martins em pauta

domingo, 7 de abril de 2019

Na presença do temido delegado, o "Tigrão" vira "Tchutchuca"

Domingo, 07 de Abril de 2019



Com um microfone em punho e cercado por devassos petistas, Lula - ele sim - sempre foi um verdadeiro "Tigrão".

Xingava todo mundo, esculhambava com a Polícia Federal, detonava os Procuradores da República, ofendia magistrados e se auto proclamava "a alma mais honesta do Brasil".

Sem dúvida, um "Tigrão", que rugiu forte diante do cadáver de dona Marisa Letícia e garantiu que iria provar a sua inocência.

Repetiu a encenação medíocre diante do cadáver do pequeno neto, falecido tragicamente há poucos dias.

Nesta sexta-feira (5), o Tigrão ficou diante de seu maior e mais temido algoz. O verdadeiro responsável por estar "engaiolado", o homem que foi determinante para que, no dia 7 de abril de 2018, Lula fosse finalmente capturado. O delegado que descobriu que Lula era o "amigo" nas planilhas da Odebrecht.

Frente a frente, o delegado e o “Tigrão”.

O Tigrão teve duas horas para responder perguntas, demonstrar sua alegada inocência e rugir forte como vez nos velórios da esposa e do neto.

Não foi o que aconteceu. Durante duas horas, perante o delegado, o Tigrão virou Tchutchuca.

Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055