martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

terça-feira, 4 de maio de 2021

A linda história de Gessica e Bolsonaro (veja o vídeo)

Terça, 04 de Maio de 2021

Sem nenhuma dúvida, Rondônia é um Estado conservador com um dos maiores colégios eleitorais evangélicos do Brasil.

Nesse Estado, Bolsonaro atropelou os outros candidatos em 2018. Quando veio a capital, Porto Velho, pessoas em caravana de todo Estado chegavam para recepciona-lo. Parecia um show, mas era um político.

A fama de Bolsonaro era tão positiva que impactou uma jovem verdadeiramente especial.

Senta aí onde tá e saboreia esse conto.

GESSICA LEAL é o nome dela.

Nasceu na capital de Rondônia, lugar onde cresceu e foi educada por uma excelente família. Todavia, Gessica teve sérios problemas na hora do nascimento. (Anoxia Neonatal). Faltou oxigênio no cérebro, paralisa cerebral não progressiva e, por pouco, não veio a óbito.

Foram dias de dores e preocupações. Com os estímulos que teve desde que nasceu, restou a incompatibilidade cronológica da idade: deficiência intelectual.

Devido às complicações, a criança arrastaria sequelas permanentes. Dificilmente aprenderia ler, escrever ou, manter a ordem dos fato.

Porém, conforme foi crescendo a menina apresentou a dádiva da alegria. Em sua casa, sempre um show de felicidade, sorriso largo, longo e de atenção admirável.

É impossível chegar na casa e não perceber a presença marcante. Tanto é que, até hoje, ao chegar algum estanho, os pais, fazem questão de apresentar a jovem devido a grandeza da pessoa.

Até completar 20 anos ela jamais leu uma letra, jamais escreveu um texto, mas gostava muito das discussões sobre política. De forma impressionante que não se sabe explicar, ela entendeu que no ano de 2018 Bolsonaro precisava vencer as eleições. Para Gessica, o caso do Brasil era dramático, a esquerda era perigosa e a família tradicional devia ser defendida.

Foi aí que começou.

Ela precisava agir e ajudar proteger sua nação. Pediu para sua mãe comprar uma camisa, um boné, uma faixa para cabeça, com o nome de Bolsonaro. Em todo lugar que chegava falava sobre política e os riscos de Bolsonaro perder.

Insistentemente pedia para tirar o título de eleitor, afinal, não poderia negligenciar um momento tão importante. Precisava votar em Bolsonaro.

A mãe, conhecedora do problema, tinha certeza que não adiantaria aquele título. Mas, para satisfazer o desejo, tirou. Após explicar a situação, propositadamente, foi escolhida a Zona onde os pais votariam modificando apenas a seção.

No dia das eleições, as sete da manhã, Gessica estava sentada no sofá da casa, vestindo a blusa com a foto de Bolsonaro, o boné na cabeça e o título nas mãos, esperando os pais para irem votar.

De tanta ansiedade e para acalmar o ânimo da jovem, os pais saíram cedo. Chegando a escola foram a seção e apresentaram o laudo ao mesário, o pai ficou aguardando a vez dela, enquanto a mãe foi votar na outra sala.

Os mesários, os eleitores presentes ficaram admirados com a determinação e logo varias pessoas rodeavam a sala aguardando o que daria.

Cerca de vinte minutos depois a mãe ouviu um imenso barulho. Eram gritos de comemoração, aplausos e no meio da gritaria, a voz da Gessica. Ainda não tinha terminado de votar, a mãe correu ao local e um verdadeiro tumulto. Sim, lá dentro estava Gessica Leal gritando ante os mesários e todos presentes:

Eu consegui, votei no Bolsonaro. Eu consegui.

A alegria transbordante contagiava os presentes que aplaudiam e a mãe não acreditava no que via. Como conseguiu? Ela enfrentou a fila, assinou o toco da votação, adentrou a cabine, escolheu Bolsonaro e confirmou o voto. Em seguida gritou:

EU CONSEGUI.

Durante o tempo que os pais iam trabalhar, Gessica pesquisou sozinha no YouTube como votar. Todos os dias treinava até como escrever o nome. Para os pais era simples brincadeira, mas para ela era o esforço de ajudar seu país.

Ainda hoje, quando alguém chega na casa de Gessica o assunto é política. Até hoje defende Bolsonaro. Até hoje age conforme afirma o próprio nome, com LEALDADE a sua nação.

No dia 07 de maio Bolsonaro vem a Porto Velho inaugurar a ponte que liga Rondônia ao Acre. A famosa ponte do Abunã.

Certamente, Gessica estará no meio da multidão irradiante gritando e fazendo festa. Sim, pois, assim como o próprio nome descreve, sabe ser Leal ao propósito.

Por mais pessoas Leais como Gessica.

Assista:

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055