martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

sexta-feira, 2 de outubro de 2020

Gabriel Monteiro : "O crime pagou 2 milhões por minha vida"


Sexta, 02 de outubro de 2020

Em vídeo, ele voltou a criticar o comandante do batalhão de Copacabana, o tenente-coronel Marcos Alexandre Balbino.
Nesta quinta-feira (1º), o youtuber Gabriel Monteiro utilizou suas redes sociais para fazer uma denúncia, a que o “crime organizado pagou R$ 2 milhões” por sua vida. De acordo com ele, áudios que comprovam a “oferta” foram obtidos pela Polícia Civil do Rio de Janeiro.

Em vídeo publicado no Youtube, Gabriel Monteiro disse que a pagamento foi feito após ele expor a contravenção e o “tenente-coronel Balbino, comandante do 19º [Batalhão de Polícia Militar], que com provas quase inquestionáveis, faz parte de um dos maiores crimes organizados do Rio de Janeiro”.

Gabriel então mostrou áudios que comprovam as acusações contra o comandante. Um deles é de uma pessoa que se identifica como integrante do 19º BP.

– Vou te falar que o coronel Balbino é o pior que já passou por aqui. Pode perguntar para qualquer policial da unidade, todo mundo sabe com o que ele é envolvido. É afogado na contravenção até o pescoço. Depois dessa denúncia que o Gabriel Monteiro fez, das maquininhas (…) Ele tá sendo obrigado a ficar na porta do Gabriel Monteiro 24 horas (…) Repassar as informação o tempo inteiro. Só tem um objetivo, é dizer para onde ele tá indo para a contravenção pegar ele – relatou o homem que não teve seu nome revelado.

O membro do 19º batalhão então continua falando sobre o tema.

– Ele é funcionário da contravenção. Ele quer é pegar o Gabriel Monteiro. Essa é a verdade (…) Ele [Balbino] se omitiu e agora tá trabalhando só para mostrar para a mídia (…) Todo mundo sabe a verdade do batalhão – completou.

Gabriel Monteiro explicou que o coronel acusado por ele colocou uma viatura policial próxima de sua residência.

– A minha vida mudou e mudou muito. Esse coronel colocou uma viatura quase que 24 horas ao lado da minha casa apenas para passar informações minhas para a contravenção. E quem fala isso são os próprios policiais subordinados desse coronel que claramente se negou a cumprir a ordem legal e combater a contravenção e o crime organizado – destacou.

Por fim, ele explicou que não tem medo de morrer e que seu objetivo de vida é lutar contra o crime.

– Tem gente achando que eu cansei de viver. Não, eu cansei de ver o crime organizado e eu, como policial militar, não poder fazer nada. Podem me matar, podem fazer o que quiser. Não sei se vou chegar aos 30 anos de vida, mas tenho certeza que não vou negligenciar a chama que Deus colocou contra os criminosos em todas as esferas. Não vou temer (…) Não peçam para eu parar. Não peçam para eu deixar isso de lado, porque eu não vou parar (…) Se eu morrer, prefiro ir para a glória com honra, do que estar aqui na Terra indignamente como esses safados e corruptos – afirmou.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055