martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

segunda-feira, 3 de agosto de 2020

Felipe Neto foi condenado a pagar indenização ao presidente da FUNAI por espalhar mentiras contra ele

Segunda, 03 de Agosto de 2020


Alçado a exemplo de “vítima de fake news” por autoridades e recentemente convidado por Rodrigo Maia para discutir o PL das Fake News, Felipe Neto foi condenado recentemente por disseminar um boato, notícia falsa.

Em junho, a juíza de Direito Giselle Rocha Raposo condenou o youtuber a indenizar em R$ 8 mil o presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), Marcelo Augusto Xavier da Silva, por, além de emitir mera opinião a respeito do trabalho e da pessoa de Silva, fazer as seguintes acusações:
Ajudar invasores de terras indígenas;
Ser reprovado em prova da PF por problemas psicológicos/ ter problemas mentais;
Agredir o pai idoso com um murro na cara.

Na tentativa de se livrar da condenação por danos morais, a defesa de Felipe Neto afirmou que ele havia apenas replicado conteúdo veiculado para a imprensa. Nesse sentido, mencionou duas reportagens publicadas pelo jornal carioca O Globo e uma da revista Época. A juíza, no entanto, considerou que o youtuber foi além de expor os conteúdos em questão.

A juíza fez questão de sinalizar o perigo em se disseminar as chamadas fake news: “Há que se observar o grande poder da ‘desinformação’ que mensagens descontextualizadas podem trazer ao público que deposita, sem questionamentos e averiguações, suas crenças e convicções numa figura influenciadora”.

Por fim, a juíza reforçou que Felipe Neto foi além de opinar. De acordo com ela, o influenciador ajudou a espalhar informação sem veracidade comprovada. Assim, desinformou e ofendeu o então recém-nomeado presidente da Funai. “No caso, entendo que o requerido agiu com abuso de direito ao ultrapassar o amplo direito de expressão e lançar ponderações desnecessárias e descontextualizadas”.

Créditos e mais detalhes: Revista Oeste

Fonte: News Atual

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055