martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

domingo, 24 de janeiro de 2021

AMAZÔNIA possui ‘tesouro’ com 2,9 bilhões de toneladas de Nióbio

Domingo, 24 de Janeiro de 2021


AMAZÔNIA possui ‘tesouro’ com 2,9 bilhões de toneladas de Nióbio

Nos últimos meses, a Amazônia brasileira vem sendo alvo de muitas discussões pelo mundo. Até então, a própria população do País, pelo menos a sua maioria, não tinha conhecimento de que se encontra aqui, na região Norte, uma das maiores reserva de nióbio do planeta, um mineral fincado nas terras indígenas da região que é a grande cobiça dos países ricos.

As críticas internacionais sobre as queimadas na Amazônia cresceram de forma assustadora e muitos países chegaram a reclamar do Brasil. Porém, suas verdadeiras preocupações foram imediatamente reveladas. “O que eles querem é o nióbio, se a preocupação fosse com as árvores eles plantavam em seus países e paravam com a destruição”. Foi aí que todos os brasileiros passaram a conhecer o que, de fato, ocorre na região Norte do Brasil.

Se bem que essa riqueza natural poderia estar sendo comercializada de forma legal e melhorando a vida da população, ao invés de provocar discórdia e ameaças escondidas atrás da fumaça do fogo que, criminosamente, foi ateado na Amazônia. O lado positivo é que, pelo menos, segundo o que o brasileiro esta percebendo, o Governo Federal resolveu reagir e assumir o seu papel que, além de outras coisas, é proteger suas riquezas naturais, ao invés de ratear o que é nossos às escondidas como faziam governos anteriores.

Somente agora acordamos e descobrimos que somos todos nortistas, pois, temos uma riqueza que até então era desconhecida.

SAIBA TUDO SOBRE O NIÓBIO DA AMAZÔNIA:

A reserva mineral de nióbio localizada na região denominada Cabeça de Cachorro, no município de São Gabriel da Cachoeira (AM), na fronteira com a Venezuela e a Colômbia, classificada entre as maiores do mundo, apesar da alta viabilidade comercial, não pode ser explorada comercialmente porque está localizada em território indígena e dentro das áreas de proteção ambiental Parque Nacional do Pico da Neblina e da Reserva Biológica Estadual do Morro dos Seis Lagos. O total de minério estimado na reserva é de cerca de 2,9 bilhões de toneladas de nióbioO nióbio é um raro e estratégico minério utilizado na industrialização de produtos que suportem altas e baixas temperaturas como aviões e foguetes. Indispensável nas indústrias espacial e nuclear, várias ligas de nióbio são desenvolvidas por sua leveza e por sua supercondutividade, muito superior a de outros minerais. Seus principais derivados entram na composição de aços diversos, como nos aços de alta resistência, usados na fabricação de tubulações para transmissão de gás sob alta pressão, petróleo e água, por ser um poderoso agente anticorrosivo, resistente aos ácidos mais agressivos.O secretário da SEMGRH (Secretaria Estadual de Mineração, Geodiversidade e Recursos Hídricos), Daniel Nava, afirma que na década de 70 o CPRM (Serviço Geológico do Brasil) realizou levantamentos que definiram as localizações das reservas de nióbio em Seis Lagos. Ele destaca a alta capacidade de mineração da área e explica que a produção e comercialização da reserva esbarra em questões legais que passam pela aprovação se encontram nos Estados de Minas Gerais (75% do total), Amazonas (21%) e em Goiás (3%).

Áreas indígenas

Mas mesmo dentro de uma possibilidade do governo estadual encampar a ideia de exploração do nióbio de Seis Lagos, a empreitada esbarraria na legislação federal, haja vista que a reserva está também dentro de territórios indígenas.

Uso do nióbio

Várias ligas de nióbio são desenvolvidas por sua leveza e por sua supercondutividade, muito superior à de outros minerais. Seus principais derivados entram na composição de aços diversos, como nos aços de alta resistência usados na fabricação de tubulações para transmissão de gás sob alta pressão, petróleo e água, por ser um poderoso agente anticorrosivo, resistente aos ácidos mais agressivos. Fonte: Portal da Amazônia

Fonte: Terra Brasil Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055