martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

domingo, 21 de junho de 2020

Homem é morto a tiros após se negar a usar máscara em mercado e golpear gerente com faca

Domingo, 21 de Junho de 2020


Foto: divulgação

Um homem de 36 anos foi morto a tiros após golpear o gerente de um supermercado ao se recusar a usar máscara dentro do estabelecimento em Vacaria (RS), a 238Km de distância de Porto Alegre. No Estado, o uso da máscara de proteção é obrigatório desde 11 de maio devido à pandemia do coronavírus.

Imagens de câmeras de segurança, que não foram repassadas à imprensa, mostram o percurso de Aldori Somavilla Cardoso dentro do estabelecimento: ingressa sem ser percebido, escolhe produtos e vai até o caixa, conforme o delegado Anderson Lima, responsável pela investigação. “O gerente o interpela e diz que ele não poderia circular pelo supermercado sem máscara”, observa o delegado.

Em seguida, os dois discutem por cerca de 30 segundos e o cliente puxa uma faca e avança em direção ao gerente. “Ela dá dois golpes no gerente. No primeiro, ele consegue ir para trás, mas o outro o acertou, na altura do tórax”, complementa Lima. Logo após, o gerente saca um revólver calibre 38 e dispara contra Cardoso. O cliente também foi atingido na região do tórax e caiu na entrada do supermercado.

Cardoso foi socorrido, mas faleceu em seguida. Já o gerente do supermercado foi levado para o Hospital Nossa Senhora da Oliveira, onde segue hospitalizado na manhã de hoje.

O gerente tinha porte e posse de arma de fogo e não tinha antecedentes criminais. “Ele estava autorizado a carregar aonde fosse, desde que ostensivamente, de maneira escondida”, detalha Lima. O delegado observa que, preliminarmente, pode se afirmar que o gerente agiu em legítima defesa, o que deve ser apurado ao longo do inquérito, que tem 10 dias para ser concluído.

“Confirmada a legítima defesa não responde por nada, teve agressão injusta do cliente, que tenta matar ele. Se confirmar a situação como está se desenhando, não vai dar nada”, salienta o delegado. Já o cliente tinha antecedentes antigos, de 2010 e 2011, por dirigir sem habilitação, lesão corporal no trânsito e ameaça. Após o ocorrido, a arma e a faca foram apreendidos.

UOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055