martins em pauta

terça-feira, 14 de maio de 2019

A estratégia sarcástica da esquerda e da extrema-imprensa contra Sérgio Moro

Terça, 14 de Maio de 2019


O jornalista Eduardo de Alencar, um raro observador isento, deu o perfeito diagnóstico do que ora ocorre no cenário político nacional e quais são as malévolas intenções da esquerda e da extrema-imprensa. O alvo é Sérgio Moro, pois entendem que se conseguirem retirá-lo do governo, estarão dando a devida proteção aos corruptos e esvaziarão a militância que apoia Jair Bolsonaro.

Veja abaixo a íntegra da brilhante análise:
“O tom de provocação de grande parte da imprensa e da esquerda (só supondo diferença, ok?), com o Ministro Sergio Moro tem método. Procuram-no retratar como disposto a ser desmoralizado cotidianamente por uma vaga no Supremo. O objetivo é claro: forçá-lo a abdicar em defesa da própria honra.
 As razões também são óbvias. Ambos (esquerda e parte da imprensa), desejam proteção para o establishment e desidratação do Presidente. Afinal, sabem que o lavajatismo confere legitimidade, ao mesmo tempo que coloca muita gente na rua. É uma força política poderosa, que precisa ser eliminada.

Retirar Sérgio Moro do governo, então, serve para, além de proteger os corruptos de sempre, esvaziar a militância do Presidente da República. É dela que essa gente tem medo, não das redes sociais. Para todos eles, a questão é sempre quando e se as redes vão se materializar na intimidação das ruas. Seja pela multidão, seja pela ação de pequenos grupos ou indivíduos isolados no espaço público.

Por óbvio, tem tudo para dar errado. Sérgio Moro já provou que aguenta calmo a maior parte das porradas. E que sua resposta vem pela via institucional. Temer foi preso, deixou todo mundo de cabelo em pé. O ministro hoje comanda uma máquina poderosíssima; certamente não está mais só a reboque das revelações de Curitiba, ou da agenda do Congresso. Já deve estar preparando algo faz tempo. O troco do Coaf virá.
Bolsonaro já percebeu o movimento, ou é parte ativa e liderança na sua composição. Promove Sérgio Moro publicamente. Dá cobertura no fogo cerrado. Alguma hora, o ministro vai dar seu tiro. E vai ser de bazuca. Pode ser que o tsunami, afinal, venha por aí.
Ou alguém conhece um artífice com mais poder de destruição do que esse na Nova República?”

Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055