martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

domingo, 9 de janeiro de 2022

Por falar no artigo de Lula publicado na Folha... Há limite para a falsidade humana? (veja o vídeo)

 Domingo, 09 de Janeiro de 2022

Lula acaba de publicar um artigo de Opinião na Folha de S.Paulo, exaltando o exemplo da China na Educação e na Ciência. Talvez, quem sabe, para em breve lermos um outro artigo dele exaltando a Educação em Cuba, ou na Coreia do Norte, ou até mesmo na Venezuela.

Mas, ... Um momento; Lula ESCREVENDO artigo?

Bem, quem acredita que Lula é honesto, que foi perseguido por Sérgio Moro – um agente da CIA, lembremos -, pode crer em tudo o mais: Mula-Sem-Cabeça, Lobisomem, Boitatá e até na mais inacreditável das fantasias: Lula escrevendo um artigo.

Já eu, eu não acredito que Lula sequer saiba o que é um artigo. Ele próprio confessa que não lê, não gosta de ler, tem preguiça de ler e, acredito, tem raiva de quem lê. Vejam a confissão do apedeuta no vídeo abaixo:

Cito duas pérolas daquela entrevista, já que nesta hora petistas encardidos parece que perdem a audição:

1. “Primeiro, eu acho que eu sou muito preguiçoso. Até pra ler eu sou preguiçoso. Eu não gosto de ler, eu tenho preguiça de ler. Pelo hábito, isso é questão de hábito. Tem ‘cumpanheiro’ que passa um dia lendo um livro. Eu não consigo.”

Até hoje não entendo como uma pessoa que nunca leu possa escrever um artigo. Ou qualquer outra coisa. É como um indivíduo que nunca estudou matemática possa, eventualmente, criar e demonstrar um teorema matemático. Ou como alguém que detesta a virtude, estar a pregá-la de público. Ou - subindo a escala – é como o Diabo a pregar o Evangelho. Gente que ainda não perdeu de todo a capacidade de discernir não entre nessa.

Um indivíduo que confessa detestar ler, estar a pregar a Educação? E logo a Educação em ciência e tecnologia? Há limite para a falsidade humana?

2. “Eu tô com um livro pra ler, aquele, “1964, A Conquista do Estado”, e faz três meses que eu tô na página 300″.

Trata-se do livro de Rene Armand Dreifuss, o que Lula cita.

Segundo fonte de Augusto Nunes, “Se é que [Lula] abrira o livro, não havia chegado a 300 linhas. Passados mais de 30 anos, Lula não lê nem 30 palavras.”

A temporada de falsidades e de Fake News está aberta. Fiquem atentos porque o ‘autor’ do artigo publicado na Folha é o mesmo que, na campanha de 2014 dizia, naquele Português ‘castiço’ que é próprio de quem nunca leu coisa alguma: “Prá gente ganhá eleição, a gente faz o diabo.” Entre o “fazer o diabo”, deve estar publicar artigos na Folha, como se fosse por ele escrito.

Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055