martins em pauta

domingo, 22 de julho de 2018

PMN rejeita candidatura própria e não vai fazer alianças no primeiro turno

Domingo, 22 de Julho de 2018 

Foto: Valter Campanato/ Agência Brasil

O Partido da Mobilização Nacional (PMN) anunciou em sua convenção neste sábado (21) não lançar candidatura própria à Presidência da República nem apoiar candidato ao cargo no primeiro turno. A jornalista mineira Valéria Monteiro era a pré-candidata do partido, mas seu nome foi rejeitado por dirigentes nacionais em meio a uma disputa judicial.

O PMN vetou a candidatura por meio da publicação de uma resolução após Valéria não atingir 3% de intenções de voto nas pesquisas eleitorais. Segundo o presidente da sigla, Antonio Massarolo, esse era o pré-requisito para ela ser confirmada como candidata ao Planalto. No entanto, a jornalista conseguiu, junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), revogar a resolução. Mesmo assim, o nome de Valéria foi rejeitado durante a convenção.

Durante o evento deste sábado, a jornalista teve seu direito a fala negado por Massarolo, provocando um tumulto no local. O presidente do PMN chegou a pedir para que Valéria fosse retirada do local. Ao sair, ela criticou integrantes da diretoria do partido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055