martins em pauta

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2020

Para a esquerda, nada tem a ver com a cor da pele, o que importa é de que lado você está

Quinta, 13 de Fevereiro de 2020


Imaginem, apenas imaginem se um negro, em um depoimento formal de uma CPI, dentro do Congresso Nacional, denunciasse o assédio de uma loira, jornalista de um veículo da grande imprensa, que estava tentando fazer uma matéria contra o PT...

Hoje, as redes sociais estariam lotadas de “textões”, os coletivos teriam organizado passeatas, a Paulista estaria com uma via interditada, cheia de gente cagando na sarjeta e gritando que "Não é não".

A jornalista citada, com certeza, já teria sido afastada de suas funções e estaria sofrendo execração pública.

A matéria, porém, não era contra o Haddad, mas contra o Bolsonaro. O silêncio, então, é ensurdecedor.

Os comentários feitos, aliás, foram para DEFENDER a acusada, colocando em xeque o depoimento juramentado do acusador, que chegou a ser coagido por parlamentares, dentro da sessão.

NÃO TEM NADA A VER COM COR DA PELE. Assim como não tem a ver com gênero ou orientação sexual. A única coisa que importa é DE QUE LADO VOCÊ ESTÁ.

Se for útil à narrativa, você pode grampear autoridades da República; incitar guerra civil (pegando em armas) contra os cidadãos; utilizar documento falso; ameaçar destruir um governo democraticamente eleito... Pode até matar os pais ou esquartejar o próprio filho. Eles arrumarão um jeito de te defender.

Caso contrário, se for "inimigo", se não rezar a cartilha do totalitarismo esquerdóide, não importa quem você é, nem sua cor, nem seu sexo. Você pode ser a vítima da situação. Eles irão te massacrar.

Hans River, além de fazer uma acusação séria contra a jornalista Patricia Campos Mello, ainda esmiuçou o uso de disparos de mensagens pelas campanhas Petistas, inclusive do deputado Rui Falcão, que o intimou para depor, tentou manter o depoimento em sigilo e o chamou de "Favelado".

Foi revelado que eles faziam EXATAMENTE o que acusam, sem provas, o presidente de ter feito.

Todavia, parece que nada foi dito. Novamente, um silêncio ensurdecedor.


Não resta NENHUMA DUVIDA sobre a função partidária dos coletivos sociais. São apenas uma massa de manobra manipulável, pronta para fazer exatamente aquilo que o "mestre mandar". Mesmo que seja ignorar um dos seus.

"O idiota útil, por definição, é idiota demais para saber que é útil e quem o utiliza." (CARVALHO, Olavo de)

Felipe Fiamenghi

O Brasil não é para amadores.
Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055