martins em pauta

quarta-feira, 30 de outubro de 2019

"MEU FILHO VIU TUDO E NEM OLHA MAIS PARA MIM" DIZ VÍTIMA DE ESTUPRO NO RN

Quarta, 30 de Outubro de 2019



Bem vindo ao Player Audima. Clique TAB para navegar entre os botões, ou aperte CONTROL PONTO para dar PLAY. CONTROL PONTO E VÍRGULA ou BARRA para avançar. CONTROL VÍRGULA para retroceder. ALT PONTO E VÍRGULA ou BARRA para acelerar a velocidade de leitura. ALT VÍRGULA para desacelerar a velocidade de leitura.Ouça: "MEU FILHO VIU TUDO E NEM OLHA MAIS PARA MIM" DIZ VÍTIMA DE ESTUPRO NO RN ~ PASSANDO NA HORA0:00100%



Mulher de 26 anos foi abusada sexualmente duas vezes e teve braço quebrado. Crime foi cometido na frente de filho da vítima, que tem um ano de idade


“Não sei se vou conseguir andar na rua novamente. Não sei se meu filho vai voltar a olhar para mim, não sei se vou conseguir olhar para ele”, disse a mulher vítima de estupro, na quarta (24) em Nísia Floresta, cidade da Região Metropolitana de Natal.

Ela foi estuprada duas vezes e teve o braço quebrado pelo agressor. O homem, que já foi preso, praticou o crime na frente do filho da mulher. A vítima estava preparando comida para o garoto de apenas um ano, quando foi surpreendida pelo estuprador, dentro de sua própria casa, no distrito de Lagoa Azul.

A mulher de 26 anos conta que estava cuidando da casa quando o homem a agarrou por trás e começou a agressão. Após o primeiro estupro, o suspeito voltou ao local e praticou o ato novamente. “Com o braço quebrado eu só fiz pegar meu filho e pedir socorro ao meu sogro”, relata.

O suspeito foi identificado como Wilson Nunes da Silva, de 20 anos. Ele foi capturado na Paraíba e ao ser interrogado pelos agentes confessou o crime. De acordo com a Polícia Civil, o homem sabia o horário em que a vítima ficava sozinha em casa.

“Ele confessou o crime com riqueza de detalhes e não demonstrou nenhum arrependimento. Realmente foi um caso com alto grau de perversidade e tudo na frente do filho dela de um ano de idade. Ele ainda está traumatizado e nós encaminharemos os dois para um tratamento psicológico”, destacou o delegado de Nísia Floresta, Marcelo Aranha.

Nova denúncia

Após a prisão de Wilson Nunes da Silva, uma outra mulher procurou a Delegacia de Nísia Floresta para denunciar um estupro. Ela disse ter reconhecido Wilson Nunes e afirmou ter sido vítima de um estupro cometido em 24 de setembro pelo suspeito. O caso também será investigado pela polícia.


OP9 / Passando na Hora

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055