martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

sábado, 17 de setembro de 2022

Nordeste caminha para derrotar o PT, constata a velha mídia

 Sábado, 16 de Setembro de 2022


Na verdade, tentaram impor uma outra narrativa com o objetivo de mudar a opinião pública. Estão percebendo que não vão lograr êxito.

Assim, a coluna Radar da Revista Veja, nesse caminho de volta, de encontro com a realidade dos fatos, publicou nesta quinta-feira (15) matéria com o seguinte título:

“Maior reduto lulista no país, Nordeste caminha para derrotar o PT”.

Confira:


O texto ainda sustenta erroneamente que ‘Lula não consegue transferir para candidatos do seu partido a popularidade que parece ter junto ao eleitorado da região’.

O termo ‘parece’ na frase é elucidativo.

A tal ‘popularidade’ do ex-presidiário só 'parece' existir por causa das pesquisas com credibilidade duvidosa.

Lula também está decadente na região.

Bolsonaro vai vencer também no Nordeste.

Quem viver verá!

Por outro lado, eis as revelações da matéria que demonstram o esfacelamento do PT:

“Na Bahia, ACM Neto, do União Brasil, lidera e pode vencer o candidato petista Jerônimo Rodrigues já no primeiro turno.
No Piauí, Sílvio Mendes, do mesmo partido de ACM, tem 43% das intenções de voto contra 29% do petista Rafael Fonteles.
No Ceará, Capitão Wagner, também do União Brasil, tem 36% contra 26% do petista Elmano de Freitas.
Em Pernambuco, onde atuou para matar a candidatura de Marília Arraes, o partido deve ser duramente castigado por ter optado pelo projeto do PSB. Marília lidera com 36% das intenções de voto. Ela trocou o PT pelo Solidariedade para escapar das negociatas dos antigos companheiros que tentaram sufocar sua candidatura.
Em tempo, o petismo fez quatro governadores no Nordeste na eleição de 2018: Rui Costa (Bahia), Wellington Dias (Piauí), Fátima Bezerra (Rio Grande do Norte) e Camilo Santana (Ceará).”

É o fim melancólico do PT e do descondenado petista.

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055