martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

sábado, 23 de abril de 2022

Bolsonaro volta a comentar sobre indulto a Daniel Silveira (veja o vídeo)

Sábado, 23 de Abril de 2022


Além disso, foi imputado uma multa pesada ao parlamentar.

Já na quinta-feira (21), foi o dia do "sistema" ser surpreendido com a "jogada de mestre" do presidente da República Jair Bolsonaro.

Ao anunciar a decisão de perdoar a pena do parlamentar, Bolsonaro disse que é prerrogativa do presidente conceder indulto e defendeu que “a liberdade de expressão é pilar essencial da sociedade em todas as suas manifestações”.

“A graça de que trata este decreto é incondicionada e será concedida independentemente do trânsito em julgado da sentença penal condenatória”, disse o presidente, em sua live semanal.

Nesta sexta-feira, em Porto Seguro (BA), Bolsonaro voltou a comentar a decisão de conceder o indulto a Daniel Silveira:

“Ontem foi um dia importante para nosso país.
Não pela pessoa que está em jogo ou por quem foi protagonista desse episódio, mas o simbolismo que temos mais que o direito, nós temos a garantia da nossa liberdade”, declarou o presidente em evento para comemorar os 522 anos do descobrimento do Brasil.

Confira:

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

Após indulto, Bolsonaro manda fortíssimo recado: "A hora certa de tomar a frente e dar rumo ao Brasil” (veja o vídeo)

Sábado, 23 de Abril de 2022

“Vocês devem saber também como as decisões, as vezes são difíceis, mas sabemos também que pior do que uma decisão mal tomada é uma indecisão. Nós não deixaremos de, na hora certa, seja com o sacrifício do que for, tomar a frente e dar um rumo para o nosso Brasil.”

Com esta fala, o presidente Jair Bolsonaro iniciou seu discurso, durante evento de comemoração dos 522 anos do descobrimento do Brasil, realizado em Porto Seguro-BA, na tarde desta sexta-feira (22).

Um recado direto a seus adversários e aos que estão tentando se impor sobre o povo e o poder executivo, seja pela força ou por atos contínuos de ativismo judicial.

A ‘decisão’, a que se refere Bolsonaro é também uma analogia ao indulto concedido ao deputado federal Daniel Silveira, 24 horas antes, enterrando o julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF), que acabara de condenar o parlamentar a quase 9 anos de prisão, de forma arbitrária e inconstitucional em um processo que se arrastou por mais de um ano.

Bolsonaro citou a medida e ressaltou que continuará lutando pela liberdade, seja como for:

“Ontem foi um dia importante para nosso país, não pela pessoa que estava em jogo ou por quem foi protagonista deste episódio, mas do simbolismo de que nós temos mais do que o direito, temos a garantia da nossa liberdade”, disse Bolsonaro interrompido pelos gritos do povo que acompanhava o discurso.
“Liberdade, liberdade, liberdade...”

Veja o vídeo:

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

EXCLUSIVO: Esquerda globalista versus direita nacionalista: Eleitores decidem o futuro da França (veja o vídeo)

Domingo, 23 de Abril de 2022


A disputa está bem acirrada, como revela o correspondente da TV JCO, Ivan Kleber, que está em Paris acompanhando de perto as eleições.

O ‘fica em casa’ de Macron

As políticas impostas por Macron durante a pandemia estão arrastando o país para uma profunda recessão, e isso pode ser um trunfo para Le Pen.

Além disso, se a abstenção for grande no sul da França, a candidata conservadora terá ainda mais chances de vencer.

Confira:

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

Dossiê sobre entregas do governo Bolsonaro mostra os avanços na Economia (veja o vídeo)

Sábado, 23 de Abril de 2022

O país segue avançando, mesmo com a pandemia e não obstante os efeitos da guerra entre Rússia e Ucrânia e dos esforços da oposição covarde em conluio com a mídia do ódio. 

Prova disso é a reportagem especial da TV JCO, que mostra as inúmeras iniciativas do governo Bolsonaro na Economia. 

Entre elas a Lei de Liberdade Econômica, criada para levar melhorias ao ambiente de negócios; o Novo FGTS, que garantiu mais benefícios para o povo; o Novo Marco do Saneamento, para corrigir os problemas graves de saneamento básico; o investimento em ferrovias, oferecendo opções para o escoamento da produção, entre tantas outras ações importantes destacadas no vídeo. 

Essas medidas dão fôlego a um Brasil renovado, não mais ao país do futuro distante que nunca chega, atravancado pela corrupção.

Confira:

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

Povão nordestino se rende à genialidade de Bolsonaro, em grande recepção (veja o vídeo)

Sábado, 23 de Abril de 2022

Bolsonaro passou a tarde desta sexta-feira (22), onde tudo começou ou, pelo menos, onde o Brasil que conhecemos, começou.

Em 22 de abril de 1500, há exatos 522 anos, os portugueses avistavam aquela a qual nomeariam como Ilha de Vera Cruz. Mas a ilha era, na verdade, um ‘continente’, que um dia já foi Terra de Santa Cruz e, enfim se tornou Brasil.

Foi para comemorar essa data histórica que o presidente foi à Porto Seguro, na Bahia, local onde desembarcaram os primeiros homens corajosos do velho continente, no encontro com os nativos, os indígenas, que somados a todos os que para cá vieram ou aqui nasceram, formam o povo brasileiro.

E a recepção que teve na Bahia, o estado, tradicionalmente, mais petista do país, pode ser considerado o marco de um recomeço. Milhares de pessoas ovacionaram Jair Bolsonaro, horas depois de um ato que também ficará marcado em nossa história, quando, em sua genialidade política, deu uma cartada de mestre que deixou seus opositores sem ação e que libertou não apenas um homem, vítima de perseguição, mas que simbolizou a libertação de toda uma nação.

Pelo menos foi esse o sentimento que ficou nas imagens de Bolsonaro em Porto Seguro.

O Brasil nordestino se rendeu à liberdade e dá mostras que não será mais ‘cativo’ das falsas promessas da política esquerdopata.

Vale a pena assistir:

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

A declaração inaceitável de uma magistrada em contraste com a ação cruel dos bandidos

Sábado, 23 de Abril de 2022

Uma Juíza responsável pelas Execuções de Penas no RS deu a declaração acima ilustrada.

No dia seguinte, para assaltar uma empresa de transporte de valores no Paraná, criminosos usaram armas de guerra, equipamentos e carros blindados, incendiaram delegacia de polícia e atacaram bases da PM, fizeram moradores de escudo humano e balearam policiais.

Blindados do Exército tiveram que sair às ruas para ajudar no combate aos bandidos.

Juízes, desembargadores, professores universitários e escolares, políticos, governantes e muitas pessoas com funções sociais importantes compartilham desse tapa na cara da sociedade. Tapa na cara sim, pois dizer a um povo humilde e trabalhador que criminosos tocam esse terror porque os vemos como inimigos e porque faltou humanidade a nós, é uma afronta a qualquer cidadão ordeiro.

Todos que acreditam ou concordam com isso deveriam dar o exemplo e lançar a campanha "adote um bandido". Leve para casa...

Deem a compreensão que tanto dizem que lhes faltou. E provem que estão certos, pois no meio da sociedade tocando o terror a imensa maioria do povo não os quer.


Fonte: Jornal da Cidade Online

Em cartada final, Bolsonaro quer ativar um debate internacional sobre os inquéritos de Moraes

 Sábado, 23 de Abril de 2022

A área jurídica do governo federal está estudando uma forma do perdão concedido a Daniel Silveira, se estender a todos os envolvidos nos inquéritos das Fake News, atos antidemocráticos e o das milícias digitais – que têm na relatoria o ministro Alexandre de Moraes.

A informação é da CNN, que afirma que teria sido repassada por auxiliares do presidente Jair Bolsonaro.

Isso se confirmando, o presidente espera ativar um debate internacional para expor os eventuais abusos da justiça brasileira. Isso poderia ser feito por meio de entrevistas à mídia internacional e recurso à Corte Interamericana de Direitos Humanos.

Esse perdão deve atingir, entre outros, o ex-deputado Roberto Jefferson e os jornalistas Oswaldo Eustáquio e Allan dos Santos.

De qualquer forma, oficialmente o Palácio do Planalto ainda não se posicionou.

De acordo com integrantes da ala mais ideológica do governo, a estratégia de Bolsonaro poderia atingir dezenas de casos de jornalistas, estudantes, empresários, parlamentares e servidores públicos e não apenas os que ganharam repercussão na mídia.

Fonte: Jornal da Cidade Online

Pode o STF revogar o decreto de indulto? (veja o vídeo)

 Sábado, 23 de Abril de 2022

Nesse dia histórico de 21 de abril de 2022, o presidente Jair Bolsonaro faz um movimento muito delicado e importante na política Brasileira, emite um decreto histórico, indultando o Deputado Federal Daniel Silveira.

Muitos brasileiros estão se perguntando nesse momento se o STF pode anular tal decreto e se assim fizer o que pode acontecer, como o presidente vai reagir?

Pois bem, o presidente não emitiria um decreto desse peso sem levar em contas as possíveis reações dos ministros do STF. Ele jamais iria se expor a possibilidade de uma reação negativa e ser desrespeitado.

O presidente foi categórico ao afirmar:

"Esse decreto SERÁ cumprido!"

Portanto, com certeza se houverem reações negativas, o chefe do executivo está pronto para estabelecer a LEI e a ORDEM que estão sendo pervertidas no Brasil.

A cobra permanece fumando!

Veja o vídeo:

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

Bravata de Silveira fez procuradora e Moraes rirem até na hora do julgamento: “Sacuda a cabeça de ovo dele” (veja o vídeo)

Sábado, 23 de Abril de 2022

A vice-procuradora Geral da República, Lindôra Araújo, teve que se conter para segurar a risada, durante leitura de sua sustentação oral favorável à condenação do deputado federal Daniel da Silveira, na última quarta-feira (20), durante julgamento da Ação Penal 1044, no Supremo Tribunal Federal (STF).

O fato ocorreu no momento em que lia parte da fala de Daniel, exposta no vídeo de fevereiro de 2020, que o levou a ser acusado de agressões contra os membros do Supremo, preso, perseguido, ter os direitos políticos suspensos e, enfim, receber a esdrúxula e inconstitucional pena de quase 9 anos de prisão, entre outras punições.

“É inconcebível no estado democrático de direito que alguém instigue, que nos dizeres do réu, diga: o povo entre dentro do STF, agarre o Alexandre de Moraes pelo colarinho dele, sacuda a cabeça de ovo dele e o jogue dentro de uma lixeira”, diz Lindôra, enquanto sorri e quase cai na gargalhada. 
A cena, entretanto, é ainda mais emblemática, pelo fato de que Alexandre de Moraes também sorria, sem conseguir disfarçar.

A ‘troca’ denotou a devida cumplicidade e externou que, sim, estavam condenando um parlamentar por suas piadas, ou por sua bravatas, como bem disse o ministro Kassio Nunes Marques, que levou em conta essa questão, para justificar seu solitário voto pela absolvição do parlamentar.

De fato, é quase impossível segurar o riso, ao ouvir o trecho da frase “sacuda a cabeça de ovo dele”, mas não deveria ser, para quem se diz tão ofendido ou para quem considera esse um motivo suficiente para pisotear a Constituição Federal e distorcê-la, retirando direitos políticos e enjaulando alguém por meses.

Eles só não contavam que, no mesmo palco, havia alguém com o poder de reescrever o roteiro, sem bravatas e sem perseguições.

E que roteiro!

O indulto a Daniel Silveira, concedido no dia seguinte ao julgamento, vai permitir que continue dizendo o que pensa, siga livremente sua carreira política e usufrua de todos os direitos constitucionais que lhe são garantidos. Mas ele precisa entender que, mesmo em sua razão e, muitas vezes, externando a razão ou a insatisfação popular, não deve mais fazer piadas que o levem a chorar.

Jair Bolsonaro esperou, observou pacientemente e, na hora certa, cumpriu seu papel. O presidente foi o único que conseguiu mostrar que o Brasil precisa ser levado à sério.

Veja o vídeo:

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

Delacroix, Tiradentes, Bolsonaro e Viva a Liberdade!

 Sábado, 24 de Abril de 2022

“Se o homem falhar em conciliar a justiça e a liberdade, então falha em tudo”. (Albert Camus).

Você, certamente, já deve ter visto o quadro “A liberdade guiando o povo”, de Eugène Delacroix (1789-1863). Também deve ter percebido que a liberdade, no quadro, é uma mulher e ela está com os seios desnudos. A pintura retrata a Revolução de 1830, que aconteceu em julho, nos dias 27, 28 e 29, na França, 41 anos após a Revolução de 1789. 

Note também que Delacroix, ao colocar uma mulher na frente de combatentes, guiando uma revolução por liberdade, antecipa outra revolução: a emancipação e a autonomia feminina. A mulher guerreira empunhando em uma das mãos uma baioneta e na outra a bandeira da França, “demonstrando senso de justiça e conduzindo a população no ato revolucionário”, tinham os mesmos ideais da revolução de 1789: liberdade, igualdade, fraternidade.

Imagine o choque da população dos anos de 1830 ao olhar a mulher seminua, com os seios à mostra, clamando por liberdade e lutando por ela.

E assim, numa manhã de sábado, 21 de abril de 1792, Tiradentes percorreu em procissão as ruas do centro da cidade do Rio de Janeiro, no trajeto entre a cadeia pública e onde fora armado o patíbulo. Lá foi lida a seguinte sentença:

“JUSTIÇA que a Rainha Nossa Senhora manda fazer a este infame Réu Joaquim José da Silva Xavier pelo horroroso crime de rebelião e alta traição de que se constituiu chefe, e cabeça na Capitania de Minas Gerais, com a mais escandalosa temeridade contra a Real Soberana e Suprema Autoridade da mesma Senhora, que Deus guarde.
MANDA que com baraço e pregão seja levado pelas ruas públicas desta Cidade ao lugar da forca e nela morra morte natural para sempre e que separada a cabeça do corpo seja levada a Vila Rica, donde será conservada em poste alto junto ao lugar da sua habitação, até que o tempo a consuma; que seu corpo seja dividido em quartos e pregados em iguais postes pela estrada de Minas nos lugares mais públicos, principalmente no da Varginha e Sebollas; que a casa da sua habitação seja arrasada, e salgada e no meio de suas ruínas levantado um padrão em que se conserve para a posteridade a memória de tão abominável Réu, e delito e que ficando infame para seus filhos, e netos lhe sejam confiscados seus bens para a Coroa e Câmara Real. Rio de Janeiro, 21 de abril de 1792, Eu, o desembargador Francisco Luiz Álvares da Rocha, Escrivão da Comissão que o escrevi. Sebão. Xer. de Vaslos. Cout.º”.
— Sentença proferida contra o réu Joaquim José da Silva Xavier.

Sim, haviam juízes. Sim haviam tribunais. Sim, tinha um Rei. Sim, haviam processos.

Sim, havia um rebelde que lutava por justiça e lutava contra os juízes, contra os tribunais, contra o Rei, contra a covardia. O processo contra os inconfidentes levou três anos e, ao final, Tiradentes foi condenado à morte.

No entanto, o motim jamais foi deflagrado.

Na avaliação da Justiça da época, matar Tiradentes era uma forma de intimidar a população.

A história afirma que, antes de morrer, Tiradentes disse:

 “Jurei morrer pela independência do Brasil, cumpro a minha palavra! Tenho fé em Deus e peço a Ele que separe o Brasil de Portugal”.

Executado e esquartejado, com seu sangue se lavrou a certidão de que estava cumprida a sentença, tendo sido declarados infames a sua memória e os seus descendentes. Sua cabeça foi erguida em um poste em Vila Rica, tendo sido rapidamente cooptada e nunca mais localizada. Demoliram a casa em que morava, jogando-se sal ao terreno para que nada lá germinasse.

Esse espetáculo em praça pública durou 18 horas. Houve de tudo: discursos de aclamação à rainha, o cortejo munido de verdadeira fanfarra e composta por toda a tropa local. Bóris Fausto, historiador, aponta essa como uma das possíveis causas para a preservação da memória de Tiradentes, argumentando que todo esse espetáculo acabou por despertar a ira da população que presenciou o evento, quando a intenção era, ao contrário, intimidar a população para que não houvesse novas revoltas.

A imagem de Tiradentes ficou esquecida (pelas autoridades, mas viva no coração do povo) até o final do período colonial e imperial do Brasil. Somente com a proclamação da República, a figura dele foi reforçada como símbolo dos ideais de independência e republicanismo.

O feriado de Tiradentes foi estabelecido em 1965, pelo presidente marechal Castelo Branco, que sancionou a Lei Nº 4. 897.

Tudo isso não é parecido com o espetáculo que fazem os ministros do STF que se autointitulam de “juízes da nação” e tem suas ações ditatoriais ampliadas e festejadas pelo “consórcio de Imprensa”?

Nesta quinta-feira, 21 de abril de 2022, Dia de Tiradentes, o Presidente Jair Bolsonaro concedeu perdão de pena ao deputado Daniel Silveira, condenado pelo STF a 8 anos e 9 meses de prisão, em regime inicial fechado, por “ataques aos ministros da corte”.

Ataques que jamais se consumaram.

Daniel Silveira criticou os Ministros do STF, não a Instituição. Seu crime é de opinião. Mas não existe crime de opinião nos regimes democráticos. Então não existe crime. Daniel Silveira poderia ser processado por injúria, calúnia e difamação. Nunca por “ataques ao Supremo”, pois nunca houve ataques.  Por outro lado, nenhum juiz que se sinta ofendido por qualquer pessoa pode acusar, processar, julgar e condenar quem quer que seja ao mesmo tempo. Pois foi isto que aconteceu: Alexandre de Morais, o ofendido acusou, processou, julgou e condenou Daniel Silveira, junto com 9 ministros e meio.

Bolsonaro colocou tudo novamente em ordem.

A medida foi publicada em edição extra do Diário Oficial:

"O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 84, caput, inciso XII, da Constituição, tendo em vista o disposto no art. 734 do Decreto-Lei nº 3.689, de 3 de outubro de 1941 - Código de Processo Penal, e
Considerando que a prerrogativa presidencial para a concessão de indulto individual é medida fundamental à manutenção do Estado Democrático de Direito, inspirado em valores compartilhados por uma sociedade fraterna, justa e responsável;
Considerando que a liberdade de expressão é pilar essencial da sociedade em todas as suas manifestações;
Considerando que a concessão de indulto individual é medida constitucional discricionária excepcional destinada à manutenção do mecanismo tradicional de freios e contrapesos na tripartição de poderes;
Considerando que a concessão de indulto individual decorre de juízo íntegro baseado necessariamente nas hipóteses legais, políticas e moralmente cabíveis;
Considerando que ao Presidente da República foi confiada democraticamente a missão de zelar pelo interesse público; e
Considerando que a sociedade se encontra em legítima comoção, em vista da condenação de parlamentar resguardado pela inviolabilidade de opinião deferida pela Constituição, que somente fez uso de sua liberdade de expressão;
D E C R E T A:
Art. 1º Fica concedida graça constitucional a Daniel Lucio da Silveira, Deputado Federal, condenado pelo Supremo Tribunal Federal, em 20 de abril de 2022, no âmbito da Ação Penal nº 1.044, à pena de oito anos e nove meses de reclusão, em regime inicial fechado, pela prática dos crimes previstos:
I - no inciso IV docaputdo art. 23, combinado com o art. 18 da Lei nº 7.170, de 14 de dezembro de 1983; e
II - no art. 344 do Decreto-Lei nº 2.848, de 7 de dezembro de 1940 - Código Penal.
Art. 2º A graça de que trata este Decreto é incondicionada e será concedida independentemente do trânsito em julgado da sentença penal condenatória.
Art. 3º A graça inclui as penas privativas de liberdade, a multa, ainda que haja inadimplência ou inscrição de débitos na Dívida Ativa da União, e as penas restritivas de direitos.
Brasília, 21 de abril de 2022; 201º da Independência e 134º da República.
JAIR MESSIAS BOLSONARO - Presidente da República Federativa do Brasil".

Revoltados, irritados e desconfiados os grandes jornais destacaram que o Presidente estava errado e trouxeram juristas de sua confiança, comentaristas, palpiteiros de plantão, ex-ministros, todos alvoroçados afirmando que a decisão é ilegal.

Muito bem. Eis o que dizem as leis que eles não quiseram ler:

CONSTITUIÇÃO
Artigo 5º, inciso XLIII "a lei considerará crimes inafiançáveis e insuscetíveis de graça ou anistia a prática da tortura, o tráfico ilícito de entorpecentes e drogas afins, o terrorismo e os definidos como crimes hediondos, por eles respondendo os mandantes, os executores e os que, podendo evitá-los, se omitirem"
Artigo 84, inciso XII: "Compete privativamente ao Presidente da República (...) conceder indulto e comutar penas, com audiência, se necessário, dos órgãos instituídos em lei"
CÓDIGO DE PROCESSO PENAL (decreto-lei 3.689/1941)
Artigo 734: "A graça poderá ser provocada por petição do condenado, de qualquer pessoa do povo, do Conselho Penitenciário, ou do Ministério Público, ressalvada, entretanto, ao Presidente da República, a faculdade de concedê-la espontaneamente."
Bolsonaro usou de suas prerrogativas de Presidente:
 “Art. 2º A graça de que trata este Decreto é incondicionada e será concedida independentemente do trânsito em julgado da sentença penal condenatória.
Art. 3º A graça inclui as penas privativas de liberdade, a multa, ainda que haja inadimplência ou inscrição de débitos na Dívida Ativa da União, e as penas restritivas de direitos”.

Então viva o quadro “A liberdade guiando o povo”, de Eugène Delacroix.

Viva Tiradentes que nunca recuou de sua luta por liberdade.

Viva Bolsonaro que acende a chama da liberdade em cada brasileiro!

Fonte: Jornal da Cidade Online

Bolsonaro se emociona com pergunta de jovem e faz uma revelação! (veja o vídeo)

 Sábado, 23 de Abril de 2022

Momentos antes da histórica LIVE do dia 21 de abril de 2022, a qual o presidente Jair Bolsonaro anunciou seu Decreto de Graça, indultando o deputado Daniel Silveira, ele recebeu um grupo cristão e uma jovem lhe perguntou como "foi sua experiência com Cristo?"

Visivelmente emocionado, ele abaixa a cabeça e escreve em uma folha de papel um ano: 2018.E então ele relata o fatídico dia em que lhe deram uma traiçoeira facada que quase lhe ceifou a vida e o seu livramento ele credita a DEUS!

Na sequência do seu relato ele demonstra sua profunda gratidão aos profissionais que lhe atenderam naquele momento tenso e faz uma revelação muito importante.

Ele ergue um papel novamente e diz que o será feito a seguir será pensando na em sua filha, em um claro simbolismo das crianças, do futuro da nação e que a ordem tem que ser reestabelecida no Brasil, pois o que será do nosso país se continuarmos nessa onda crescente de desmandos e autoritarismo desenfreado? E não é por parte do Executivo, deixou o PR bem claro e questionou:

"O que vai sobrar para vocês?"

Uma nação para realmente ter Ordem e Progresso precisa antes de tudo ter leis respeitadas, liberdades garantidas sob o escudo daquele que Deus instituiu como autoridade para uma clara missão!

Momentos depois ele faria a declaração que surpreendeu a nação, indultando Daniel Silveira da injusta condenação por um crime que não existiu!

Veja o vídeo:

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

Com novo cronograma, governo planeja vender a Eletrobras em junho

Sábado, 23 de Abril de 2022

Foto: Wilton Junior/Estadão Conteúdo

O novo cronograma discutido pelo governo federal para a privatização da Eletrobras considera a segunda quinzena do mês de junho para a venda da estatal. Com pedidos de vistas de até 20 dias por parte do Tribunal de Contas da União (TCU), não há mais tempo para realizar a desestatização até 13 de maio, quando se fecha a primeira janela de oportunidade. Considerando o atraso, será preciso esperar os resultados da estatal referentes ao primeiro semestre.

A previsão inicial é definir em meados de junho o valor da ação da Eletrobras e realizar a liquidação até uma semana depois.

Segundo apuração da Jovem Pan, o objetivo principal, nesse momento, é evitar que a operação de venda da estatal fique para o segundo semestre de 2022, o que poderia prejudicar as negociações. Um dos motivos é que muitos fundos internacionais são proibidos de investir em países perto das eleições.

Jovem Pan

OPINIÃO DOS LEITORES

    1. Vamos ver o que diz com método e pausadamente o o Cel Ciro, ” Não L….., vc vendeu a Petrobrás para acionistasiinoritarips, vc prometeu e não entregou tantas refinarias, vc dividiu a refinaria com a Venezuela que não pegou e custou cinco vezes mais, vc saiu doando refinarias, vc roubou a Petrobrás até dar no osso, vc financiou obras no exterior para ditaduras e o Brasil ficou com obras estagnadas, financiou obras inviáveis, dou dinheiro a impreiteiras para financiar campanhas do PT, para vc poder governar, será que isso foi verdade? O mito deve vender, O Brasil precisa de investimentos e o governo federal não tem dinheiro

Criminosos fazem arrastão em casa na praia de Barreta e roubam arma de sargento da PM

Sábado, 23 de Abril de 2022

Imagem: reprodução

Uma Sargento da Polícia Militar teve a arma roubada, na madrugada deste sábado (23), durante um arrastão em uma casa na praia no distrito de Barreta, litoral Sul do Estado.

De acordo com a assessoria de comunicação da PMRN, os assaltantes chegaram no endereço do fato por volta de 1h da madrugada e renderam as pessoas que estavam em uma confraternização. Ninguém foi ferido.

Os criminosos, que estavam em um carro, levaram diversos pertences das vítimas e produtos da casa, assim como a arma da Sargento. Diligências foram realizadas, mas nenhum suspeito foi preso.

Portal BO

Número de profissionais de saúde no SUS cresce mais de 20% na pandemia, segundo dados do ministério


Foto: Breno Esaki/Agência Saúde DF

Desde o início da pandemia de Covid-19, o número de profissionais que atuam no Sistema Único de Saúde (SUS) cresceu mais de 20%. De 2.376.847 especialistas em fevereiro de 2019, o total foi para 2.876.430 no mesmo mês deste ano, segundo dados do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES), disponibilizados pelo Ministério da Saúde.

Vários desses profissionais foram contratados para atender a Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional (Espin). O fim do regime dentro de 30 dias, após a portaria assinada pelo governo federal na sexta-feira (22), levantou a preocupação sobre o que acontecerá com médicos, enfermeiros, técnicos.

Por meio de nota, o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) orientou que os estados vinculem suas normas à declaração de emergência de saúde pública internacional, decretada pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Segundo o conselho, que defendia um período de 90 dias para adaptação, o objetivo é garantir a continuidade dos serviços.

O presidente do Conass, Nésio Fernandes de Medeiros Junior, confirmou que o crescimento das equipes da rede pública está relacionado às necessidades impostas pela disseminação do coronavírus.

CNN Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES

  1. No governo do MITO tudo que é bom cresce. E a corrupção decresce.
    O homem é bom, o homem é espetacular.
    Parabéns Presidente

Instituto Nacional de Meteorologia alerta para chuvas intensas em 146 cidades do RN

Sábado, 23 de Abril de 2022

Imagem: Inmet

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta de chuvas intensas para 146 cidades do Rio Grande do Norte. O aviso vale deste sábado (23) até 10h do domingo (24). O alerta é de perigo potencial, o primeiro numa escala de três em relação à severidade das chuvas:

Níveis de chuvas

Perigo potencial (amarelo) – Situação meteorológica potencialmente perigosa. Cuidado na prática de atividades sujeitas a riscos de caráter meteorológico. Mantenha-se informado sobre as condições meteorológicas previstas e não corra risco desnecessário.

Perigo (laranja) – Situação meteorológica perigosa. Mantenha-se muito vigilante e informe-se regularmente sobre as condições meteorológicas previstas. Inteire-se sobre os riscos que possam ser inevitáveis. Siga os conselhos das autotidades.

Grande perigo – Situação meteorológica de grande perigo. Estão previstos fenômenos meteorológicos de intensidade excepcional. Grande probabilidade de ocorrência de grandes danos e acidentes, com riscos para a integridade física ou mesmo à vida humana. Mantenha-se informado sobre as condições meteorológicas previstas e os possíveis riscos. Siga as instruções e conselhos das autoridades em todas as circunstâncias e prepare-se para medidas de emergência.

O Inmet aponta que as chuvas que podem atingir as cidades são entre 20 e 30 mm/h ou até 50 mm/dia. Há também a possibilidade de ventos intensos, entre 40 e 60 km/h.

O órgão diz também que há baixo risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.

Em caso de rajadas de vento, o Inmet recomenda não se abrigar debaixo de árvores, pois há leve risco de queda e descargas elétricas, e não estacionar veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda. Ainda indica evitar o uso de aparelhos eletrônicos ligados à tomada.

Cidades atingidas pelas chuvas intensas

  1. Acari
  2. Assú
  3. Água Nova
  4. Alexandria
  5. Almino Afonso
  6. Angicos
  7. Antônio Martins
  8. Apodi
  9. Arês
  10. Baía Formosa
  11. Barcelona
  12. Bento Fernandes
  13. Boa Saúde
  14. Bodó
  15. Bom Jesus
  16. Brejinho
  17. Caiçara do Rio do Vento
  18. Caicó
  19. Campo Grande
  20. Campo Redondo
  21. Canguaretama
  22. Caraúbas
  23. Carnaúba dos Dantas
  24. Ceará-Mirim
  25. Cerro Corá
  26. Coronel Ezequiel
  27. Coronel João Pessoa
  28. Cruzeta
  29. Currais Novos
  30. Doutor Severiano
  31. Encanto
  32. Equador
  33. Espírito Santo
  34. Extremoz
  35. Felipe Guerra
  36. Fernando Pedroza
  37. Florânia
  38. Francisco Dantas
  39. Frutuoso Gomes
  40. Goianinha
  41. Governador Dix-Sept Rosado
  42. Ielmo Marinho
  43. Ipanguaçu
  44. Ipueira
  45. Itajá
  46. Itaú
  47. Jaçanã
  48. Janduís
  49. Japi
  50. Jardim de Angicos
  51. Jardim de Piranhas
  52. Jardim do Seridó
  53. João Câmara
  54. João Dias
  55. José da Penha
  56. Jucurutu
  57. Jundiá
  58. Lagoa D’Anta
  59. Lagoa de Pedras
  60. Lagoa de Velhos
  61. Lagoa Nova
  62. Lagoa Salgada
  63. Lajes
  64. Lajes Pintadas
  65. Lucrécia
  66. Luís Gomes
  67. Macaíba
  68. Major Sales
  69. Marcelino Vieira
  70. Martins
  71. Maxaranguape
  72. Messias Targino
  73. Montanhas
  74. Monte Alegre
  75. Monte das Gameleiras
  76. Natal
  77. Nísia Floresta
  78. Nova Cruz
  79. Olho d’Água do Borges
  80. Ouro Branco
  81. Paraná
  82. Paraú
  83. Parelhas
  84. Parnamirim
  85. Passa e Fica
  86. Passagem
  87. Patu
  88. Pau dos Ferros
  89. Pedra Preta
  90. Pedro Avelino
  91. Pedro Velho
  92. Pilões
  93. Poço Branco
  94. Portalegre
  95. Pureza
  96. Rafael Fernandes
  97. Rafael Godeiro
  98. Riacho da Cruz
  99. Riacho de Santana
  100. Riachuelo
  101. Rio do Fogo
  102. Rodolfo Fernandes
  103. Ruy Barbosa
  104. Santa Cruz
  105. Santa Maria
  106. Santana do Matos
  107. Santana do Seridó
  108. Santo Antônio
  109. São Bento do Trairí
  110. São Fernando
  111. São Francisco do Oeste
  112. São Gonçalo do Amarante
  113. São João do Sabugi
  114. São José de Mipibu
  115. São José do Campestre
  116. São José do Seridó
  117. São Miguel
  118. São Paulo do Potengi
  119. São Pedro
  120. São Rafael
  121. São Tomé
  122. São Vicente
  123. Senador Elói de Souza
  124. Senador Georgino Avelino
  125. Serra Caiada
  126. Serra de São Bento
  127. Serra Negra do Norte
  128. Serrinha
  129. Serrinha dos Pintos
  130. Severiano Melo
  131. Sítio Novo
  132. Taboleiro Grande
  133. Taipu
  134. Tangará
  135. Tenente Ananias
  136. Tenente Laurentino Cruz
  137. Tibau do Sul
  138. Timbaúba dos Batistas
  139. Triunfo Potiguar
  140. Umarizal
  141. Upanema
  142. Várzea
  143. Venha-Ver
  144. Vera Cruz
  145. Viçosa
  146. Vila Flor

g1-RN

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055