martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

segunda-feira, 10 de janeiro de 2022

A tragédia de Capitólio: Imprudência e irresponsabilidade

Segunda, 10 de Janeiro de 2022

Amigos, não existe acidente novo ocorrido por causas novas. O que existe são acidentes por causas já conhecidas, e que ocorreram por imprudência e irresponsabilidade.

A culpa desse acidente foi dos barqueiros irresponsáveis e despreparados que lá estavam e também da irresponsabilidade dos prefeitos (atual e anteriores) de Capitólio, que foram omissos.

Não adianta alegar "surpresa" e nem desconhecimento. A internet está disponível para todos.

As chamadas "cabeças d'água" são fenômenos conhecidos por todos, e decorrem de um aumento expressivo no volume das águas de um rio em função das chuvas. Com o aumento do volume o curso d'água ganha força e velocidade, vindo como uma torrente que sai arrastando tudo no caminho.

O volume e a força se multiplicam de um minuto para o outro. No vídeo é possível ver o acontecimento desse fenômeno, e é mandatório que as pessoas se afastem da área e procurem abrigo. Ao contrário, um dos barqueiros chega a se aproximar ainda mais do local. Tem um ditado que diz: A curiosidade matou o gato.

A culpa dos prefeitos se dá pela omissão. Já há tempos havia se detectado que aquela fenda poderia se romper. Qualquer prefeito consciente teria chamado um geólogo para fazer uma avaliação da estabilidade da rocha, e se fosse o caso isolar aquela área. Mas mais uma vez a ignorância e a ganância falaram mais alto, porque isso seria interditar uma área turística.

Até quando vamos ver tragédias assim acontecendo por causa da imbecilidade?

Me fez lembrar o caso do Bateau Mouche IV, que afundou em 31 de dezembro de 1988, matando 55 pessoas. O barco, além de ter saído com excesso de passageiros, durante a queima de fogos os passageiros ignoraram as leis do equilíbrio e foram todos para um bordo só da embarcação, fazendo com que ela adernasse. Pura ignorância, e falta de informação dos tripulantes que não informaram aos passageiros sobre esse risco.

Mas até quando isso vai continuar acontecendo?

Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055