martins em pauta

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2020

Jornalistas que investigavam morte de Adriano da Nóbrega são presos pela PM baiana

Sexta, 14 de Fevereiro de 2020



Dois jornalistas da revista Veja foram detidos pela polícia da Bahia nesta sexta-feira (14/2), enquanto apuravam a morte do miliciano Adriano da Nóbrega. De acordo com a revista, o repórter Hugo Marques e fotojornalista Cristiano Mariz foram abordados pela Polícia Militar enquanto tentavam localizar o fazendeiro Leandro Abreu Guimarães, apontado como testemunha fundamental para esclarecer o caso.

Mesmo mostrando as credenciais de imprensa e informando que estavam realizando investigações sobre o caso, como permite a lei 83.284/79, os profissionais foram obrigados a entrar na viatura. Dias antes de ser morto em uma operação policial, Adriano contou ao advogado que temia ser alvo de uma queima de arquivo, e por isso não se entregava as autoridades. Fotos publicadas pela Veja apontam que o corpo de Adriano contém lesões de faca e marcas de disparos de arma de fogo possivelmente realizadas a queima-roupa, o que indica execução.

A Secretaria de Segurança Pública da Bahia afirma que Adriano reagiu a uma operação da polícia, disparando contra as guarnições, e por conta disso, foi morto. O repórter Hugo Marques afirmou que durante a abordagem policial o gravador que estava com ele, com entrevistas realizadas na última semana, foi subtraído por um policial. Em seguida foram levados para a delegacia e interrogados por cerca de 20 minutos.

Após serem ouvidos pela Polícia Civil, os comunicadores foram liberados e o gravador foi devolvido. Procurada pelo Correio, a Secretaria de Segurança Pública da Bahia ainda não se manifestou sobre o caso.

Com O Antagonista e Correio Braziliense

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Manoel
    Ops, pensei que o governo facista e autoritário era o de Bolsonaro… Mas o PT nunca decepciona nesses quesitos: rotular os outros do que ele eh!
  2. Chico
    Só uma perguntinha: Pq não interessa ao Governador da Bahia, do PT, que o caso seja investigado e elucidado?
    Sem mais!
  3. Afonso
    Quer dizer que mesmo depois de identificados, os jornalista forma presos? O que eles fizeram de errado? Como pode ser isso, na Bahia o governo não é do PT? O governador que nomeia o secretário de segurança não é do PT?
    Na Bahia liberdade de imprensa não existe?
    Que papo é esse que o Adriano tinha marca de facadas no corpo? Se a versão da polícia era que ele reagiu e foi morto na troca de tiros? Quantos tipos Adriano levou? Cada vez mais essa situação fica mais complicada e piora. Mas a imprensa vai colocar isso em banho maria, não vai dar importância a humilhação que os repórter passaram, afinal é ação de policiais em terra comandada pelo PT, por ordem de petista. PT saudações!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055