martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

domingo, 23 de agosto de 2020

Bolsonaro faz vídeo mostrando que OMS agora defende o que ele falava desde março e foi criticado por isso

Domingo, 23 de Agosto de 2020


O presidente Jair Bolsonaro publicou redes sociais neste domingo (23), um vídeo no qual o diretor-geral OMS Tedros Adhanom Ghebreyesus afirma que “a pandemia é a prova de que saúde e economia são inseparáveis”. A declaração foi dada em entrevista coletiva na última sexta-feira, dia 21.

Bolsonaro lembrou, mais uma vez, que desde o mês de março vem alertando sobre a necessidade de tratar simultaneamente o vírus e o desemprego. “Cinco meses depois do meu pronunciamento, o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom, afirma que saúde e economia são inseparáveis”, afirmou.

O presidente também ressaltou que “Ao longo desses cinco meses, algumas autoridades destruíram os empregos. O governo federal fez sua parte. Criou meios para que pequenas e médias empresas conseguissem manter seus empregados. Assim como criou o auxílio emergencial de R$ 600 que durou por cinco meses. Esse valor pode não ser muito para quem o recebe, mas é muito para o brasil que gasta por mês R$ 50 bilhões”.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Zé carlos

    Em uma pandemia pessoas morem. Ponto
    O bozó estava certo desde o início ponto

  2. Severino

    Deve ser muito dificil dar o braço a torcer e dizer que o Mito estava certo. As reações furiosas dão lugar a isso.

  3. ENGENHEIRO DE OBRA PRONTA

    A gripesinha que tirou a vida de mais de 100 mil fez com que fosse necessário algumas medidas para salvar vidas. O auxílio emergencial só existe por motivo da necessidade em decorrência das medidas em defesa das vidas, tendo esse auxílio sido o fator principal da elevação da aprovação do presidente nas pesquisas. Graças ao STF os governos estaduais e municipais estão cuidando da situação com responsabilidade.

  4. Antonio Turci

    O Presidente sempre esteve coberto de razão desde o início dessa tal de pandemia. Sempre agiu com os pés no chão. Mas, como o virus foi transformado em assunto de política partidária, assim como remédios, o Presidente em vez de ser ouvido foi barrado pelo STF. Contou a maldade quase irrestrita da mídia marrom e dos esquerdopatas.

  5. Daysy

    Sabíamos que ele tinha razão e que sairia mais forte dessa pandemia!
    Que bom que retirou Mandetta e apesar de alguns Prefeitos e Governadores, irem na contra mão das suas orientações, o povo acordou e vidas puderam ser preservadas!

    • Zuza

      Você só pode ser alienada. Com 114 mil mortes? Se o STF não tivesse refreado esse cara, dando poder aos Estados e Municípios para se autodeterminarem, estaríamos certamente com 300 mil mortos.

    • Ricardo

      Quem garante que não haveria menos mortes? Não se xggou a nenhum consenso científico. Trancar gente que já tava contaminada com pessoas sãs parece que foi uma deesas udéias de ameba.

    • Véio de Rui

      A previsão do governo do RN era pra morrer 11 mil pessoas até 10 de maio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055