martins em pauta

terça-feira, 14 de janeiro de 2020

Jornalista que criou suposta demissão de Moro é desmentida categoricamente por General Heleno

Terça, 14 de Janeiro de 2020


O ministro da Segurança do Gabinete Institucional (MSGI), general Augusto Heleno, desmentiu a jornalista Thaís Oyama, em entrevista à Crusoé. Heleno, afirmou que não falou nada ao presidente Jair Bolsonaro a respeito de uma suposta demissão de Sérgio Moro em agosto de 2019.
“Negativo, não procede!”, afirmou o general.
Segundo o livro, “Tormenta - governo Bolsonaro, crises intrigas e segredos”, escrito por Oyama, em agosto do ano passado, Bolsonaro supostamente teria cogitado a possibilidade de demitir o ministro Sérgio Moro de seu cargo.

Moro - na época - havia criticado o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, por ter paralisado as investigações do Ministério Público baseada em relatório do Conselho de Administração de Atividades Financeiras (Coaf).

Depois, Heleno teoricamente havia dito ao presidente que “se demitir Moro, o seu governo acaba”.

Uma obra que parece estar carreada de "mentiras".

O livro será lançado no dia 20 de janeiro e ao que tudo indica se trata meramente de uma grande obra de ficção.

A extrema imprensa não consegue encontrar nada envolvendo escândalos de corrupção no atual governo e cria mirabolantes ‘estórias’ a fim de fazer intrigas.
da Redação Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055