martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

quinta-feira, 26 de novembro de 2020

Em 2018, 12,1% dos brasileiros viviam abaixo da linha de pobreza

 Quinta, 26 de Novembro de 2020 


Em 2018, 12,1% dos brasileiros viviam abaixo da linha de pobreza
Foto: Priscila Melo / Bahia Notícias

A proporção de pessoas abaixo da linha de pobreza em 2018 no Brasil representava 1,4% da população, revelam dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgados nesta quarta-feira (25). 

 

O instituto considera nessa faixa aquelas pessoas que vivem com valor de R$ 1,90/dia. A proporção de pessoas abaixo da linha de pobreza de R$ 5,50/dia era 12,1%.

 

Os dados foram levantados na Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) para o período de 2017 e 2018.

 

“Quando estratificamos a sociedade por área urbana e rural, conclui-se que apesar de a área rural ter apenas 14,7% da população, ela contribui com 34,6% de toda a pobreza estimada. Quando estratificamos por grandes regiões, fica claro que apesar de a Região Norte ter apenas 8,6% da população, ela contribui com 26,1% de toda a pobreza estimada”, diz a sondagem do IBGE. 

 

De acordo com a instituição, esse índice pode contribuir mais para a alocação de recursos no combate à pobreza, traz reportagem da Agência Brasil.

 

Em termos de cor ou raça, os dados mostram que o subgrupo da população onde a pessoa de referência da família é preta ou parda contribuiu com 77,8% de toda a pobreza. A sondagem considerou como pessoa de referência o responsável por despesas de aluguel, prestação do imóvel, condomínio, imposto predial, serviços, taxa e outros gastos com habitação.

 

A análise por nível de instrução revela que os subgrupos da população onde a pessoa de referência da família tem ensino fundamental incompleto, ou é sem instrução, contribuem com 66,5% de toda a pobreza.

 

De acordo com a reportagem da Agência Brasil, em relação a ocupação, o que se obtém é que os subgrupos da população onde a pessoa de referência da família é empregado sem carteira, trabalha por conta própria ou não é ocupado contribuem, juntos, com 81,7% de toda a pobreza no país.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055