martins em pauta

sexta-feira, 5 de outubro de 2018

A chance de Bolsonaro vencer ainda no primeiro turno

Sexta, 05 de Setembro de 2018

Com o crescimento constante de Bolsonaro, apoiadores do candidato do PSL se mostram otimistas com a possibilidade de não haver segundo turno

COLUNA DO FRAGA



Jair Bolsonaro lidera as pesquisas de intenção de votoDiego Vara/Reuters - 30.08.2018

A possibilidade de uma eleição à Presidência definida em primeiro turno parecia remota há alguns meses. Com tantos candidatos ao cargo máximo do Executivo nacional e uma consequente pulverização de votos, o cenário se desenhava para a principal dúvida eleitoral ser a de quais seriam os candidatos que passariam para o segundo turno.

Mas a constância no crescimento do candidato Jair Bolsonaro (PSL) trouxe de volta a possibilidade de já haver uma definição para o cargo neste domingo (7), alardeada por muitos apoiadores do capitão da reserva.

Para o cientista político Max Stabile, diretor do Instituto Brasileiro de Pesquisa e Análise de Dados, este encurtamento do processo eleitoral é "muito pouco provável", apesar de "alguns estatísticos ainda estarem fazendo estas contas".

O professor da FGV e coordenador do mestrado em gestão e políticas públicas, Cláudio Couto, acredita que "uma possibilidade é, mas é improvável". Para ele, "ainda tem muita água para rolar, evidentemente, mas a distância que o Bolsonaro, que é quem está na frente, tem para metade mais um dos votos é muito grande. Então teria de ser uma transferência muito considerável de votos de outros candidatos para ele e quase só para ele, e eu acho isto pouco provável neste momento". Segundo o levantamento do Datafolha desta quinta (4) Bolsonaro alcançou 39% do votos válidos, enquanto Haddad e Ciro se mantiveram com 25% e 13%, respectivamente.

Sobre eventuais reviravoltas às vésperas da eleição, Cláudio diz que "não ficaria surpreso de haver alguma alteração de cenário. Eu acho improvável que aconteça de uma maneira muito radical, mas eu acredito que sempre existe algum espaço para isso, a própria questão da possível resolução da eleição em primeiro turno passa por aí", já que "a situação de momento muda na última hora, porque as pessoas indecisas decidem na última hora, assim como muita gente resolve problemas da sua vida de última hora e a mesma coisa vale para o voto".

Fonte: R7

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055