martins em pauta

terça-feira, 4 de outubro de 2016

A importância da preservação do local do crime no caso de furto com rompimento de obstáculo para melhora qualitativa da execução da perícia

Terça, 04 de outubro de 2016
Local do Crime
• Introdução

Para que haja uma eficácia maior no trabalho da perícia, é imprescindível a preservação e isolamento adequados do local que ocorreu o crime, tanto por parte do proprietário do imóvel, quanto pelos policiais que geralmente presenciam o local antes da chegada dos peritos. Porém, esse é um problema comumente enfrentado pelos peritos quando chegam ao local do crime, já que é percebido que a população não possui esse costume, alterando muitas vezes o local por curiosidade ou falta de informação. 

Para que a investigação pericial seja realizada com sucesso é preciso que seja garantida a preservação ideal do local onde ocorreu o crime. Vestígios e todos os objetos presentes no local devem ficar intactos até a chegada dos peritos. Para que isso ocorra é importante que o local seja isolado e preservado. Esse trabalho é realizado pelo primeiro agente policial que chega no local, porém é indispensável que a população tenha conhecimento da importância desse procedimento a fim de garantir a preservação até a chegada do policial. 

Normalmente quando ocorre um furto com destruição ou rompimento de obstáculo o primeiro a não preservar o local, é o proprietário do imóvel, por desconhecimento, tornando-o inidôneo para a perícia. Portanto percebe-se a necessidade de informar a população sobre a importância e as formas corretas de preservação e isolamento do local do crime. 

1.2 - Objetivo 

Desenvolver um material de caráter educacional para a orientação da população quanto à importância da preservação do local de crime, no caso, furto com arrombamento. Visando uma melhora qualitativa da execução da perícia possibilitando assim a eficácia na identificação da autoria do fato. Já que é relatado na literatura que uma das maiores causas do insucesso na investigação pericial é a não preservação adequada dos locais de crime. 

1.3 – Metodologia 

Esse trabalho é uma revisão de literatura, onde foram utilizados livros, monografias e artigos científicos como fonte para o embasamento teórico do mesmo além de utilizar relatos da experiência que tive como inspetor de polícia do Estado do Rio de Janeiro por 24 anos. 

O trabalho está organizado em quatro capítulos: o primeiro conta com um texto introdutório, seguido da justificativa, objetivo e metodologia do trabalho. O segundo capítulo é composto da fundamentação teórica, o terceiro conta com o estudo de caso e quarto com as considerações finais.

Preservação do local de crime 

Preservar um local de crime significa mantê-lo livre de qualquer mal, perigo ou dano, protegendo- o de qualquer coisa que possa causar alteração ou deteriorização do mesmo. O objetivo da preservação é manter o local rigorosamente no estado deixado pelo criminoso até a chegada dos peritos (SÊMPIO, 2003). 

Para uma eficaz preservação do local de crime uma atenção especial deve ser dada aos vestígios encontrados cuidando para que não sejam destruídos nem alteradas as posições e localizações dos mesmos. Porém para que seja realizada uma correta preservação desse local, é preciso que o mesmo seja isolado. 

Faz parte do procedimento de preservação do local de crime a vigilância por partes das autoridades policiais a fim de impedir a entrada de pessoas no local e impedir que a ação de agentes naturais como a chuva alterem o local (BASTOS, 2008) . Continue Lendo



Fonte: O Câmera

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055