martins em pauta

segunda-feira, 21 de maio de 2018

Brasil classifica eleição venezuelana, que reelegeu Maduro, como ilegítima

Segunda, 21 de Maio de 2018 

Foto: Divulgação

O governo brasileiro emitiu uma nota na manhã desta segunda-feira (21) lamentando a forma como ocorreram as eleições presidenciais na Venezuela. Emitida pelo Ministério das Relações Exteriores, a nota coloca em dúvida a liberdade, transparência e respeito aos preceitos democráticos. “O governo brasileiro lamenta profundamente que o governo venezuelano não tenha atendido aos repetidos chamados da comunidade internacional pela realização de eleições livres, justas, transparentes e democráticas”. O posicionamento é realizado sem citar a reeleição do presidente Nicolás Maduro, que comandará o país por mais 6 anos. O país, segundo a nota, manterá a atuação na Organização dos Estados Americanos (OEA) em favor do “restabelecimento da institucionalidade democrática, do Estado de Direito e do respeito aos direitos humanos na Venezuela”. "As eleições de ontem aprofundam a crise política no país, pois reforçam o caráter autoritário do regime, dificultam a necessária reconciliação nacional e contribuem para agravar a situação econômica, social e humanitária que aflige o povo venezuelano, com impactos negativos e significativos para toda a região, em particular os países vizinhos”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055