martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

quinta-feira, 8 de abril de 2021

Abin conclui sindicância interna sobre caso Flávio Bolsonaro e desmascara a "mídia do ódio"

 Quinta, 08 de Abril de 2021

O ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, divulgou nota informando que a sindicância interna da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), ligada a pasta, concluiu que os relatórios que auxiliaram a defesa de Flávio Bolsonaro não foram elaborados pela Agência.

Na nota, a Abin informa:

“A área de segurança da informação da Abin possui registros de toda e qualquer atividade executada em suas redes.
Toda a cadeia de produção de Inteligência foi auditada.
A apuração assegura que nenhum servidor da Agência produziu, teve acesso ou consultou informações relacionadas aos supostos relatórios.”

Em dezembro de 2020, a revista "Época" publicou reportagem afirmando que os relatórios feitos na Abin foram repassados para os advogados que defendem o senador.

O GSI informou ainda que a sindicância interna apontou que “há fortes indícios da participação de um servidor, que falseou a verdade e repassou informações à imprensa”.

Alexandre Ramagem, diretor-geral da Abin confirmou que a "apuração confirma que Abin não é autora de relatórios para auxiliar defesa de senador".

Segundo o diretor-geral, as reportagens resultaram em sindicâncias, com auxílio da Controladoria-Geral da União, que concluíram que não houve qualquer consulta de base de dados do sistema da Abin sobre os temas citados nos supostos relatórios.

"Nenhum tema sobre o assunto, nenhum servidor da Abin em exercício aqui consultou, teve acesso a essas pessoas vinculadas a esses relatórios, pessoas físicas e jurídicas", disse Ramagem.
"Isso demonstra claramente, pelo trabalho que foi apurado de fatos, que não foi construído nada aqui dentro da Abin, nem consultado nada aqui dentro da Abin desses assuntos que se levaram", acrescentou.

Confira:

Em tempos de "censura"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055