martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

terça-feira, 27 de outubro de 2020

Líder do governo Bolsonaro defende plebiscito para nova elaboração de nova Constituição

Terça, 27 de Outubro de 2020


Líder do governo Bolsonaro defende plebiscito para nova elaboração de nova Constituição
Foto: José Cruz/ Agência Brasil

O deputado federal Ricardo Barros (PP), líder do governo Bolsonaro na Câmara, defendeu a realização de um plebiscito no Brasil para a elaboração de uma nova Carta Magna. Segundo ele, a atual Constituição torna o Brasil um “país ingovernável”. Ele citou como exemplo o Chile, que foi ás urnas no domingo (25) para definir uma nova Assembleia Constituinte. 


No Chile, a atual Constituição data da ditadura de Augusto Pinochet (1973-1990), mas sofreu emendas e modificações que a tornam bem diferente do texto formatado pelos militares décadas atrás. 


“Eu pessoalmente defendo nova assembleia nacional constituinte, acho que devemos fazer um plebiscito, como fez o Chile, para que possamos refazer a Carta Magna e escrever muitas vezes nela a palavra deveres, porque a nossa carta só tem direitos e é preciso que o cidadão tenha deveres com a Nação”, disse Barros nesta segunda-feira (26), ao participar de um evento denominado "Um dia pela democracia”. 


"Não temos mais capacidade de pagar nossa dívida, os juros da dívida não são pagos há muitos anos, a dívida é só rolada e com o efeito da pandemia cresceu muito, e esse crescimento nos coloca em risco na questão da rolagem da dívida”, disse. Emendas à Constituição, segundo ele, não são o suficiente. 


Outro problema, na visão do parlamentar, é que “o poder fiscalizador ficou muito maior que os demais” e, por isso, seria necessário também “equilibrar os Poderes” no país. O deputado, que é alvo de investigações do Ministério Público Federal, diz que é preciso punir quem apresentar denúncias sem prova.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055