martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

segunda-feira, 11 de outubro de 2021

Estudante de medicina admitiu à madrasta que estuprou irmãs

Segunda, 11 de Outubro de 2021


Acusado de ter estuprado as duas irmãs, de 9 e 3 anos, o estudante de Medicina Marcos Vitor Aguiar Dantas Pereira, de 22 anos, teria assumido para a própria madrasta que cometeu os crimes contra as crianças. Além das irmãs, também há acusações de que Marcos teria abusado de duas primas, uma delas hoje com 13 anos.

O caso veio à tona depois de anos de convívio de Marcos Vitor com as meninas. Quando ele tinha apenas 8 anos, o pai dele foi viver em Teresina, no Piauí, com a madrasta, mãe das crianças que teriam sido abusadas por ele. A família acredita que a prática teria começado quando ele era adolescente, mas ninguém nunca percebeu nada.

Marcos Vitor se mudou para Manaus, capital do Amazonas, há cerca de dois anos, para cursar medicina. Os relatos contra ele começaram a ser expostos à família em julho deste ano, depois que uma prima contou ter sofrido abusos dele. A adolescente, hoje com 13 anos, faz tratamento psicológico desde os 6 anos, e chegou até a tentar suicídio.

Ela relatou que foi abusada pelo primo pelo menos entre os 5 e 10 anos e que ele tocava em suas partes íntimas. Os abusos, relatados pela jovem, teriam começado durante uma viagem com toda a família das duas irmãs ao Uruguai.

– A menina tomava antidepressivo desde pequena, vivia triste, calada. E ninguém entendia por quê. É uma monstruosidade. A madrasta dele começou a desconfiar que o mesmo poderia ter acontecido com as filhas. Ela perguntou a ele que confessou o crime – diz o advogado Ricardo Araújo, que atua como assistente do MP no caso.

A confissão, citada pelo advogado, teria sido feita por Marcos Vitor através de uma conversa com a madrasta por meio de mensagens trocadas por WhatsApp. No texto, o estudante de medicina afirma que a prática criminosa “foi uma parte obscura” de sua vida.

– Eu só posso pedir perdão para você e toda a família que me acolheu muito bem. Eu faço o que for preciso para tentar reverter todo o impacto negativo que eu causei, o que for preciso para deixar esse passado de lado. Eu vou entender se não me perdoarem – diz Marcos em um trecho de uma longa mensagem enviada à madrasta.

O pai de Marcos Vitor é empresário e, depois que o escândalo teve início, ele e a madrasta de Marcos se separaram. O rapaz ainda não compareceu para depor na Polícia Civil. As crianças foram ouvidas na Justiça para que não tenham que ser submetidas duas vezes a um depoimento extremamente traumatizante.

Desde então, Marcos Vitor está em local ignorado. As mensagens foram entregues aos investigadores. Procurado pelo jornal O Globo, o advogado dele afirmou não poder comentar sobre o caso, pois tramita em segredo de justiça. (Pleno News)

Fonte: Sobral 24 Horas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055