martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

segunda-feira, 10 de maio de 2021

O que a "criminalidade esquerdista" está fazendo com a nossa Polícia...

 Segunda, 10 de Maio de 2021

1 - Demonização e rebaixamento moral, colocando os policiais e a própria entidade como representantes do mal;

2 - Desarmamento gradativo e constante, começando pelas polícias de patrulha cotidiana e depois limitando os armamentos das tropas especiais até que não tenham mais nada de especiais;

3 - Incutir no policial o medo de reagir severamente contra vagabundos, por conta das complicações jurídicas e retaliações vindas da parte aparelhada da própria corporação;

4 - Dificultar o treinamento dos policiais por meio da limitação extrema de munição, seja pelo alto custo no mercado ou pelo não fornecimento pela corporação;

5 - Quebra de sigilo dos serviços de inteligência da polícia, inviabilizando o trabalho eficiente e possibilitando aos criminosos o acesso quase em tempo real às informações;

6 - Proibir a entrada e ação da polícia num número cada vez maior de ambientes e áreas, a exemplo do que já fazem em favelas e universidades.

Quando um ministro fala em "reduzir o poder de letalidade" da polícia; quando policiais são processados por agirem em legítima defesa; quando seus atos de heroísmo são desprezados; quando jornalistas lamentam a morte de vagabundos e criticam a "violência policial", cada um está cumprindo sua parte dentro de um plano muito claro estabelecido pela criminalidade esquerdista.

Os resultados finais desse plano são estes:

a) População civil acovardada e desarmada;
b) Polícias sucateadas e sem eficiência;
c) Bandidagem armada e com proteção da lei.

Marco Frenette. Jornalista e escritor.

Fonte: Jornal da Cidade Online

Polícia divulga lista de mortos no Jacarezinho: 25 tinham ficha criminal e há provas contra outros 2

Segunda, 10 de Maio de 2021

Apesar da pressão feita por entidades, autoridades e grupos esquerdistas em torno de uma retórica atuação "desgovernada" da Polícia Civil do Rio de Janeiro na favela do Jacarezinho, Zona Norte do Estado, a PC divulgou, neste sábado (8), o nome dos 27 suspeitos mortos na operação de quinta-feira (8) na comunidade.

Vinte e sete pessoas eram, sim, ligadas ao crime organizado. Apenas o policial civil André Frias, de 48 anos, era “ficha limpa”. Ele deixa mulher, uma policial civil também, o enteado de 10 anos e a mãe que sofre de AVC e dependia, financeiramente, dele para sobreviver.

Assim, parece que se confirma o que foi dito pelo o vice-presidente da República, general Hamilton Mourão.

Ao comentar sobre as mortes em decorrência da operação, Mourão foi categórico:

“Tudo bandido! Entra um policial numa operação normal e leva um tiro na cabeça de cima de uma laje. Lamentavelmente, essas quadrilhas do narcotráfico são verdadeiras "narcoguerrilhas" tem controle sob determinadas áreas e são um problema da cidade do Rio de Janeiro”, disse o general.

Veja lista completa:

1. André Frias – Policial Civil (morto em serviço);

2. Bruno Brasil;

3. Caio da Silva Figueiredo;

4. Carlos Ivan Avelino da Costa Júnior;

5. Cleyton da Silva Freitas de Lima;

6. Diogo Barbosa Gomes;

7. Evandro da Silva Santos;

8. Francisco Fábio Dias Araújo Chaves;

9. Guilherme de Aquino Simões;

10. Isaac Pinheiro de Oliveira;

11. John Jefferson Mendes Rufino da Silva;

12. Jonas do Carmo Santos;

13. Jonathan Araújo da Silva;

14. Luiz Augusto Oliveira de Farias;

15. Márcio da Silva Bezerra;

16. Marlon Santana de Araújo;

17. Matheus Gomes dos Santos;

18. Maurício Ferreira da Silva;

19. Natan Oliveira de Almeida;

20. Omar Pereira da Silva;

21. Pablo Araújo de Mello;

22. Pedro Donato de Sant’ana;

23. Ray Barreiros de Araújo;

24. Richard Gabriel da Silva Ferreira;

25. Rodrigo Paula de Barros;

26. Rômulo Oliveira Lúcio;

27. Toni da Conceição;

28. Wagner Luiz Magalhães Fagundes.

Richard Gabriel da Silva Ferreira (“Kako”), Isaac Pinheiro de Oliveira (“Pee da Vasco”) e Rômulo Oliveira Lúcio ("Romulozinho”) já haviam sido denunciados pelo Ministério Público por tráfico de drogas e eram procurados pela polícia. Eles atuavam como “soldados” do tráfico, “braço armado” da organização criminosa na favela.

Além disso, 25 dos mortos têm antecedentes criminais e há provas de que os outros 2 também eram ligados ao tráfico.

Apenas o policial morto na operação era “ficha limpa”.


Fonte: Jornal da Cidade Onlçine

Após pico em abril, mortes por Covid no Brasil começam a recuar

Segunda, 10 de Maio de 2021

Dos 15 milhões de brasileiros infectados, 13 milhões já estão curados. Uma taxa de 90,3% de recuperação.

Segundo o último boletim do Ministério da Saúde, divulgado na noite deste sábado (8), registrou 2.202 mortes em decorrência da Covid-19 e 63.430 novos casos da doença nas últimas 24 horas.

No acumulado, desde março de 2020, 15.145.879 de brasileiros já foram diagnosticados com a doença, dos quais 13.677.668 (90,3%) dos infectados estão recuperados.

Já as mortes somam 421.316 desde o início da pandemia e existem outros 3.706 óbitos que estão em investigação por equipes de saúde.


Sobral 24 Horas

Fungo raro e perigoso "mutila" pessoas com Covid na Índia

Segunda, 10 de Maio de 2021


Alguns pacientes com a Covid-19 na Índia têm lutado também contra um fungo raro e agressivo, que pode levar a “mutilações”, ou mesmo a morte. Conhecida como mucormicose, a doença tem se tornado cada vez mais numerosa no país, especialmente entre os mais jovens.

O fungo afeta os seios da face, o nariz, os olhos, o cérebro e os pulmões. Se não tratado a tempo, pode ser necessária a remoção das partes do corpo infectadas, como olhos e mandíbula, para que a doença não se espalhe pelo corpo.

A mucormicose tem taxa de mortalidade geral de 50%, e pode ser fatal no caso de pacientes imunodeprimidos, como pessoas com câncer ou HIV.

Médicos acreditam que a relação entre a Covid-19 e o fungo se dê por meio de esteroides, que têm sido utilizados em pacientes com graves inflamação nos pulmões. Além de ajudar a reduzir a pneumonia, os compostos auxiliam ainda a interromper danos no sistema imunológico no combate ao vírus.

A consequência, porém, é que os esteroides podem elevar os níveis de açúcar e reduzir a imunidade, o que pode estar desencadeando a série de casos de mucormicose.

O único tratamento contra a infecção consiste em doses de injeção intravenosa antifúngica, que custam 3,5 mil rúpias (R$ 250) diariamente durante até oito semanas.

(Pleno News)

Bolsonaro: "CPI tá um vexame, só se fala em cloroquina"

Segunda, 10 de Maio de 2021


Na manhã deste sábado (8), o presidente Jair Bolsonaro criticou a CPI da Covid e disse o colegiado é um “vexame”. A apoiadores, o chefe do executivo também voltou a defender o uso da cloroquina no tratamento contra o coronavírus.

“Continuo dizendo, só Deus me tira daquela cadeira. Não vai ser… essa CPI tá um vexame, só se fala em cloroquina. Mas, o cara que é contra, não dá alternativa. Tenho certeza que alguém tomou hidroxicloroquina aqui. Alguém tomou?”, questionou a um grupo de apoiadores, no Palácio da Alvorada nessa manhã.

“A gente vai fazer um vídeo nesta semana, dos 22 ministros, todas aqueles que tomaram hidroxicloroquina vão falar eu tomei. É a alternativa no momento. Ah, não tem comprovação científica, mas não tem cientificamente falando o contrário também”, disse Bolsonaro.

(Gazeta do Brasil)

Aranhas “gigantes” aterrorizam moradores de bairro em BH


Segunda, 10 de Maio de 2021


Moradores de Buritis, bairro nobre em Belo Horizonte, têm sido visitados por aranhas “gigantes” assustadoras. Com cerca de 15 centímetros, os aracnídeos são do tipo “armadeiras”, que além de venenosas, possuem picada dolorosa.

Flávia Prado foi uma das pessoas que se deparou com o animal em sua residência. Em entrevista ao UOL, ela relatou que avistou o bicho escalando o teto de seu apartamento no 8º andar de uma área urbanizada.

– Fiquei muito desesperada! Como tenho filhinhas pequenas, eu logo pensei: vai matar minhas meninas! – declarou.

Renata Viol de Barros, de 37 anos, também foi surpreendida pela visita indesejada. A gerente comercial encontrou o bicho no canto do espelho de seu banheiro logo após retirar sua filha de um ano do banho. Ela conta que a aranha era marrom, tinha pelos pelo corpo e patas dianteiras duplas.

Renata entrou imediatamente em contato com o Corpo de Bombeiros e com uma empresa de dedetização, porém, foi informada de que os funcionários e agentes não realizam a captura. Ela e seu marido, Eduardo Barros, precisaram montar sozinhos uma estratégia para capturar o animal.

– Pensamos em evitar matá-la, mas não era possível porque ela estava no alto. Tinha chances dela pular em nós ou fugir. Fechamos todas as portas, meu parido pegou a vassoura e eu peguei um vidro de inseticida. Acertamos ela várias vezes e, ainda assim, ela não morria. Foi aterrorizante, mas tivemos que manter a calma e o sangue frio para não assustar a nossa filha que estava em casa.

Renata e o marido conseguiram matar a aranha e descartá-la. Uma foto registrada pela família foi compartilhada em uma página do bairro nas redes sociais, e relatos de outros moradores da região começaram a surgir.

RECOMENDAÇÕES

Aranhas do tipo armadeiras são da espécie Phoneutria sp, e as consequências da picada variam conforme cada pessoa, porém, pode ser mais grave em acidentes com crianças. Os sintomas incluem dor, inchaço e vermelhidão no local, aceleração cardíaca, aumento de pressão, vômito e diarreias.

Especialistas recomendam que em casos de picadas, o ideal é capturar o animal para que os médicos utilizem o remédio mais adequado no tratamento.


Fonte: Sobral 24 Horas

Destroços do foguete chinês caem perto das Ilhas Maldivas


Segunda, 10 de Maio de 2021


Os destroços do foguete chinês Long March 5B, que estavam a caminho da Terra e causaram expectativa na última semana sobre qual seria o lugar em que cairiam, finalmente alcançaram nosso planeta. De acordo com a agência espacial chinesa, as partes do equipamento “aterrissaram” no Oceano Índico, a oeste das Maldivas.

Os pedaços do Long March 5B, de 18 toneladas, cuja maior parte dos componentes foi desintegrada na reentrada na atmosfera terrestre, reentraram na atmosfera às 10h24, horário de Pequim, final da noite de sábado (8) no Brasil, informou o Escritório Chinês de Engenharia Espacial em um comunicado.

As coordenadas informadas, de 72,47° de longitude leste e 2,65° de latitude norte, colocam o ponto de impacto no oceano, a oeste do arquipélago das Maldivas. O Space-Track, baseado em dados militares dos Estados Unidos, também confirmou a entrada na atmosfera da nave descontrolada e o local da queda.

As autoridades chinesas alegaram que o giro fora de controle do segmento do Long March 5B representou pouco perigo. O país asiático colocou em órbita o primeiro módulo de sua estação espacial em 29 de abril, graças ao foguete Long March 5B – o mais poderoso e imponente lançador chinês. Foi a 1ª parte deste foguete que retornou à Terra. (Pleno News)

PSB pede ao Supremo que intime governador do Rio por operação em Jacarezinho (veja o vídeo)

 Segunda, 10 de Maio de 2021




A solicitação do PSB se refere à operação na favela do Jacarezinho, zona norte da capital fluminense, realizada, na quinta-feira (6) e que deixou 28 mortos, entre eles, um policial civil. A legenda é a mesma que propõe redução de suposta “letalidade policial” e que será debatida no Supremo, a partir do dia 21.

“Creio que a operação não tenha sido realizada em conformidade com a decisão do STF. Por isso mesmo, será necessária uma rigorosa investigação e a correspondente punição dos agentes policiais que cometeram excessos”, alegou Carlos Siqueira, presidente nacional do PSB. 
O Governador do Rio de Janeiro se defendeu das acusações, garantiu que a decisão do STF não foi descumprida e detalhou a rotina de horror pela qual passam os moradores da favela:
“É preciso deixar claro que a operação foi no fiel cumprimento de dezenas de mandados de prisão. Foram dez meses de trabalho de investigação que revelaram a rotina de terror e humilhação que o tráfico impôs aos moradores. Crianças eram aliciadas e cooptadas para o crime. Famílias inteiras eram expulsas de suas casas e mortas”, .

A opinião de Cláudio Castro foi apoiada pelo prefeito do Rio, Eduardo Paes (Democratas) que, em entrevista à CNN, reclamou da atuação do ministro do Supremo, que proibiu a entrada de policiais nas comunidades.

“Faço, aqui, um apelo ao Supremo Tribunal Federal, ao Poder Judiciário... Se há alguma intervenção a ser feita, não é ‘tirando o bode da sala’. Se alguém cometeu algum equívoco, que se apure e que se puna as forças policiais.... ‘Aqui, não entra mais Estado’. Que é isso??? Que decisão é essa? Desculpa. Não faz sentido!!”, afirmou, fazendo coro ao governador.

Confira o vídeo:

Ao lado de Bolsonaro, General Braga Netto volta a reforçar o compromisso das Forças Armadas com a Constituição (veja o vídeo)

Segunda, 10 de Maio de 2021

Em pleno “Dia da Mães”, ao lado do presidente Jair Bolsonaro, o ministro da Defesa, General Braga Netto, após desejar um ‘feliz dia da mães’, reforçou o compromisso das Forças Armadas:

“Estejam certos que as Forças Armadas estão prontas para defender a Constituição”. 
O recado parece que tem um alvo bem claro e definido.

Veja o vídeo:

Barroso publica vídeo polêmico sobre a descriminalização da maconha (veja o vídeo)

 Segunda, 10 de Maio de 2021

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, que também é presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), levantou uma polêmica, neste sábado (8), ao divulgar vídeo, no Twitter, apoiando a legalização da maconha no Brasil. Na postagem feita pelo magistrado, uma mulher, identificada como Dona Tereza, “esclarece ao público presente” as razões pelas quais a droga deveria ser descriminalizada, segundo o ponto de vista dela.

Na legenda da publicação, Barroso escreveu:

“O depoimento dessa senhora vale por alguns tratados jurídicos e sociológicos. Merece ser visto com atenção e respeito”.

Nas imagens, a mulher brada:

“Legaliza essa porcaria. Começa a vender lá, na farmácia... que eu quero ver os grandes empresários se matarem iguais aos nossos estão se mantando por um dinheiro que nem é deles”, disse a mulher que tem marido e filho presos.

E continua a defesa:

“Legaliza! Vai fumar quem quiser fumar porque ninguém é obrigado a fazer nada porque, proibido, já tá todo mundo fumando. Esse é um ponto”, acredita.

A mulher ainda diz que os presos são “vítimas da sociedade” e garante que o Estado possui metade da responsabilidade quando uma pessoa se torna criminosa.

“Ninguém faz um filho pra se tornar criminoso. No caminho da vida, ele pega um atalho e para no cárcere e essa responsabilidade não pode ser nossa. Metade dessa responsabilidade é do Estado, que não nos dá melhores condições de criar os nossos filhos, que protege meia dúzia de riquinho. Porque o pau que bate em Chico não dá em Francisco e esse pau precisa começar a bater do lado de lá. Vamos reivindicar os nossos direitos com sabedoria e determinação”, dispara.

Esta não é a primeira vez que o integrante do Supremo se declara a favor da legalização da droga. Em 2017, Barroso citou a descriminalização com alternativa para, segundo ele, combater o tráfico de drogas e a superlotação dos presídios. Porém, naquele mesmo ano, um levantamento feito pelo Paraná Pesquisas comprovou que 70,9% da população é contra a legalização da maconha e 84,3% contra a da cocaína.

Luis Roberto Barroso apontou a crise no sistema carcerário, com mortes em presídios do Amazonas e de Roraima, para defender a legalização das drogas como suposto caminho para conter o tráfico e reduzir a população carcerária.

“A primeira etapa, ao meu ver, deve ser a descriminalização da maconha. Mas, não é descriminalizar o consumo pessoal. É mais profundo do que isso. A gente deve legalizar a maconha. Produção, distribuição e consumo. Tratar como se trata o cigarro, uma atividade comercial. Ou seja: paga imposto, tem regulação, não pode fazer publicidade, tem contrapropaganda, tem controle”, explicou “o plano”, na época.

E continuou:

“E, se der certo com a maconha, aí, eu acho que deve passar para a cocaína e quebrar o tráfico mesmo”, concluiu.

Holanda e Uruguai, que legalizaram a maconha em seus territórios, hoje, se arrependem. Reportagem de 2008, da revista Veja, entrevistou o professor da Universidade de Amsterdã, o criminologista Dirk Korf e ele manifestou que a população estava descontente porque os índices de criminalidade não tinham diminuído. Ao contrário, havia aumentado com o crescente número de “turistas da droga”, pessoas dispostas a consumir de tudo, não apenas maconha. O que fez proliferar o narcotráfico nas ruas de bairros boêmios.

“Hoje, a população está descontente com essas medidas liberais, pois elas criaram uma expectativa ingênua de que a legalização manteria os grupos criminosos longe dessas atividades”, disse a VEJA (2008).

No vizinho ao lado, o Uruguai, por sinal, o primeiro país do mundo a legalizar o mercado da maconha, nada melhorou com a legalização da droga. Estudos revelaram que houve, sim, um aumento no número de usuários de maconha por lá; ao invés de diminuir. Além disso, a violência ligada ao narcotráfico atingiu níveis alarmantes.

O presidente uruguaio, José Mujica, líder da esquerda que promoveu essa política, seis anos depois, se defendeu sobre os péssimos resultados da lei.

"Custa muito mudar. Não será mágico", disse ele, em conversa com a BBC Mundo, em 2019.

Confira o vídeo:

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

A mente esquerdista e a doença psicológica dos eternos imaturos (veja o vídeo)

Segunda, 10 de Maio de 2021

A ideologia de esquerda, de matriz socialista, reinou soberana no Brasil nos últimos 24 anos.

Os governantes desse período gozaram do conforto da ignorante confiança do povo, que na sua maioria, não se interessava por política.

Por esse motivo, toda a nação sofreu influência do modo de governar esquerdista. Mas, com o advento da internet, as redes sociais funcionam como importantes instrumentos de conexão entre as pessoas, grupos que compartilham os mesmos interesses, interagindo entre si. E através da mídia orgânica, o Brasil elegeu em 2018, o presidente Bolsonaro. E assim, nasce o interesse do Brasil pela política.O povo disse não à agenda esquerdista/socialista/comunista, para dizer sim a agenda de cunho direitista/conservador/Cristão.

Acontece, porém, que os veteranos do poder e os seus aliados, inconformados com a perda do trono e de todas as regalias, vêm desde então, tentando “tomar o poder” com ataques infundados baseando-se nos recortes de conversas do presidente com seus apoiadores, atrás do “cercadinho do planalto” e de suas LIVES de quinta-feira. Tudo é motivo de CPI e pedidos de impeachment.

Acontece, porém, que o modo como a direita vem reagindo a esses ataques infindáveis, com reatividade ou justificativas, tem o efeito equivalente a alimentar o fogo da vingança da oposição, cujas labaredas já atingiram todos os poderes da República.

O Brasil é o único País do mundo que tem que enfrentar a ameaça diária de queda de um presidente em plena pandemia. Único País que apesar de a maioria do povo demonstrar apoio ao presidente, não impediu a abertura de uma CPI para investigá-lo, com intenção de incriminá-lo por qualquer mínimo erro, e, assim, arrancá-lo da cadeira. Esses homens do Poder Legislativo, transformaram a própria casa parlamentar, em um ambiente altamente tóxico, onde os depoimentos são interrompidos por perguntas pontuais, na tentativa de induzir o depoente a incriminar o presidente.

Todos sabemos que não há real interesse em apurar culpados de fato. O que há é a tentativa de arrumar um fato para culpar.

O Brasil de Bolsonaro precisa reagir. Para combater a destrutividade desses ataques, faz-se necessário compreender como a mente desses tiranos disfarçados de democratas funciona. Nada entendem de democracia. A esquerda tem um conceito equivocado de democracia, quer que o povo aceite os seus conceitos “na marra”.

Pelo que entendemos, democracia começa por aceitar as derrotas, aceitar a alternância de poder, aceitar as possíveis falhas do governo em exercício; e, se houver, cabe aos poderes Legislativo e Judiciário o contraponto, para reparar da melhor maneira os danos.

Entendo que nada pode deter a fúria dos nossos representantes políticos de oposição. Falta-lhes a visão humanista, pois, ela encontra-se comprometida por doença típica da mente esquerdista. Só nos resta compreender o fenômeno e buscar estratégias mais assertivas para lidar com a insanidade destrutiva desses homens sem escrúpulos.

Tenho buscado por meio do estudo, a compreensão da relação entre a psicologia humana e o processo social.

Encontrei, recentemente, o livro: A MENTE ESQUERDISTA, As Causas Psicológicas Da Loucura Política. O americano LYLE H. ROSSITE é especialista em psiquiatria forense, com mais de 40 anos de prática clínica em psiquiatria geral.

Ele trata da natureza humana e seus ideais de liberdade. Diz que o livro nasceu “a partir de uma preocupação profunda com o futuro da liberdade ordenada.”

“O século XX inteiro, e o início do XXI, têm testemunhado ataques incansáveis do esquerdismo a todos esses objetivos e a todos os princípios sobre os quais as liberdades individuais e a ordem social racional estão fundamentadas. Embora eles sejam contundentemente deficientes em termos de substância política, esses ataques têm sido, não obstante, bem-sucedidos na exploração da natureza psicológica do homem para propósitos socialistas.”

Segundo o Dr Lyle:

“A agenda esquerdista, por exemplo, despersonaliza, e até mesmo desumaniza, os cidadãos quando exalta a bondade de um "todo" abstrato sobre a soberania do indivíduo, que deve assim estar subordinado aos fins coletivos do estado. De fato, para o integrante do governo imerso nos propósitos coletivistas, seres humanos são coisas a serem dominadas; são meros meios para se atingir fins. Apenas a agenda política realmente importa, e não a experiência consciente do indivíduo que ela domina. A indiferença fundamental da agenda esquerdista para com a subjetividade do indivíduo, cuja soberania está enterrada no grande coletivo”

Aborda as neuroses, psicopatia e a imaturidade que é a principal característica da mente esquerdista. Esse livro não é um tratado sobre política, é sobre o ser humano.

Segue abaixo o link o vídeo da LIVE entrevista ao canal: “Os Bastidores de Brasília” em que abordo de maneira simplificada e muito prática o tema título desse artigo:

Entrevistador: Emílio Kerber

Entrevistada: Bernadete Freire Campos. Psicóloga/Psicopedagoga/Hipnoterapeuta.

Foto de Bernadete Freire Campos

Bernadete Freire Campos

Psicóloga com Experiência de mais de 30 anos na prática de Psicologia Clinica, com especialidades em psicopedagogia, Avaliação Psicológica, Programação Neurolinguística; Hipnose Clínica; Hipnose Hospitalar ; Hipnose Estratégica; Hipnose Educativa ; Hipnose Ericksoniana; Regressão, etc. Destaque para hipnose para vestibulares e concursos.


Fonte: Jornal da Cidade Online

Estão distorcendo o que o presidente fala e divulgando falsamente no exterior

Segunda, 10 de Maio de 2021

A mídia estrangeira continua acreditando nas falácias ditas pela mídia do ódio brasileira e, pior, no conhecido “método do telefone sem fio” (aquela brincadeira que fazíamos quando criança, em que o primeiro da fila diz algo e o ultimo recebe uma mensagem totalmente distorcida em relação à original), entrega uma notícia ainda mais distante dos fatos.

Um exemplo está na matéria publicada neste final de semana pelo RTP um dos maiores e mais tradicionais grupos de comunicação de Portugal.

No título:

“Jair Bolsonaro quer acabar com o voto eletrónico nas eleições do Brasil”

E é disponibilizado ainda um vídeo curto, editado apenas com o trecho em que o presidente afirmou que se o congresso promulgar o voto impresso, assim será feito, a não ser que não ocorra eleições.

Link da matéria e do vídeo:

https://www.rtp.pt/noticias/mundo/jair-bolsonaro-quer-acabar-com-o-voto-eletronico-nas-eleicoes-do-brasil_a1318181

Bastam, portanto, menos de cinco linhas e um vídeo com conteúdo totalmente retirado de um contexto muito maior, para que uma nação inteira, do outro lado do Atlântico, seja portadora de uma mensagem que transparece um presidente ditador e que ameaça as eleições.

Realmente algo preocupante quando aqui todos sabemos que Bolsonaro jamais defendeu o fim do voto eletrônico ou das urnas que permitem este tipo de voto, mas que, na verdade, ele sempre cobrou a impressão deste voto, em papel (como ocorre quando efetuamos um pagamento com cartão e recebemos o pequeno cupom ou comprovante emitido pela máquina).

Algo simples, prático, cuja tecnologia é acessível e barata e, principalmente, auditável.

Mas curiosamente há uma verdadeira cruzada da oposição e dos adversários do atual governo, alimentados e divulgados pela mídia extrema, em sua guerra cheia de ódio e mentiras para derrubar o presidente a qualquer custo, se possível, antes mesmo do pleito de 2022.

Fica um alerta para os canais de comunicação estrangeiros, para que tenham mais cuidado e profissionalismo, e que abram mão de qualquer ideologia (até porque não conhecem absolutamente nada da realidade brasileira, ainda que julguem saber), ao reproduzir ou repercutir notícias daqui.

A mentira, que sempre teve pernas curtas, ganhou asas e atravessa o planeta na velocidade da luz por causa da internet … e antes que possamos desmascará-la, ela já foi contada muito mais do que mil vezes para se tornar verdade.

Fonte: Jornal da Cidade Online

Saiba como Bukele, um dos mais jovens presidentes do mundo, destituiu todos os ministros da Suprema Corte

 Segunda, 10 de Maio de 2021

“Juízes não têm como função criar leis nem políticas públicas, muito menos administrar a economia, a saúde, a educação e a segurança pública”. (Marcelo Rocha Monteiro – “Sereis como deuses: O STF e a subversão da Justiça”).

Mirem-se em El Salvador. De lá vêm as boas-novas! Como uma espécie de milagre feito pelo povo, o país que sempre foi chamado de “República das Bananas”, em face da corrupção reinante em seu território, de repente resolveu dar uma guinada de cento e oitenta graus em direção contrária e chutou os “canhotas-socialistas”, todos, da administração do país! Sem golpe. Sem brigas. Pelo voto. Tudo dentro da lei e da ordem democrática.

El Salvador era dominado e controlado pelos partidos “Alianza Republicana Nacionalista” (ARENA, direita- fake) que corresponde ao PSDB e a ex-guerrilha de esquerda “Frente Farabundo Martí para a Libertação Nacional” (FMLN), que corresponde ao PT. Os dois se revezavam no poder, como no Brasil, aplicando sobre o povo o esquema da “Tesoura-Marxista”, onde um partido funciona como oposição-falsa e o outro controla o poder. Depois há um revezamento entre eles. Tanto a Arena quanto a FMLN alternaram-se no poder em El Salvador entre 1989 e 2019.

“Aqui demoramos 30 anos para jogar fora o regime que nos mantinha na miséria, corrupção, insegurança e desesperança”, disse Nayib Bukele. 
Mirem-se em El Salvador, pois tudo começou assim:
“Os salvadorenhos elegeram (em 2019) o mais jovem presidente do mundo. Seu nome é Nayib Bukele. Tem 39 anos e, quando coloca o boné de rapper voltado para trás, parece ainda mais novo. É também o mais popular: seus níveis de aprovação chegaram a 93%. E não caíram muito mais do que isso. Bukele está mudando rapidamente o país, tristemente célebre pela miséria e violência. Já atraiu hostilidade simultânea de parte da imprensa tradicional, de órgãos de defesa dos direitos humanos e do ditador Nicolas Maduro.” (Dagomir Marquezi – Revista Oeste, Edição 52).

Nayib Bukele, assim como Jair Bolsonaro, eram motivo de chacota dos donos do poder quando se candidataram a Presidente. Lá como cá, nenhum dos dois ganharia. Cá, Bolsonaro perdia até para o cabo Dalciolo. Lá, Nayib Bukele, segundo os institutos de pesquisa, era só uma piada.

Pobres Institutos de Pesquisas. Pobre imprensa que ainda não percebeu que sua voz mentirosa e tendenciosa não ecoa e nem é mais ouvida pelo povo. Triste imprensa que não tem qualquer autoridade, pois sua credibilidade foi sufocada pela Internet; pela comunicação rápida das redes sociais, que desmente tudo aquilo que o jornalismo militante divulga e falseia.

E o povo, como um furacão, soprou fortemente com seus títulos eleitorais e seus votos. E Lá venceu Nayib Bukele. E Cá venceu Bolsonaro.

Vitorias esmagadoras, históricas, vitórias que puseram fim ao monopólio exercido durante as últimas décadas pelos partidos de esquerda.

Eis o que disse o jornal espanhol “El País”, de orientação esquerdista, e com edições em vários países do mundo, inclusive no Brasil, em 04 de fevereiro de 2019, destilando veneno:

“No aspecto político, o novo presidente também não terá vida fácil e a paralisia ameaça sua chegada ao poder. Bukele deverá fazer política em uma Assembleia dominada pelos dois partidos hegemônicos em El Salvador – Arena e FMLN – na qual sua nova formação – GANA – quase não tem peso. O novo presidente tem dois anos para tentar transferir seu sucesso midiático nas eleições para a Assembleia, que serão realizadas em 2021. Enquanto isso, terá de viver dos rendimentos deixados pela esperança angariada na noite do domingo”.

Releiam as últimas palavras do jornal esquerdista El País: “...enquanto isso, terá de viver dos rendimentos deixados pela esperança angariada na noite do domingo”. Lá, Bukele seria paralisado e dominado pela Assembleia Legislativa. Ele e seus eleitores viveriam apenas da esperança de mudança. Cá, Bolsonaro também sofreria e sofre o mesmo processo.

O tenebroso cenário não assustou nem um, nem outro. Contra os dois governantes se juntaram deputados, senadores, a imprensa militante e o Supremo. A favor dos governantes o povo que os elegeu.

Bukele, primeiramente confrontou a imprensa militante. A Globo de lá se chama “El Faro” que começou a ser investigada por suas ligações com o poder que durou 30 anos. Tudo igualzinho ao Brasil.

E a gritaria de sempre começou. A imprensa, liderada pela rede “El Faro”, os artistas, os ativistas, as Ongs e todos os que “se acham a consciência do mundo” e nunca podem ser investigados, contra-atacaram se fazendo de vítimas e com o mimimi de sempre:

"A Fundação Gabo me enviou uma carta assinada por mais de 500 jornalistas e escritores alarmados com os ataques de Nayib Bukele à imprensa em El Salvador", informou o Relator Especial para a Liberdade de Expressão da Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), Edison Lanza”.

Os ataques a Bukele que a imprensa chama de “denúncias” são todos verdadeiros, segundo os “inocentes e probos jornalistas”. As respostas de Bukele a imprensa contra esses ataques são todos falsos, são abusos de poder, gritam cinicamente os jornalistas.

“Alguns jornalistas dizem que este governo ataca a imprensa; estamos comprometidos com a liberdade de expressão, mas alguns vão publicando uma série de mentiras e o que fazemos é negá-las. Isso não é uma violação da liberdade”, disse o presidente.

Em El Salvador, assim como no Brasil, é tudo igual. Os comunas-socialistas dominam toda comunicação oficial, mas não perceberam que sua influencia e credibilidade se aproxima de zero.

Bukele confrontou a Assembleia Legislativa e a Suprema Corte e suas medidas drásticas que em face da pandemia do coronavírus levaram “alguns” (os mesmos de sempre: imprensa, os que perderam as eleições...) a acusá-lo de autoritarismo e de querer acumular muito poder a ponto de colocar em risco a jovem e frágil democracia do país.

O mesmo discurso articulado pelos “que se acham donos” do Brasil e que foram defenestrados do poder por Jair Bolsonaro.

Disse Bukele:

- "Pedi a Deus e ele me disse para ser paciente".

Ele se referia ao fato de ser impedido de governar, pois deputados e senadores de maioria canhota, assim como no Brasil, faziam requerimentos ao Supremo e vetavam todos os seus atos. Ele pediu ao povo que confiasse e votasse pela substituição de toda Assembleia Legislativa, que lá corresponde ao senado/câmara do Brasil, e que os novos eleitos se comprometessem em retirar todos os juízes do Supremo assim que assumissem.

As eleições ocorreram em 28 de fevereiro de 2021.

E o povo, novamente, como um furacão, soprou fortemente com seus títulos eleitorais e seus votos. E varreu do mapa todos da Assembleia Legislativa que faziam oposição e impediam Bukele de governar.

Em 1º de maio de 2021 a nova Assembleia Legislativa de El Salvador tomou posse.

Em 02 de maio de 2021 destituiu todos os juízes da Suprema Corte e o Procurador Geral, acusados de compactuar com a oposição, através de um simples ato legislativo. E no mesmo dia empossou os novos Juízes do Supremo e o novo Procurador. Tudo dentro da lei. Tudo dentro da Constituição. Tudo dentro da democracia. Simples assim. Quem pode contestar?

Disse Bukele pelo Twitter na madrugada de 02 de maio, alertando aos críticos de sempre:

“Aos nossos amigos da comunidade internacional: Queremos trabalhar com vocês, negociar, viajar, nos conhecer e ajudar onde pudermos. Nossas portas estão mais abertas do que nunca. Mas com todo o respeito: Estamos limpando nossa casa. … e isso não é da sua conta”.

Mirem-se em El Salvador e vamos também limpar nossa casa em 2022.

Fonte: Jornal da Cidade Online

domingo, 9 de maio de 2021

No Dia das Mães, Polícia encontra criança desaparecida e devolve para mãe

 Domingo, 09 de Maio de 2021




A Brigada Militar (PM) foi acionada e conduziu a criança até a DPPA (Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento).

A criança não sabia dizer o próprio nome ou o nome da mãe.

Policiais civis, juntamente com o Conselho Tutelar fizeram diligências no bairro onde a criança foi encontrada e localizaram a casa da mãe, há cerca de duas quadras de onde o menino foi encontrado.

A criança estava o tempo todo tranquila e aparenta ter boa saúde.

O fato foi registrado e o caso será acompanhado pelo Conselho Tutelar.

Fonte: Jornal da Cidade Online

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055