martins em pauta

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2020

Fazendeiro que ajudou Adriano Nóbrega consegue liberdade

Quarta, 12 de Fevereiro de 2020 

Foto: Reprodução

O fazendeiro que ajudou o miliciano Adriano Magalhães da Nóbrega a se esconder na Bahia e acabou preso, conseguiu liberdade nesta terça-feira (11). De acordo com a decisão judicial publicada pelo O Globo, ele poderá responder ao processo em liberdade, usando tornozeleira eletrônica após pagar R$ 5 mil. 

O Ministério Público havia pedido à Justiça que a prisão em flagrante de Leandro fosse convertida em preventiva, mas a solicitação não foi aceita. Ainda não há informações se o fazendeiro já foi solto.

O fazendeiro Leandro Abreu Guimarães foi preso em flagrante no último domingo após policiais militares da Bahia terem encontrado três armas - duas carabinas e um revólver - em sua fazenda em Esplanada, na Bahia. Os PMs chegaram primeiro na propriedade do fazendeiro, em busca de Adriano, mas o ex-policial militar já havia fugido para outro local.

Leandro afirmou em depoimento que teria sido obrigado a levar Adriano para o sítio onde o ex-PM acabou sendo morto pelo Bope baiano. Segundo seu relato à Polícia Civil, no sábado, Guimarães viu Adriano “teclando no aparelho celular (...) bastante nervoso”.


OPERAÇÃO

O miliciano foi encontrado em novo esconderijo, em uma fazenda que pertence ao vereador do PSL, Gilson da Dedé. Adriano acabou sendo morto no confronto. Os PMs que participaram da ação afirmam que o ex-policial foi baleado após reagir à abordagem policial.

Em depoimento prestado na Delegacia de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) da Bahia, Leandro relatou que herdou de seu pai a fazenda na qual reside e, na propriedade, já havia armas de fogo. Ele afirmou que os armamentos eram mantidos por ele dentro da propriedade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055