martins em pauta

terça-feira, 3 de dezembro de 2019

Em petição, advogado qualifica juíza como atraente e leva “lição de moral” na decisão

Foto: Ilustrativa
O advogado Jan Mason, de Los Angeles, fez o melhor que pôde para ser criativo, quem sabe até mesmo gentil, ao reclamar da decisão da juíza Gail Feuer contra sua cliente. “Com o devido respeito, de vez em quando, uma juíza atraente, trabalhadora, brilhante, jovem, politicamente bem conectada, pode errar! Vamos corrigir os erros”, ele escreveu em sua petição.
Na decisão do caso em grau de recurso, o colegiado de dois juízes e uma juíza dedicou um capítulo final a uma “lição de moral”, que poderia ajudar o advogado, sem intenção de puni-lo, a ser menos machista e mais persuasivo. “Gostamos da criatividade e não requeremos perfeição. Simplesmente, não consideramos o estilo e o conteúdo peculiares da abertura dessa petição apropriados, úteis ou persuasivos”. Leia o trecho final da decisão aqui no Justiça Potiguar.
Fonte: Blog do BG

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055