martins em pauta

terça-feira, 21 de maio de 2019

Quatro apenados vão a juri popular nesta terça feira em Mossoró. Eles serão julgados por tentativa de homicídio contra colega de cela

Terça, 21 de Maio de 2019


O Tribunal do Juri Popular de Mossoró, julga nesta terça feira 21 de maio de 2019, quatro apenados acusados de tentarem matar um companheiro de cela,no interior da Penitenciária Agrícola Mário Negócio em Mossoró RN.

Resumo da Denúncia: "No dia 17 de Maio de 2013, por volta das 07h30min, no interior da Penitenciária Agrícola Dr. Mário Negócio, nesta cidade,de Mossoró no RN, os indiciados Flávio Bento Gomes de Oliveira, conhecido por "Piubinha", Patrick Jonhatan de Oliveira Nunes, conhecido por "Boy da Faca", Hamelet Jackson Targino de Oliveira, conhecido por "Nego Jackson", Hudson Leônidas de Sousa Silva, conhecido por "Galeguinho", José Thales Maílson de Oliveira Reis, conhecido por "Apodi" e Francisco Neudo Batista Fernandes conhecido por "Pombal", por motivos não esclarecidos nos autos, fazendo uso de facas, tentaram matar a vítima Alex Maia de Oliveira Lima, conhecido por "Alex Gardenal", não logrando êxito por circunstâncias alheias as suas vontades, posto terem sido contidos por outros apenados e agentes penitenciários do estabelecimento prisional.

Dos seis acusados do crime, apenas três deverão comparecer ao julgamento nesta terça feira, uma vez que dois foram mortos e um encontra-se foragido do sistema prisional. Patrick Jonhatan de Oliveira Nunes, conhecido por "Boy da Faca" e Hudson Leônidas de Sousa Silva, conhecido por "Galeguinho" estão mortos e José Thales Maílson de Oliveira Reis, conhecido por "Apodi", encontra-se em lugar incerto e não sabido, mas mesmo assim vai ser julgado.

A vítima da tentativa de homicídio, Alex Maia de Oliveira, o "Alex Gardenal, também está foragido da Penitenciária Mário Negócio. Os acusados serão defendidos pelo defensor público Diego Melo da Fonseca. Na acusação quem vai está atuando é o promotor de justiça, Armando Lúcio Ribeiro, representante do Ministério Público Estadual.

A sessão de julgamento, que começa as 08h30min, será presidida pelo juiz Vagnos Kelly de Figueiredo, presidente do Tribunal do Juri Popular de Mossoró. O corpo de jurados, formado por sete pessoas da sociedade mossoroense, vai decidir se condena ou absolve os réus.


Fonte: Fim da Linha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055