martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

terça-feira, 30 de março de 2021

Médica cita pesquisadores e especialistas internacionais que defendem a ivermectina contra a covid e chama UFRN para debate sobre o tratamento

Terça, 30 de Março de 2021


Defensora do medicamento Ivermectina no tratamento precoce da Covid-19, a médica Roberta Lacerda, convidou os infectologistas da UFRN que reuniram a imprensa nessa segunda-feira (29) e afirmaram que, cientificamente, não há eficácia comprovada para o uso de medicamentos como hidroxicloroquina, azitromicina e ivermectina no tratamento da doença.

“Bom é fazer nota pública. Relembro aqui o convite feito há 1 mês pra discutir em audiência pública na Assembleia ou na Associação Médica”, escreveu a médica Roberta Lacerda em sua conta no Instagram. Os professores da UFRN ainda não responderam ao convite para o debate.

Conforme o post em destaque, a médica afirmou ainda que o BIRD (British Ivermectin Recomendation Development), que reúne 76 pesquisadores e especialistas em medicina baseada em evidências – muitos deles referência para a Organização Mundial da Saúde (OMS) – reforçaram a recomendação, pela terceira vez, para que a OMS libere o uso emergencial de Ivermectina para uso em profilaxia e tratamento da Covid-19.

Veja a postagem da médica Drª Roberta Lacerda, censura momentos depois pelo Instagram:

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Gian

    PARABÉNS À DRA. ROBERTA LACERDA PELO CONHEÇIMENTO TÉCNICO E CLÍNICO NO ASSUNTO.

  2. Assis

    Por que o índice de mortalidade de Natal é mais alto mesmo com o uso indiscriminado de ivermectina. Fica aí o questionamento

  3. Joao Bolsonaro

    DIVA!!! SE FOR CANDIDATA TEM MEU VOTO!

  4. Farias

    A Dra Roberta coloca no chinelo qualquer infectologista da UFRN, ela debate com dados científicos comprovados mundialmente , esse comitê científico da UFRN está alinhado com a esquerda , não tem credibilidade alguma .

  5. Maria j Duarte

    O Rio Grande do Norte a maioria das pessoas tomaram ivermectina, em Natal acho que quase 100% da população tomou , e Natal é a cidade com mais mortes de covid19, e aí? Como explicar?

  6. Lucia vasconcelos

    Dra. Roberta não se desgaste.
    Essa turma não tem ouvidos de ouvir.
    A Sra já faz muito por todos nós.
    Gratidão!

  7. Guto

    Enquanto essa montanha de evidências e estudos vem a tona, o FantasticU afirmando em matéria tendenciosa que seu uso afeta os rins. Nada disso é verdade, essa droga é eliminada em 96% pelo intestino e essa nova cepa ataca justamente os rins.

  8. Mimimi

    Continuem seguindo a recomendação do comité científico Estadual, na pessoa do seu chefe, Dr em engenharia elétrica Ricardo Valentim… NÃO usem nada, se conseguir uma uti, só respirador kkkkkkkk

  9. claudio

    Dra Roberta que e?
    E medica ou e da politica

  10. José Franciraldo dias

    Parabéns!

  11. Rafael

    Dra Roberta, não vão discutir, pq acima de tudo o que vale é o clubismo politico em detrimento das evidências. Então vão mudar constantemente o discurso para fazer parecer que a molécula, entre outros do ANDROCOV, não possuem eficácia.

  12. Everton

    Alguém faça uma revisão da literatura pesada sobre isso, com tudo o que saiu desde o início da pandemia, plotem em tabelas e analisem!
    Mais ciência, menos ideologia (dos dois lados!)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055