martins em pauta

domingo, 27 de outubro de 2019

Há o perigo proeminente do Brasil se tornar um narcopaís, alerta deputado (veja o vídeo)

Domingo, 27 de outubro de 2019



Em entrevista exclusiva ao nosso programa 7 Minutos com a Verdade, o deputado Luiz Philippe de Orleans e Bragança (PSL-SP) abordou diversos assuntos importantes e polêmicos, como as reformas tributária e política, incêndio no Museu Nacional e até a volta da monarquia.

Há o perigo proeminente do Brasil se tornar um narcopaís, alerta o deputado:
“Vemos outros países da América Latina que já se tornaram narcoestados, como o México, e outros que já saíram de narcoestado, como a Colômbia. O Brasil também é um país muito grande, muito rico, que pode cair nessa grande falácia, se não obedecer regras básicas fundadoras de grandes ações, estabelecer segurança de território na mão do cidadão, e não na mão dos criminosos”, destacou.
O deputado também explicou mais detalhes sobre a proposta de reforma tributária que ele apresentou, diferente das outras que estão sendo analisadas.
“A reforma tributária que propus dá autonomia para estados e municípios equilibrarem suas contas, o que não é o caso hoje. Hoje a Constituição define o que o estado pode cobrar e como ele vai gastar, e os custos que ele vai ter. Então o governador fica espremido. Como ele vai alocar recursos é definido por Brasília”, explicou o parlamentar.
O deputado Luiz Philippe falou, ainda, sobre como funciona na prática o voto distrital, que para ele é o melhor modelo para o país.
“Eu, como deputado federal, faria campanha somente em alguns bairros, numa circunscrição bem menor, e eu tenho que morar no distrito pelo qual sou eleito. Isso acarreta um custo baixíssimo de fazer campanha. É muito fácil eu percorrer alguns bairros, eu posso fazer isso a pé. Isso elimina a necessidade de ter um fundo eleitoral. O pessoal da esquerda gosta de defender o voto em lista, que também é barato, mas perde em outros aspectos: você não tem transparência, não sabe se seu voto está indo para seu deputado, e não tem vínculo entre o eleito e eleitorado”, destacou.
Confira abaixo a entrevista completa e exclusiva com o deputado:
da RedaçãoFonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055