martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

terça-feira, 20 de outubro de 2020

Em Fórum Econômico, Bolsonaro diz que reforma administrativa é prioridade e estimou economia de R$ 300 bilhões em 10 anos

Terça, 20 de outubro de 2020

Foto: Evaristo Sá/AFP

Durante discurso nesta segunda-feira (19/10) em evento virtual promovido pela Câmara de Comércio dos EUA, o presidente Jair Bolsonaro reforçou a parceria com os Estados Unidos. O chefe do Executivo declarou que pretende avançar em reformas como a administrativa e estimou economia de R$ 300 bilhões ao longo de 10 anos com as mudanças no funcionalismo público.

“O governo brasileiro continuará a colocar em marcha sua ambiciosa agenda de reformas. Já fizemos a reforma da previdência, que muitos consideravam impossível. O próximo passo será a aprovação da reforma administrativa, que tem o objetivo de modernizar a gestão pública e resultará em economia de cerca de R$ 300 bilhões ao Estado nos próximos dez anos”, apontou.

Bolsonaro ainda citou a reforma tributária. “Em paralelo, também trabalhamos no projeto de reforma tributária, que promoverá a unificação de impostos e resultará em um sistema de arrecadação mais simples, justo e racional, atendendo uma antiga demanda da população brasileira e dos investidores internacionais”, destacou.

O presidente acenou aos investidores estrangeiros, convidando-os a conhecer as oportunidades oferecidas pelo país. “Sabemos da enorme importância dos investimentos americanos em vários setores da economia brasileira. Convidamos os investidores a examinar atentamente a carteira do Programa de Parcerias de Investimentos, o PPI, e a conhecer melhor as oportunidades que o Brasil oferece em matéria de concessões e privatizações”.

OCDE

O mandatário ressaltou também a intenção de incluir o grupo da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE). Ele caracterizou como um passo importante do país no cenário internacional.

“A entrada na Organização é um firme propósito do Estado brasileiro, para o qual temos muito nos empenhado, tanto em nível técnico quanto político. Contamos com o fundamental apoio do Governo dos Estados Unidos nesse processo, que será determinante para que se chegue a um rápido e favorável encaminhamento”.

Ele reforçou que o ingresso do Brasil na OCDE gerará efeitos positivos para a atração de investimentos nacionais e internacionais.

Trump

Bolsonaro citou também a aliança com o presidente americano, Donald Trump e afirmou que a relação entre os países está em seu “melhor momento” .

“A prioridade que o Brasil confere a essa relação é clara e sincera. Desde o início de meu Governo, visitei os EUA em quatro oportunidades, e em todos estive com o Presidente Trump. O balanço dessa relação, mutuamente proveitosa, é bastante concreto e positivo”.

Por fim, o presidente ressaltou o potencial a ser alcançado com o prosseguimento da aliança entre Brasil e EUA. “Nesse cenário complexo, tenho a firme convicção de que há enorme potencial para que o Brasil e os EUA avancem em nossa agenda de cooperação em diversas áreas de interesse comum. Para o futuro, vislumbramos um arrojado acordo tributário, um abrangente acordo comercial e uma ousada parceria entre nossos países para redesenhar as cadeias globais de produção”, concluiu.

Correio Braziliense

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055