeste tem a resposta para este melindroso questionamento.

Um detalhe decisivo pode manifestar-se pela ação de um advogado que tenha bom trânsito nos tribunais. Principalmente nos superiores — Supremo Tribunal Federal (STF), Superior Tribunal de Justiça (STJ) ou Tribunal Superior do Trabalho (TST). Um bom relacionamento pode ser determinante.

Em inúmeros casos, parece que de nada vale o direito ou a lei. O que manda é o ‘relacionamento’.

“É compreensível, portanto, que clientes com recursos busquem escritórios que dispõem de profissionais com muita experiência e, eventualmente, conexões importantes.”
“A advogada do traficante André do Rap é uma ex-estagiária do gabinete do ministro do STF Marco Aurélio de Mello. O escritório que representa Eike Batista tem como uma das associadas a mulher do ministro Gilmar Mendes. O escritório do sobrinho do ministro Luís Roberto Barroso, o BFBM — Barroso Fontelles, Barcellos, Mendonça Advogados, tem em sua lista de clientes o Banco Itaú. O jurista Eugênio Aragão, que durante dois meses foi ministro da Justiça do governo Dilma Rousseff, hoje atende ao PT e seu escritório recebeu do Fundo Partidário em 2020 o valor de R$ 1.439.994,63.”

O 'relacionamento' facilita tudo, inclusive a percepção de milionários honorários.

Numa briga memorável havida no plenário do STF, após receber uma saraivada de acusações do ministro Barroso, Gilmar Mendes recomendou que o colega “fechasse seu escritório de advocacia”.

Assim, “os grandes e famosos escritórios têm, indiscutivelmente, uma vantagem competitiva em relação aos demais. Embora não garantam milagres, sua atuação demonstra que a Justiça brasileira não é assim tão cega”.


Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055