martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

sábado, 29 de agosto de 2020

Esquerdistas querem derrubar nova portaria do Ministério de Saúde sobre procedimento de aborto no SUS

 Sábado, 29 de Agosto de 2020

Deputadas esquerdistas já se articulam para derrubar a portaria editada nesta sexta-feira, 28, pelo Ministério da Saúde, sobre os procedimentos do aborto considerado legal, no SUS.

A nova portaria obriga médicos a notificarem a polícia ao receberem mulheres vítimas de estupro, além de colherem e preservarem indícios e materiais que identifiquem o estuprador.

A nova portaria também determina que a equipe médica informe a mulher sobre a possibilidade de visualização do feto por meio de ultrassonografia.

A proposta para derrubar a nova portaria foi apresentada por 10 deputadas na Câmara, que afirmaram: “Recebemos a norma como uma reação ao recente caso de autorização judicial para a realização da interrupção da gravidez de uma criança de apenas 10 anos. Portanto, sem base técnica que deveria orientar as políticas públicas”.

No Brasil, o aborto é permitido em casos de estupro, de risco de vida para a gestante e de feto anencéfalo.

Créditos: Revista Oeste com informações da Agência Câmara

Fonte: News Atual

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055