martins em pauta

quarta-feira, 12 de setembro de 2018

Bolsonaro “ganha” mais de um minuto de propaganda de Alckmin no rádio

Quarta, 12 de Setembro de 2018

Resultado de imagem para imagem de bolsonaro rindo

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) concedeu nesta quarta-feira (12) o direito de resposta ao candidato Jair Bolsonaro (PSL), com mais de um minuto na propaganda de rádio de Geraldo Alckmin (PSDB). A fala deverá ser veiculada no início do bloco diurno do programa eleitoral gratuito.

A decisão foi do ministro Luis Felipe Salomão, que afirmou que a propaganda do tucano usou um trecho de uma entrevista de Bolsonaro com o intuito de “apresentá-lo como alguém contrário à classe das empregadas domésticas e aos pobres” e também “ultrapassou a esfera da mera crítica política, espraiando-se em verdadeira divulgação de fato distorcido, perceptível de plano”.

A resposta se dá por conta de uma propaganda veiculada pela campanha de Alckmin em que é mostrada uma fala do candidato do PSL em um trecho de sua entrevista no Jornal Nacional.

Na peça, um ator diz: “a situação está muito feia, você ouviu, tá vendo, acompanhando, o candidato Bolsonaro? Ele foi ao Jornal Nacional e disse que votou contra os direitos das empregadas domésticas. William Bonner perguntou e olha só como ele respondeu”.

Na sequência aparece o candidato dizendo: “Eu sou o único a votar contra, em dois turnos, então não houve erro da minha parte”. A propaganda do tucano, porém, não mostra o restante da resposta, em que Bolsonaro explica os motivos que o levaram a votar contra a PEC. A peça completa tem 1 minuto e 14 segundos.

A coligação de Bolsonaro afirma que houve montagem da campanha do tucano e por isso entrou com o pedido de resposta. A data da veiculação da resposta ainda não foi definida e cabe recurso.

Estadão Conteúdo / Blog do BG

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055