martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

domingo, 9 de janeiro de 2022

CAPITÓLIO x FALÉSIAS DE PIPA – O que tem em comum

 Domingo, 09 de Janeiro de 2022

Foto: reprodução/blog Trilhas e Cantos

O acidente ocorrido na cidade mineira de Capitólio-MG que vitimou pelo menos oito pessoas até a manhã deste domingo (9) pode nos servir de alerta em relação às falésias de Pipa, em Tibau do Sul, independente das diferenças entre as áreas.

As falésias, assim como os cânions na cidade mineira, sofrem com a erosão causada pela água. Em Tibau do Sul, apesar da existência de um decreto de 2018 que proíbe a circulação de veículos motorizados no ‘chapadão’, é comum o acesso de veículos de todo porte em diversos pontos, sem controle algum.

Também é comum ver turistas ignorando qualquer risco, em busca de belas selfies à beira das falésias, sem a devida atenção e cuidado. Tudo isso se intensifica nesta época do ano, durante o período de férias para muitas pessoas e veraneio.

Não faz muito tempo, em novembro de 2021, um turista que fazia passeio de quadriciclo caiu de uma falésia, a mais de 30m de altura, e sofreu fraturas no fêmur e na coluna.

Vale lembrar também que em novembro de 2020, a queda de parte de uma falésia matou um casal e um bebê, na praia de Pipa. Um ano depois deste acidente, uma reportagem do g1-RN mostrou que não houve nenhuma mudança efetiva no trecho e não havia sinalização adequada.

Em outro acidente, este em setembro de 2020, uma turista grávida e o namorado perderam o controle de quadriciclo e caíram do ‘Chapadão’ da Praia de Pipa. O casal foi resgatado com vida.

Inevitavelmente, situações como estas nos levam às seguintes perguntas: Onde está a fiscalização da prefeitura de Tibau do Sul e demais órgãos competentes? O que mais falta acontecer para que sejam tomadas providências? Fica o alerta.


Fonte: Blog do BG

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055