martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

sábado, 10 de julho de 2021

Justiça do RJ nega pedido para que Brasil seja obrigado a usar camisa 24 na final da Copa América

 Sábado, 10 de Julho de 2021

Foto: Gledston Tavares/FramePhoto/Estadão Conteúdo – 27.jun.2021

A Justiça do Rio negou o pedido de liminar do Grupo Arco-Íris de Cidadania, do movimento LGBTQIA+, que cobrava a adoção, por parte da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), da camisa de número 24 durante a final da Copa América, neste sábado (10), quando Brasil enfrenta a seleção argentina no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, às 21h.

Na decisão, o juiz Caetano Ernesto da Fonseca Costa argumenta que “não há omissão ou contradição a serem sanadas”.

O magistrado afirma ainda que “o assunto da presença de homofobia ou não pela recusa ao n. 24 na camisa do jogador vai para muito mais além do jogo de hoje entre Brasil e Argentina e que ainda acredita no respeito à diversidade, que alguns de nossos valorosos jogadores, se a regra do campeonato o permitir, entrará em campo com a camisa n. 24 sem que um(a) juiz(íza) tenha que obriga-lo a fazer”.

A Ação Civil havia sido protocolada na última quinta-feira (8) pelo grupo do movimento LGBTQIA+, que acusa a entidade de homofobia, e cita que o número ignorado pela seleção brasileira é “historicamente relacionado ao homem gay no Brasil”.

Caso a justiça acatasse a decisão, o volante Douglas Luiz seria obrigado a usar a camisa 24 ao invés da 25, número anteriormente definido pela comissão técnica.

“A seleção brasileira de futebol masculino, dentre todos as seleções que participam da Copa América, é a única que não usa o número 24 (vinte e quatro) nos uniformes. A numeração dos jogadores da seleção brasileira pula do número 23 para o 25”, ressalta a Ação Civil.

A liminar também sugeria que a CBF fosse multada em R$ 460 mil, caso descumprisse a decisão. O movimento pedia ainda que a entidade se desculpasse publicamente por ter cometido discriminação.

O caso gerou tanta repercussão que a Confederação Brasileira de Futebol pode ser investigada pelo Comitê de Ética da Fifa, após uma representação contra a entidade ser protocolada por movimentos LGBTQIA+.

A CBF informou que repudia qualquer preconceito e que a numeração utilizada pelos jogadores é responsabilidade da comissão técnica.

CNN Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES

  1. Decisão acertadíssima. Só se pode fazer ou deixar de fazer alguma coisa em virtude da Lei. Não existe nenhuma lei obrigando a jogadores de futebol a usar uma camisa com o número 24 nas costas. Seria uma lei ridícula e imbecil. Esse tipo de atitude desses grupos que querem impor sua ideologia, só atrai a antipatia da sociedade. O mesmo vale para os que querem impor a ideologia de gênero.

Vacinado com 2 doses, senador Otto Alencar está com Covid-19

Sábdo, 10 de Julho de 2021


Integrante da CPI da Covid-19, o senador Otto Alencar (PSD-BA), de 73 anos, foi diagnosticado com Covid-19 nesta sexta-feira (9). Alencar já foi imunizado com as duas doses da vacina contra o vírus.

A nota enviada pela assessoria afirmou que o senador começou a manifestar sintomas da Covid-19 na terça-feira (6). Ele apresentou coriza e leve dor de cabeça. A confirmação da doença veio através de um exame PCR.

– Com fé em Deus, logo estarei de volta ao trabalho. Sempre usei máscaras, álcool gel e não participei de aglomerações. O vírus está comunitário. Todos devem se cuidar muito e manter as medidas de segurança recomendadas pelas autoridades sanitárias – disse o senador na nota.

Apesar da doença, ele segue acompanhando virtualmente as audiências e oitivas da CPI da Covid-19. (Pleno News)

Instituto de Advogados representa contra O Antagonista por apologia ao crime e pede prisão de envolvidos

 Sábado, 10 de Julho de 2021

Os Advogados membros do Instituto Nacional de Advocacia (INAD) decidiram apresentar notícia crime na Procuradoria Geral da República contra o periódico O Antagonista por conta da matéria veiculada no dia de hoje que, inquestionavelmente faz apologia ao crime de homicídio ao Presidente Jair Bolsonaro e, consequentemente, sugere a prática de crimes contra o Estado Democrático de Direito e ao Poder Executivo, já que o alvo do ataque representa o referido Poder.

Segundo consta na denúncia "A apologia de assassinato não somente configura crime tipificado no Código Penal, como também configura crime contra a Lei de Segurança Nacional, além de caracterizar um ataque a instituição da Presidência da República e ao Estado Democrático de Direito."

Destacou o INAD, que é composto por centenas de Advogados associados, que a liberdade de imprensa não é ilimitada, encontrando limites quando extrapola o exercício da profissão, como a do caso em questão.

Além disso, relembraram que por muito menos o deputado Daniel Silveira está preso até hoje, mesmo possuindo imunidade parlamentar, considerando que não ameaçou ninguém de morte e que não possui o alcance de um jornal de âmbito nacional, requerendo o INAD a avaliação do pedido de decreto de prisão preventiva de todos os envolvidos na divulgação da matéria.

Veja o documento:

A deprimente hipocrisia do apresentador da SporTV sobre a liberação de público na final da Copa América

 Sábado, 10 de Julho de 2021

O apresentador da Sportv, André Rizek, voltou a destilar a já famosa lacração ao criticar a liberação da presença de público na final da Copa América, no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, na noite deste sábado.

‘Só me resta torcer que dê tudo certo’, disse o jornalista. 
Vale lembrar que será apenas 10% da capacidade total do estádio, o que deve limitar a, no máximo, 6 mil torcedores, em uma imensidão de espaço vazio com mais de uma dezena de entradas e saídas.

Será que o jornalista também torce, diariamente, para que dê tudo certo para os milhões de brasileiros que se esmagam em ônibus, metrôs e trens lotados, muitos deles, aliás, a serviço das muitas afiliadas, escritórios e redações do próprio grupo Globo, espalhados pelo país?

Hipocrisia, a gente vê por aqui ... plim plim!

Fonte: Jornal da cidade Online

Sensacional: Imagens aéreas de concentração em motociata de Porto Alegre, revelam multidão (veja o vídeo)

Sábado, 10 de Julho de 2021

A motociata de Porto Alegre com o presidente Jair Bolsonaro já pode ser considerada um dos maiores eventos da história da capital gaúcha.

E os vídeos de diversos momentos do encontro continuam surgindo na rede.

Confira a imagem aérea, ainda na concentração, com uma multidão de motociclistas e apoiadores do presidente.

Veja o vídeo:

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

“Xi Jinping já prendeu, torturou e executou opositores”, alerta jornalista que já trabalhou na China (veja o vídeo)


Sábado. 10 de Julho de 2021

O Partido Comunista Chinês comemorou 100 anos e o presidente Xi Jinping fez um discurso muito forte, quase ameaçador.

Segundo ele, quem intimidar a China terá a cabeça esmagada.

O jornalista Rafael Fontana, que já trabalhou no país, ressaltou, no programa Debate JCO, que este grupo do Xi Jinping é o mais agressivo desde o começo do partido na China:

“Já existia uma China teoricamente livre, mas mesmo assim o partido comunista só chegou ao poder em 1949. Estamos aí na China comemorando os 100 anos de Partido Comunista, mas o grande alvo deles é chegar a 100 anos de governo em 2049.
Por que Xi é tão agressivo? Porque ele não pode deixar o poder. Xi Jinping perseguiu seus opositores. Quando ele diz que vai esmagar, ele está dizendo o que já fez. Ele já prendeu, torturou, executou opositores e outras prisões foram convertidas em perpétua.
Essa agressividade significa sobrevivência! Xi Jinping, seu grupo e sua família sabem que, se eles deixarem o poder, vão ser perseguidos e talvez mortos. Então é preciso manter a economia da China crescendo, é a única forma de se manter no poder”, explicou o jornalista.

Confira:

Fonte: Jornal da Cidade Online 

Bolsonaro diz que não responderá carta, chama senadores da CPI de ‘bandidos’ e fala que não comprou Covaxin

Sábado, 10 de Julho de 2021

Foto: Antonio Valiente/Agência RBS

O presidente Jair Bolsonaro disse que não irá responder a carta de “bandidos” e “ladrões” da CPI da Covid e que não comprou a Covaxin. “Gastamos um centavo com a Covaxin? Eu gastei um centavo? Responda“, falou ao jornalista. “Além dos filtros do Ministério da Saúde, você tem o compliance nosso, você tem a CGU [Controladoria-Geral da União] e tem o TCU [Tribunal de Contas da União], e tem eu no final da linha que vai: só compra passando pela Anvisa [Agência de Vigilância Sanitária]“, disse.

Bolsonaro também fez uma conta que simularia as supostas irregularidades citadas no Ministério da Saúde: “Se multiplica 400 milhões de doses vezes 150 doses vezes R$ 5 dá R$ 300 bilhões. Isso é uma coisa absurda, meu Deus do céu. Eu assinei uma MP em dezembro do ano passado de R$ 20 bilhões para comprar vacina para todo mundo. R$ 300 bilhões não tem cabimento, é uma coisa absurda. Só serve a Renan Calheiros, só serve a Omar Aziz ou a Randolfe“, afirmou.

Reunião com Luis Miranda

Quando questionado sobre uma possível reunião do deputado Luis Miranda com o presidente para tratar do caso, Bolsonaro afirmou: “Ô cara, você vai ouvir sobre o que eu quero falar“.  “Eu tenho reunião com 100 pessoas por mês. Os assuntos mais variados possíveis. Eu não posso simplesmente chega uma coisa para mim e ter que tomar providência imediatamente. Tomei providência nesse caso. Comprou uma dose?“, perguntou Bolsonaro.

Voto impresso

Questionado sobre o tema, o presidente disse: “Você quer eleições limpas? Eu quero perguntar: você quer eleições limpas? Nós queremos também”.

As declarações foram feitas em rápida entrevista à Rádio Gaúcha. No áudio, é possível ouvir apoiadores gritando “jornalismo lixo“. Ouça:

Com informações de Poder 360 

RN tem menor número de mortes por Covid em leitos públicos desde 2 de fevereiro

 Sábado, 10 de Julho de 2021

Foto: Suamy Beydoun/AGIF/Estadão Conteúdo

Os leitos públicos voltados ao atendimento de pacientes com covid-19 tiveram seis mortes na sexta-feira (9), de acordo com o portal Regula RN. O número é o menor desde 2 de fevereiro. A Secretaria de Saúde do Rio Grande do Norte afirma que o estado chegou à marca de 6.898 mortes em decorrência da doença.

Além das mortes confirmadas até o momento, ainda há 1.453 óbitos suspeitos de terem sido ocasionados pela covid-19, mas seguem sob investigação.

Segundo os dados do portal Regula RN, a sexta-feira foi o dia com menos mortes nos leitos públicos desde 2 de fevereiro, quando foram registradas cinco mortes. Em todo ano de 2021, somente em dois dias morreram menos pessoas em decorrência da covid-19 do que na sexta-feira passada.

Com informações de Tribuna do Norte

Criança de 2 anos se salva de incêndio após se esconder dentro de geladeira em Cuiabá; mãe é presa e diz que havia saído para ‘resenha’

 Sábado, 10 de Julho de 2021

Criança se escondeu dentro de geladeira — Foto: Rafael Medeiros

Uma criança de 2 anos se salvou de um incêndio após se esconder dentro da geladeira no Bairro Altos da Serra, em Cuiabá, na madrugada dessa sexta-feira (9).

A mulher confessou que deixou o filho de apenas dois anos para sair para uma “resenha” e foi autuada em flagrante por abandono de incapaz.

Os vizinhos perceberam as chamas por volta de 1h30 e utilizaram baldes de água para conter o fogo. Durante os trabalhos, eles localizaram a criança com vida, abrigada dentro da geladeira da residência.

O menino que estava sozinho na casa foi encaminhado para Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Morada do Ouro, onde passou por atendimento médico, sendo constatado que ele não sofreu lesões em razão do fogo.

Assim que foi acionada dos fatos, a equipe da Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente iniciou as diligências para localizar a mãe da criança, que foi encontrada na companhia do namorado.

Ela foi conduzida a delegacia onde durante o interrogatório inicialmente a suspeita disse que havia deixado a criança com uma amiga para ir trabalhar. Após diversas contradições, ela confessou que deixou o filho sozinho para ir a uma festa.

Diante dos fatos, foi lavrado o flagrante contra a mãe da criança pelo crime de abandono de incapaz. A suspeita será encaminhada para audiência de custódia na manhã deste sábado (10).

O menino está sob a guarda do Conselho Tutelar. As investigações continuam, sendo realizada a oitiva de algumas testemunhas que presenciaram o fato.

Casa foi destruída pelo fogo — Foto: Polícia Civil

G1

Governo Federal concede desconto de R$ 30 bilhões em renegociações de dívidas tributárias na pandemia

 Sábado, 10 de Julho de 2021

FOTO: HOANA GONÇALVES/MINISTÉRIO DA ECONOMIA

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, o governo concedeu desconto de R$ 30,2 bilhões a empresas e pessoas físicas que renegociaram dívidas tributárias.

Dados da PGFN (Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional) mostram que, para viabilizar os acordos, a União abriu mão de receber cerca de um terço do total devido.

De abril de 2020 a maio deste ano, foram fechados 308 mil acordos envolvendo um débito total de R$ 95,3 bilhões. Em média, cada devedor conseguiu uma redução de aproximadamente R$ 100 mil para quitar dívidas —o prazo para pagamento do valor restante também foi ampliado.

Essas tratativas são resultado da Lei do Contribuinte Legal, em vigor desde abril do ano passado e que regulamentou a chamada transação tributária —mecanismo de renegociação de dívidas voltado a devedores em situação financeira crítica.

Técnicos do Ministério da Economia afirmam que a medida não foi aprovada intencionalmente para fazer frente aos efeitos da pandemia do novo coronavírus, mas foi útil para atender um grande número de empresas abatidas pelas restrições da crise sanitária.

Os descontos concedidos no período seriam suficientes para bancar quase um ano de benefícios do Bolsa Família.

Embora o valor seja elevado, o governo argumenta que esses recursos dificilmente retornariam aos cofres públicos se não houvesse desconto e condições favoráveis para pagamento.

O procurador-geral-adjunto de Gestão da Dívida Ativa da União, Cristiano Neuenschwander, afirma que essas reduções são concedidas apenas a quem realmente precisa.

“A transação tributária é a forma que existe para podermos recuperar a dívida. Em uma situação ordinária, essa dívida é considerada de difícil recuperação e ela realmente não entraria nas contas do governo não fosse essa possibilidade de chegar a um acordo e oferecer uma condição que se encaixa na capacidade de pagamento daquele contribuinte”, diz.

De acordo com a PGFN, caso o contribuinte não cumpra o acordo até o final, os descontos são revogados e a cobrança é retomada pelo valor original da dívida.

A lei permite que o governo ofereça descontos de até 100% sobre multas, juros e encargos, respeitando o limite de 70% do valor total da dívida. O prazo máximo para os parcelamentos é de 145 meses.

Para companhias de médio e grande portes, os benefícios são menores, com desconto de até 50% do total do passivo e prazo máximo de 84 meses.

Um dos acordos mais recentes foi firmado com a Abril Comunicações. O grupo de mídia em processo de recuperação judicial assinou renegociação de R$ 830 milhões em dívidas.

Diante de movimentações do Congresso, a equipe econômica tenta combater a ideia da criação de um novo Refis (programa de refinanciamento de dívidas).

Esse modelo difere da transação por não focar em contribuintes que passam por crise financeira e oferecer benefícios a todos os devedores, mesmo aqueles em boas condições de pagamento.

“Aqueles que não precisam têm as condições normais para fazer a regularização das dívidas. O Refis sempre foi genérico, linear, dá desconto até para quem não teve nenhum abalo na crise”, afirma o procurador.

No pacote de reforma tributária em negociação com o Congresso, o Ministério da Economia busca o aval dos parlamentares para implementar um passaporte tributário.

A ideia é ampliar o mecanismo da transação tributária, mantidas as premissas que beneficiam contribuintes em dificuldade. No entanto, congressistas articulam a votação de um novo Refis, de autoria do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG).

O projeto, que foi incluído na pauta de votação do plenário da Casa, oferece descontos de até 100% sobre juros e multas, preservado o valor original do débito. O prazo dos parcelamentos chega a 175 meses. O texto ainda permite que empresas usem créditos de prejuízo fiscal para abater as dívidas.

Na justificativa da proposta, Pacheco argumenta que a pandemia do coronavírus comprometeu a capacidade de as empresas pagarem os tributos devidos ao governo e afirma que os termos das transações tributárias têm “importantes impeditivos para a realização de acordos razoáveis”, como descontos menores e prazos mais curtos para pagamento.

“O Congresso é que vai definir. O que tem de ficar claro é que [Refis e transação] são modelos diferentes. Tem de ter fundamento técnico e fiscal para dar o desconto”, diz o procurador.

Quando propôs ao Congresso as regras de transação, o objetivo da equipe do ministro Paulo Guedes (Economia) era justamente evitar a criação periódica de amplos parcelamentos especiais, criticados por, entre outros motivos, beneficiarem quem deixa de pagar impostos já contando com essas brechas.

Desde a criação da Lei do Contribuinte Legal, foram criadas pelo ministério diferentes iniciativas para renegociar as dívidas.

Em fevereiro deste ano, por exemplo, foi editada portaria que criou regras para a negociação de tributos vencidos de março a dezembro de 2020 e não pagos devido aos impactos da pandemia.

Em março, foi publicada outra portaria que reabriu os prazos para empresas entrarem no Programa de Retomada Fiscal. O texto reúne um conjunto de medidas para estimular a regularização dos débitos.

No momento, está aberto o programa que permite negociar, com desconto e entrada facilitada, débitos referentes ao pagamento de participação nos lucros a empregados sem a incidência das contribuições previdenciárias.

Há ainda a possibilidade de que o devedor faça uma proposta para que seja fechado um acordo individual com a a PGFN. Na visão dos técnicos, regras desse tipo são suficientes para atender os impactados pela crise.

R$ 95,3 bilhões
é o total de dívidas renegociadas com o governo de abril de 2020 a maio de 2021

R$ 30,2 bilhões
foi o desconto concedido pelo governo para viabilizar esses acordos

R$ 100 mil
foi a redução média concedida a cada devedor que renegociou seus débitos

O que é transação tributária
É um modelo de renegociação de dívidas de empresas e pessoas físicas com o governo. Voltado apenas a contribuintes em grave crise financeira, oferece descontos sobre débitos e amplia prazo de pagamento

O que é Refis
É um parcelamento excepcional de dívidas com a União, com descontos e prazos alongados. Difere da transação pelo fato de não ser focada em contribuintes em dificuldade. Os benefícios podem ser concedidos a todos os devedores, mesmo aqueles em boa situação financeira.

FolhaPress

Homem de 51 anos morre após ataque de tubarão em Pernambuco

Sábado, 10de Julho de 2021

Imagem: reprodução/redes sociais

Um banhista morreu após ter sido mordido por um tuburão, na praia de Piedade, no Grande Recife, na tarde deste sábado (10). Marcelo Rocha Santos, de 51 anos, estaria com amigos em uma confraternização e teria entrado no mar para se limpar. Ao perceber o ataque, teria pedido socorro ao posto de observação que estava exatamente à frente do ocorrido.

O ataque deste sábado ocorreu na área conhecida como Igrejinha de Piedade, onde já tinham acontecido outros 12 casos. No local, há um posto de guarda-vidas.

Felipe Neto dá "chilique" e ofende até a mãe do Comandante da Aeronáutica

 Sábado, 10 de Julho de 2021

O "imitador de focas", queridinho da "esquerdalha", ultrapassou os limites do bom senso.

Felipe Neto resolveu atacar o Comandante da Aeronáutica e xingar até a mãe do tenente-brigadeiro Carlos Almeida Baptista Junior.

Em suas redes sociais, o militante aloprado postou:

"Prezado brigadeiro Carlos Almeida Baptista Junior.
Vai ameaçar a puta que pariu, babaca.
Pare de envergonhar as forças armadas, tome vergonha nessa tua cara e lembre-se que vc trabalha pra gente, não o contrário."

Recentemente, Carlos Almeida Baptista Junior subiu o tom contra o presidente da CPI da Covid Omar Aziz e prometeu:

“Cada instituição do país tem a obrigação de se preocupar com a democracia e o respeito às instituições. E nós, instituição militar, não abriremos mão disso. [...] Nós não enviaremos 50 notas para ele. É apenas essa.”

O 'moleque' está brincando com fogo e, ao que parece, vai se queimar...


Fonte: Jornal da Cidade Online

Bolsonaro desmonta, de novo, a farsa sobre a Covaxin: "Só um imbecil como Renan Calheiros leva essa narrativa pra frente” (veja o vídeo)

Sábado, 10 de Julho de 2021

Em sua tradicional live de quinta-feira, o presidente Jair Bolsonaro voltou a desconstruir a farsa criada pelo deputado federal Luis Miranda e por seu irmão, o servidor público Luis Ricardo Miranda, sobre o possível esquema de corrupção na compra da vacina indiana Covaxin.

Didático, o presidente mostrou, ponto a ponto, cada uma das acusações e esclareceu que mesmo um governo muito corrupto, jamais conseguiria praticar um crime como este sem ser pego no flagra.

“Me acusaram de comprar 400 milhões de doses de vacinas com um superfaturamento de mil por cento. Como, segundo eles, eu pagaria 150 dólares por vacina, a 5 reais o dólar, a compra seria de Trezentos bilhões de reais!”…

E complementou:

“Só um imbecil como Renan Calheiros, um hipócrita como o Omar Aziz e um analfabeto como o Randolfe leva essa narrativa pra frente”.

Bolsonaro explica ainda a MP assinada por ele mesmo, em dezembro do ano passado, liberando o máximo de 20 bilhões de reais para a compra de vacinas e ainda todo um sistema de filtro dentro do próprio ministério da Saúde, na Anvisa e na Controladoria Geral da União, que acusariam, de imediato, qualquer tentativa de fraude e corrupção.

A esquerda, desesperada e sem argumentos para derrubar Bolsonaro, entretanto, segue com a narrativa! Resta saber se “vai segurar o tranco” quando não tiver mais pra onde correr!

Veja o vídeo:

Fonte: Jornal da Cidade Online

Barros ironiza carta de Aziz a Bolsonaro e cobra publicamente o direito de depor em CPI: “É uma fake news”

Sábado, 10 de Julho de 2021

O deputado federal Ricardo Barros, líder do governo na Câmara, publicou um tuíte ironizando a carta enviada ao presidente da República, por Omar Aziz, Renan Calheiros e Randolfe Rodrigues, cobrando que Jair Bolsonaro venha a público para esclarecer os fatos e “desmentir o deputado Luis Miranda” sobre as denúncias de corrupção na compra da vacina Covaxin.

Obviamente atento a este que é mais um jogo de cena de Aziz e sua trupe de palhaços da CPI, Barros respondeu:

“Carta a Bolsonaro. Não há 'terrível suspeição'. Basta a CPI ouvir a mim e a Precisa. Todos os já ouvidos na CPI me isentaram. Adiaram o meu depoimento e o de Maximiano. Logo não querem esclarecer nada . Querem manter a falsa narrativa de que há irregularidade. É uma fake news”

Desorientado, Maia publica devaneios na rede e é chamado para o mundo real por Filipe Barros

Sexta, Sábado, 09 de Julho de 2021

O deputado federal Rodrigo Maia, ex-presidente da Câmara e agora candidato a “capacho de ex-presidiário petista”, fez mais uma de seus comentários “sem pé nem cabeça” na internet, e acabou levando uma “chacoalhada” do deputado Filipe Barros (PSL-PR).

O “Botafogo” das planilhas da Odebrecht publicou uma pesquisa online realizada pela plataforma Quaest sobre o voto impresso auditável (em debate no Congresso Nacional), no qual a opção “não estou acompanhando a discussão” tinha 61% dos votos.

Em função disso, o deputado, que agora vive no ostracismo, fez mais uma de suas análises furadas e tuitou:

O voto impresso é um tema apenas no mundo Bolsonarista. Não podemos aceitar a tentativa de enfraquecer a nossa democracia desqualificando a segurança da urna eletrônica.

As resposta de Barros foi desmoralizante e trouxe a realidade de volta:

Você foi relator da Lei 13.165/2015 e incluiu em seu relatório o voto impresso que, inclusive, foi aprovado quase por unanimidade no plenário. Você fazia parte do “mundo bolsonarista” em 2015?

De fato, Rodrigo Maia é mais um entre os energúmenos parlamentares que sofrem de avançada perda de memória. E não bastasse isso, vê-se que até mesmo em interpretação de pesquisas, não tem a capacidade, pois o simples fato das pessoas “não terem opinião por não acompanharem o debate”, não significa absolutamente que sejam bolsonaristas ou anti-bolsonaristas.

Mas na visão distorcida da esquerda, ou dos seus “novos burros adestrados de estimação”, obviamente que a distorção dos fatos para o “quanto pior, melhor”, é a regra.

Que triste fim, este do Nhonho. Um ser que se desmoraliza pelas próprias palavras.


Fonte: Jornal da Cidade Online

Operação em rodovias e no aeroporto do RN resulta em 27 detidos e meio milhão de reais em mercadorias apreendidas

Sábado, 10 de Julho de 2021


Foto: Divulgação

Uma força-tarefa de fiscalização de transporte para prevenção e combate à sonegação de impostos e ao crime organizado nas principais rodovias do Rio Grande do Norte e no Aeroporto Internacional de São Gonçalo do Amarante resultou na apreensão de 22 veículos, R$ 510 mil em mercadorias irregulares e 27 pessoas por delitos. Esses foram os principais resultados da Operação Divisas, uma ação conjunta de auditores da Secretaria Estadual de Tributação (SET-RN) e agentes do Departamento Estradas e Rodagens (DER-RN), Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Receita Federal, que encerrou nesta sexta-feira (9). Em cinco dias de operação, foram registrados 445 autos de infração.

A ação foi deflagrada no início desta semana e mobilizou um efetivo de aproximadamente 50 integrantes dos órgãos envolvidos. O foco foram as BRs 101 e 304, que são os principais corredores de entradas e saídas de veículos e cargas do Rio Grande do Norte, e o aeroporto. Somente os agentes da PRF chegaram a realizar 888 abordagens e vistorias ao longo da semana, quando também foram registradas 27 ocorrências policiais com detenção das pessoas envolvidas. Juntas a PRF e a ANTT aprenderam 22 veículos por situação irregular ou resultante de delitos nos municípios de São José de Mipibu, Canguaretama e Lajes.

A ANTT chegou a interditar dois estabelecimentos e os auditores fiscais da SET-RN apreenderam mais de meio milhão de reais em mercadorias sem documentação fiscal, o que se configura um crime contra ordem tributária, a sonegação de impostos. Foram 69 autuações, ação que evitou que R$ 165 mil fossem desviados dos cofres públicos do Estado pelo não pagamento de impostos. A maior parte das cargas apreendidas era gêneros alimentícios, cujo valor dos produtos somou R$ 175 mil. Roupas e artigos de confecção foram outra parte significativa das apreensões. Foram R$ 90 mil em itens retidos – R$ 50 mil apreendidos pelos auditores da Receita Federal e da SET-RN em bagagens de passageiros que desembarcaram no aeroporto de São Gonçalo do Amarante nesta semana.

Para essa força tarefa, o Fisco Estadual destacou 30 , que atuaram nas fiscalização de mercadorias em trânsito. A Operação Divisas também contou com pessoal das demais instituições(20 agentes), o que garantiu o sucesso e abrangência da operação no sentido de coibir ilícitos e prevenção a atos criminosos nas principais portas de entrada aérea e terrestre do Rio Grande do Norte.

Agora RN

Contrariado ao tentar induzir resposta de depoente, Renan distribui coices até em Simone Tebet (veja o vídeo)

Sábado, 10 de Julho de 2021

Mais uma vez o relator da CPI do circo da pandemia, senador Renan Calheiros, fez pressão sobre o depoente desta sexta-feira (9), tentando induzir uma resposta e batendo boca até com colegas de oposição que lhe chamaram a atenção.

Desta vez, foi William Santana, o consultor técnico do ministério da Saúde, a ser indagado repetidamente sobre um documento, enquanto explicava, pacientemente, que nunca teve acesso ao mesmo, deixando Renan indignado.

Percebendo a situação vexatória, a senadora Simone Tebet, aliada do relator, correu em socorro do servidor público, sendo grosseiramente interrompida por Calheiros que gritava que não permitira interrupções.

Esse é o retrato do desespero do quadrúpede de estimação da quadrilha lulopetista. Sem argumentos e sem provas contra o governo, relincha no picadeiro e distribui coices em quem estiver no caminho.

Veja o vídeo:

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055