martins em pauta

segunda-feira, 27 de agosto de 2018

Bolsonaro vai a 24% e Marina se isola na segunda posição em cenário sem Lula

Segunda, 27 de Agosto de 2018

Por iG São Paulo | 27/08/2018 13:20 - Atualizada às 27/08/2018 14:04

Pesquisa encomendada pelo banco BTG Pactual mostra candidata da Rede à frente de Alckmin e de Ciro; com Lula, petista lidera com 35% dos votos
iG Arte - Reprodução/Instagram
Sem Lula, segundo turno das eleições teria Jair Bolsonaro e Marina Silva

O candidato Jair Bolsonaro (PSL) alcançou a preferência de 24% do eleitorado e lidera sozinho a disputa pela Presidência da República. Isso caso o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) seja impedido pela Justiça Eleitoral de ter seu nome nas urnas, conforme apontou nova pesquisa eleitoral divulgada nesta segunda-feira (27).

De acordo com o levantamento, encomendado pelo banco BTG Pactual e realizado pelo instituto FSB, se a eleição fosse hoje, a adversária de Jair Bolsonaro no segundo turno seria a candidata Marina Silva (Rede). A ex-ministra alcançou 15% das intenções de voto, deixando para trás os candidatos do PSDB, Geraldo Alckmin (9%), e do PDT, Ciro Gomes (8%). Em pesquisas anteriores , Marina, Alckmin e Ciro apareciam em empate técnico. 

O levantamento também mensurou o desempenho eleitoral de Fernando Haddad (PT), que tende a ser o candidato petista à Presidência caso o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) defira algum dos 16 pedidos de impugnação da candidatura de Lula . Nesse cenário, o ex-prefeito de São Paulo teria 5% da preferência dos eleitores na pesquisa espontânea, índice que chegaria a 18% caso Lula pedisse votos para Haddad.

O ex-prefeito, no entanto, não é o principal herdeiro dos votos de Lula caso este não possa participar das eleições. De acordo com a pesquisa divulgada hoje, dentre aqueles que declararam apoio ao ex-presidente, 17% migrariam seus votos para Marina Silva , enquanto 12% seguiria para Haddad. Bolsonaro, Alckmin e Ciro ganhariam cada um 9% dos votos do ex-presidente.

Sem Lula, os demais candidatos à Presidência aparecem na seguinte situação na nova pesquisa: João Amoêdo, do Novo, chega a 4% das intenções de voto; Álvaro Dias (Podemos), tem 3%; e Henrique Meirelles (MDB), Guilherme Boulos (PSOL) e Cabo Daciolo (Patriotas) somam 1%. Os outros três presidenciáveis não conseguiram pontuar na pesquisa.
Se liberado pelo TSE, Lula lidera disputa

Ricardo Stuckert
Haddad seria herdeiro dos votos de 12% dos eleitores de Lula; outros 9% migrariam para Bolsonaro, Ciro e Alckmin

Já em um cenário com o ex-presidente Lula no páreo, o petista aparece como líder isolado, com 35% de preferência, seguido por Bolsonaro, que iria ao segundo turno com 22% dos votos. Na sequência aparecem Marina (9%), Alckmin (6%) e Ciro (5%).

A parcela do eleitorado que pretende votar nulo ou em branco, somada com aqueles que dizem não ter a intençãod e votar em "nenhum candidato", chega à casa dos 23% no cenário sem Lula. Com o ex-presidente na disputa, esse índice cai para 11%.


A pesquisa BTG-FSB que aponta Jair Bolsonaro líder no cenário sem Lula foi realizada entre os dias 25 e 26 de agosto por meio de entrevista telefônica com 2 mil eleitores. O estudo está registrado na Justiça Eleitoral sob o número BR-06062/2018. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055