martins em pauta

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Por esquecer de 'provar' que está vivo, Temer ficou sem receber aposentadoria de R$ 22,1 mil

Segunda, 26 de Fevereiro de 2018 

Foto: Divulgação/ PMDB

O presidente Michel Temer (PMDB) ficou por dois meses sem receber R$ 22,1 mil de sua aposentadoria de procurador do Estado de São Paulo após não comprovar que está vivo. Segundo a Folha de S. Paulo, Temer deveria ter se apresentado no mês de setembro para fazer "prova de vida" anual, ou o recadastramento. A presidência informou que ele não se apresentou "por falta de tempo". A aposentadoria de Temer é R$ 45 mil, mas ele recebe R$ 22,1 mil por conta do abatimento para adequação ao salário limite do teto constitucional. A São Paulo Previdência (SPPrev), que administra a aposentadoria informou que a situação está sendo regularizada. Já o Palácio do Planalto declarou que “tão logo tomou conhecimento, o presidente adotou medidas para o recadastramento”. Temer se aposentou aos 58 anos, em 1999 e atualmente tenta aprovar a reforma da Previdência na Câmara de Deputados. Como presidente da República ele tem direito a salário bruto de R$ 30,9 mil, conforme dados do Portal da Transparência do governo federal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055