martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

sábado, 16 de outubro de 2021

Brasil tem semana com menor número de mortes por Covid-19 desde abril de 2020


Sábado, 16 de Outubro de 2021

Foto: Josué Damacena/IOC/Fiocruz

No total da semana epidemiológica encerrada neste sábado, foram notificadas 2.323 mortes pela doença – é o menor número semanal desde os primeiros meses da pandemia, no ano passado.

A última vez em que o número de mortes em uma semana foi mais baixo do que isso foi entre 19 e 25 de abril de 2020, quando a pandemia estava havia pouco menos de dois meses no Brasil e 1.669 novos óbitos foram confirmados.

O número de novos casos notificados nesta semana – 71.545 – é também o menor desde a semana encerrada em 9 de maio (59.543).

As médias móveis de óbitos e de infecções estão em tendência de queda e ficaram em 332 e 10.221, respectivamente, neste sábado.

CNN Brasil


Brasil recebe lote de 4,5 milhões de doses da vacina da Pfizer

 Sábado, 16 de Outubros de 2021

Foto: UPS

A Pfizer entregou neste sábado (16.out.2021) um lote de 4.527.900 de doses da vacina contra a covid-19 ao Brasil. Os lotes chegaram em 2 voos. O 1º aterrissou por volta de 4h50 no Aeroporto Internacional de e trouxe 3.194.100 doses do imunizante. O 2º, com 1.333.800, chegou às 16h50.

É o 2º maior carregamento já feito pela empresa em um só dia, atrás apenas das 5 milhões de doses entregues em 12 de setembro.

Os lotes deste sábado fazem parte do novo cronograma da farmacêutica anunciado no início desta semana, que prevê o envio de 10 milhões de doses até domingo (17.out). Outras entregas foram feitas na 5ª feira (14.out) e na 6ª (15.out).

Eis o cronograma desta semana:

  • 5ª feira (14.out) – 912.600;
  • 6ª feira (15.out) – 3.226.860;
  • Sábado (16.out) – 3.194.100;
  • Sábado (16.out) – 1.333.800;
  • Domingo (17.out) – 1.333.800.

As remessas fazem parte do 2º contrato firmado entre a Pfizer e o governo federal. Assinado em maio, o acordo prevê a entrega de 100 milhões de doses entre outubro e dezembro. O 1º lote referente ao contrato chegou ao Brasil no dia 9 de outubro, com 1.989.000 doses.

O 1º contrato também previa 100 milhões de doses, cuja entrega foi finalizada no dia 5 de outubro, depois de atraso da última remessa por “questões logísticas”.

Poder 360


Sem emprego, o "eterno coadjuvante" Zé de Abreu vai se lançar a deputado pelo PT

 Sábado, 16 de Outubro de 2021


Ele alegou que tomou essa atitude porque “a junção de Lula e Freixo é irresistível”.

"Vou abrir mão da minha carreira, do que eu mais amo fazer, que é representar, para ajudar o Lula a reconstruir o Brasil e o Freixo a reconstruir o Rio de Janeiro" alegou. De fato, é um ator.

A derrota é certa...

Como sempre, Zé de Abreu vai sair desmoralizado.


Rumo a "venezuelização", Argentina amarga a sexta maior inflação do mundo após o “fique em casa” (veja o vídeo)

Sábado, 16 de Outubro de 2021

Na última quinta-feira (14), durante a sua live semanal, o Presidente Bolsonaro trouxe um fato preocupante sobre a economia da Argentina.

Nossos “hermanos”, em uma atitude desesperada para conter uma inflação galopante que assombra o país, optaram pelo congelamento de preços de mais de 1200 produtos.

A política do “fique em casa, a economia a gente vê depois” simplesmente arrasou a economia argentina, gerando desemprego e aumentando a pobreza.

No acumulado dos últimos doze meses, a Argentina passa de 50% de inflação e está com a sexta pior marca mundial, em uma lista em que a Venezuela é a “campeã mundial”.

Com um dos lockdowns mais severos do mundo, que claramente não evitou contaminação e mortes pelo coronavírus, a Argentina foi arrasada economicamente.

Veja o levantamento:

https://pt.tradingeconomics.com/country-list/inflation-rate

Veja o vídeo:

Fonte: Jornal da Cidade Online

Bolsonaro aponta rápida "venezuelização" da Argentina, com explosão de inflação e intervenção do Estado na economia (veja o vídeo) 16/10/2021 às 06:45

 Sábado, 16 de Outubro de 2021

Em sua tradicional live desta quinta-feira (14), o presidente Jair Bolsonaro chamou a atenção para a terrível situação econômica vivida pela Argentina, com uma inflação batendo 50% em 12 meses, fato que levou o presidente Alberto Fernández ao ato desesperado de tabelar mais de mil e duzentos produtos vendidos nos supermercados.

Bolsonaro, entretanto, alertou que a medida, além de paliativa, deve, na verdade, ampliar a escassez e elevar os preços ainda mais, em um “mercado paralelo”, similar ao que ocorreu no Brasil durante o Plano Cruzado do então presidente José Sarney, que também tentou barrar a alta de preços por meio de tabelamentoO presidente lembrou que havia avisado que isso ocorreria em todo o mundo, em função da política do “fique em casa” estabelecida à força por causa da pandemia, e ressaltou que o Brasil só não está sofrendo mais, pois insistiu que era preciso manter vários serviços e empresas abertas, e o povo trabalhando.

Ele ainda cita a alta de combustíveis e alimentos em países ricos, como a Inglaterra, cuja escassez e a elevação dos preços supera o que ocorre no Brasil.

Jair Bolsonaro entende que a Argentina caminha a passos largos para se tornar “a nova Venezuela” na América Latina, com um governo autoritário, que impôs o mais duro lockdown do mundo, desemprego e inflação nas alturas.

Algo que poderia estar acontecendo também por aqui, se a esquerda tivesse vencido as eleições em 2018!

Mais uma vez, Bolsonaro tem razão!

Veja o vídeo

Marcos Rogério resume com precisão a CPI: “Episódio lamentável da história do Brasil” (veja o vídeo)

 Sábado, 16 de Outubro de 2021

“Alguém tinha alguma dúvida de que o objetivo número 1 de Renan Calheiros era perseguir o governo Bolsonaro, seus filhos e aliados? Desde o início, esse sempre foi o foco da CPI da Covid, que concentrou os trabalhos em pré-julgamentos, e não em fatos. Não há surpresa, apenas uma triste constatação!
A CPI poderia fazer um trabalho ímpar no combate à corrupção, investigando os bilhões enviados aos estados e municípios para o enfrentamento à pandemia da Covid-19. Mas em vez disso, optou por se omitir. Foi uma decisão política do comando da CPI, que escolheu proteger os governos estaduais e municipais, enquanto direcionava todo o seu esforço em perseguir o governo do presidente Jair Bolsonaro. Um episódio lamentável que ficará marcado na história do Brasil!" 
Com estas palavras, o senador Marcos Rogério (DEM-RO) publicou um vídeo em suas redes sociais, na tarde desta sexta-feira (15), desmoralizando, mais uma vez, a CPI que funcionou no Senado Federal por quase seis meses, mas não conseguiu encontrar absolutamente nada de material para acusar o governo federal, enquanto criou um verdadeiro escudo para impedir a investigação de desvios e corrupção nas esferas estaduais e municipais.

Renan Calheiros, entretanto, com base em todas as narrativas já destacadas por Marcos Rogério, ao longo do funcionamento do colegiado, promete entregar um relatório em que aponta a prática de “onze crimes” pelo poder executivo no âmbito da pandemia. Isso mesmo, leitor, são onze os crimes que Renan diz que foram cometidos, todos com base em absolutamente nada!

De qualquer forma, ainda serão menos processos do que o próprio senador alagoano acumula em sua carreira política, só no STF!

Veja o vídeo:

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

Time de Doria cogita voto IMPRESSO nas prévias do PSDB... Dá pra confiar nessa gente?

Sábado 16 de Outubro de 2021

Recentemente, João Doria criticou com veemência parlamentares que votaram a favor do voto impresso, defendido pelo presidente Jair Bolsonaro.

Eis que agora, quando se aproximam as prévias do PSDB, em que o governador de São Paulo pretende disputar contra o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, a atitude é outra.

“O acirramento das prévias presidenciais do PSDB levou aliados de João Doria (SP) a levantar desconfiança a respeito do sistema de votação do pleito, que acontecerá de forma eletrônica, por meio de um aplicativo.
Nos bastidores, pessoas próximas ao governador passaram a dizer que o formato não é confiável e pode haver manipulação. A alternativa seria voltar à maneira antiga, com uso de cédulas.”

Fica então o questionamento: Dá pra confiar nessa gente?


Fonte: Jornal da Cidade Online

Jornalista fica mais de 40 dias preso, passa fome, perde mais de 10kg e sai "sem voz" (veja o vídeo)

 Sábado, 16 de Outubro de 2021



Macedo estava preso desde o dia 3 de setembro, por determinação do próprio Moraes, acusado de incentivar os atos de 7 de setembro, segundo o ministro, “de caráter antidemocráticos”, ainda que nada tenha se comprovado, como ficou demonstrado nas manifestações realizadas naquele dia, com a participação do presidente da República, Jair Bolsonaro.

Curiosamente, na ordem de soltura, o magistrado entendeu que “não havia justificativa para a manutenção da prisão, pois as manifestações do dia 7 de setembro já ocorreram”, o que chama a atenção, pois desde a data, se passaram mais 39 dias e o jornalista foi mantido na cadeia.

Macedo utiliza agora uma tornozeleira eletrônica, está proibido de acessar às redes sociais e de se aproximar da Praça dos Três Poderes.

Ou seja, completamente "sem voz".

Segundo a defesa do jornalista, Wellington Macedo teve muita dificuldade para se alimentar na prisão e sofreu ainda com transtornos psicológicos.

No final de setembro, após uma vistoria no Complexo Penitenciário da Papuda, o Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos havia recomendado a conversão da prisão para domiciliar.

Veja o vídeo:

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

PT mistura omissões, fatos e mentiras para tentar se desvincular de mensalão e petrolão em livro que diz não ter havido corrupção sistêmica na Petrobras

 Sábado, 16 de Outubro de 2021

Foto: Nelson Almeida – 12.ago.2021/AFP

O PT lançou um livro e uma ofensiva de comunicação que visam rechaçar a associação de casos de corrupção ao partido e ao seu principal líder, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Em consonância com as declarações da presidente do partido, Gleisi Hoffmann, segundo quem não houve corrupção sistêmica na Petrobras, o “Memorial da Verdade: Por Que Lula é Inocente e Por Que Tentaram Destruir o Maior Líder do País” tem o objetivo de ser um manual de campanha para a militância.

Em suas 70 páginas, o livro mescla fatos, como a sequência de vitórias judiciais obtidas por Lula e abusos da Operação Lava Jato, com distorções, omissões e inverdades.

Afirma, por exemplo, que decisões favoráveis a Lula se deram porque a sua defesa, coordenada pelo casal de advogados Cristiano Zanin e Valeska Martins, provou que eram falsas as denúncias feitas pela Lava Jato e que resultaram em duas condenações, nos casos do tríplex do Guarujá e do sítio de Atibaia.

Na verdade, as duas condenações e outras ações foram anuladas devido a decisões do STF (Supremo Tribunal Federal) relativas a questões processuais. A primeira, de que a Vara Federal de Curitiba não tinha competência para julgar os casos. A segunda, de que o então juiz Sergio Moro agiu de forma parcial nas ações relativas a Lula.

Com isso, o petista retomou sua elegibilidade e a condição de inocente, aplicável a todo cidadão sem condenação penal definitiva.

O livro assegura ainda não ter havido corrupção sistêmica na Petrobras nem superfaturamento em contratos —contrariando não só a investigação da Lava Jato, mas processos do TCU (Tribunal de Contas da União) e a própria estatal— e traz a falsa informação de que o ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot confessou um crime, o de ter forjado uma denúncia contra o partido.

O memorial não se restringe ao petrolão, afirmando ainda que “uma recente perícia” na Justiça de Brasília provou que não houve desvio de dinheiro público no mensalão —em 2012 o STF condenou dirigentes do partido sob o argumento de que eles lideraram esquema que desviou dinheiro público para compra de apoio político no Congresso.

Lula participou do lançamento do memorial, em agosto. “O PT está se preparando para que nas próximas campanhas, nos próximos anos, ninguém tenha coragem de achar que vai falar de corrupção e vai inibir o PT. (…) Com esse livro aqui, temos que ter a obrigação de não ter medo de discutir a questão da corrupção”, disse, na ocasião.

Lula lidera as pesquisas de intenção de voto para 2022. Ele ficou 580 dias preso devido ao caso do tríplex. Deixou a prisão em novembro de 2019, um dia após o STF ter mudado seu entendimento e decidir que um condenado só pode ser preso após o trânsito em julgado.

A tese geral defendida no livro é a de que tanto Lula quanto o PT foram vítimas de um conluio entre setores poderosos, Moro, a força-tarefa da Lava Jato e os principais órgãos de comunicação do país.

Lula e os tribunais

  • LIVRO: Lula provou sua inocência em todas as ações e inquéritos que já foram julgados e concluídos​
  • CONTEXTO: Boa parte das vitórias de Lula na Justiça decorrem não por sua defesa ter provado sua inocência no mérito, mas em decorrência das decisões do Supremo Tribunal Federal que 1) consideraram o ex-juiz federal Sergio Moro parcial e 2) a 13ª Vara Federal de Curitiba incompetente para julgar os casos

Tríplex do Guarujá

  • LIVRO: A defesa provou que Lula nunca foi dono, nunca recebeu nem foi beneficiado pelo apartamento no Guarujá. Sergio Moro o condenou por “atos indeterminados”, em uma trama em que sempre tratou Lula como inimigo a ser derrotado, não como réu a ser julgado​
  • CONTEXTO: As condenações nesse caso foram derrubadas não porque a defesa provou que as acusações, no mérito, eram improcedentes, mas porque o STF considerou que o foro de Curitiba era incompetente para jugar o caso e, depois, também considerou parcial a atuação de Moro. Os “atos indeterminados” se referem a uma das condenações do caso, por corrupção passiva, em que o Ministério Público não provou qual ato de ofício Lula teria praticado em troca da suposta propina. No entendimento de Moro e de parte do mundo jurídico, não é preciso haver essa caracterização para a configuração da corrupção passiva pois em muitos casos os atos podem ser praticados “assim que as oportunidades apareçam”

Sítio de Atibaia

  • LIVRO: A defesa provou que Lula nunca recebeu dinheiro da Odebrecht para pagar reformas no sítio, que também nunca foi dele​
  • CONTEXTO: As condenações nesse caso foram derrubadas não porque a defesa provou que as acusações, no mérito, eram improcedentes, mas porque o STF considerou que o foro de Curitiba era incompetente para jugar o caso e, depois, também considerou parcial a atuação de Moro

Quadrilhão do PT

  • LIVRO: A Justiça arquivou a denúncia por verificar que o Ministério Público Federal não apontou nenhum crime de Lula, da ex-presidente Dilma Rousseff, de seus ex-ministros ou dirigentes do PT. Responsável pela denúncia, o então procurador-geral da República, Rodrigo Janot, confessou posteriormente, em livro, que só fez a falsa acusação para atender um pedido de Deltan Dallagnol e da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba
  • ​​CONTEXTO: ​A Justiça absolveu sumariamente Lula e Dilma e os outros acusados. Segundo o juiz, a denúncia tinha a tentativa de criminalizar a atividade política. Não é verdade que em seu livro Janot tenha confessado ter forjado a denúncia do quadrilhão do PT. Ele relata ter sofrido pressão de Dallagnol e outros procuradores para mudar a ordem das denúncias e apresentar rapidamente a relativa ao PT para que não ficasse sem lastro a denúncia feita por eles de lavagem de dinheiro (e não de corrupção), que, pela lei, exige a existência de crime precedente. Janot, porém, diz que não atendeu a esse pedido e apresentou a acusação em seu devido tempo

Contestação das eleições

  • LIVRO: A oposição pediu a anulação das eleições, o que foi rejeitado pelo Tribunal Superior Eleitoral​
  • CONTEXTO: O PSDB pediu uma auditoria dos resultados da eleição de 2014 pelo TSE, não a anulação das eleições. O tribunal não encontrou nenhum indício de fraude.

Mensalão

  • LIVRO: Está provado que não houve desvio de dinheiro público no mensalão, com base em uma recente perícia oficial na Justiça de Brasília (não especifica qual é)​
  • CONTEXTO: dirigentes do PT foram condenados em 2012 pelo Supremo Tribunal Federal, a instância máxima da Justiça no país. O Supremo definiu que houve a formação de uma quadrilha que desviou dinheiro público na casa das dezenas de milhões de reais, o que, misturados a empréstimos fictícios, foi usado na compra de apoio político no Congresso.

Petrolão

  • LIVRO: Embora reconheça que ex-diretores da Petrobras receberam suborno de grandes empresas, afirma que a Lava Jato nunca provou que havia a chamada “corrupção sistêmica” nem superfaturamento nas obras da estatal. Diz que a acusação grave de que um sistema político saqueava a empresa trouxe consequências graves para a estatal e para o Brasil
  • CONTEXTO: Além de uma série de delações e outros indícios colhidos pela Lava Jato, o TCU aprovou em junho de 2020 estudo econométrico em que apurou R$ 18 bilhões, em valores atualizados para aquela época, a título de prejuízo causado à Petrobras por superfaturamento em contratos. Atualmente a área técnica do tribunal calcula ter havido R$ 12,3 bilhões em superfaturamento, excluídos processos ainda em andamento. A Petrobras lançou em seu balanço de 2014 prejuízo de R$ 6,2 bilhões a título de valores desviados. Várias empresas fizeram colaboração premiada e acordo de leniência, entre elas Andrade Gutierrez, Camargo Corrêa, Odebrecht, Samsung, SBM e Technip. O valor devolvido aos cofres da empresa devido a esses acordos já ultrapassa R$ 6 bilhões.​

FolhaPress

OPINIÃO DOS LEITORES

  1. Guto
    Seu comentário está aguardando moderação. Esta é uma pré-visualização, seu comentário ficará visível assim que for aprovado.
    PT sendo PT. Se ilude com essa quadrilha, quem quer. Eu nunca me enganei, em momento algum. O tempo todo votei contra. Vou votar de novo, sem dúvida nenhuma. Eu tenho juízo. Querem roubar de novo, no que depender de mim, vão roubar nos quintos dos inferno. Aqui, ja mais. Agora misturados com PSDB, vão levar o país pro fundo do poço, o que a Dilma fez, é só um buraquinho comparado a cêde de poder que estão agora. #Fora vagabundos.
  2. O PT roubava e a gasolina era R$3,60… Agora não rouba mais e a gasolina custa R$7,10.
    Obrigado Bolsonaro!

  3. Ferreira Gomes
    Seu comentário está aguardando moderação. Esta é uma pré-visualização, seu comentário ficará visível assim que for aprovado.
    “TODOS SÃO INOCENTES ATÉ PROVA EM CONTRÁRIO!” Não devemos esquecer disso. É o Princípio fundamental da Constituição Federal de 1988, consagrando a presunção de inocência até que se prove o contrário. Evitando-se assim a condenação prévia, como as que haviam na Idade Média e durante a Ditadura Militar. A tarefa de provar que alguém é culpado é de quem acusa. E nesse sentido Lula é sim Inocente. Pelas formas legais aceitas, nenhuma prova concreta foi de fato apresentada para sustentar as acusações baseadas em depoimentos combinados, documentos forjados e mentiras sancionadas para dar veracidade a fatos inventados para beneficiar outros interesses, que vemos hoje pilhando o país com a conivência e até apoio dos falsos moralistas de plantão, que por poder e dinheiro fazem qualquer negócio.
    1. Lula nunca foi inocente!! Quem acusou conseguiu provar amplamente nos processos judiciais. Ocorre que o criminoso foi beneficiado pois forças do judiciário não deixaram os processos de acusação chegarem ao seu final. Inventaram que dezenas de juizes que condenaram Lula foram parciais e além do mais que os processos deveriam ter sido julgados em outra sede.
      Não adianta, amigo. Foi esquema de corrupção dos grande s!!!! Talves um dos maiores do mundo.!!!!

  4. LEO
    Seu comentário está aguardando moderação. Esta é uma pré-visualização, seu comentário ficará visível assim que for aprovado.
    Essa petralhada pensa que o Povo é idiota.idiota é quem faz parte dessa seita de ladrões!!!!!
  5. 4691
    Seu comentário está aguardando moderação. Esta é uma pré-visualização, seu comentário ficará visível assim que for aprovado.
    Psicopatia frio de ânimo mata e rouba sem remorso assim é o pt !!!
  6. Victorino
    Seu comentário está aguardando moderação. Esta é uma pré-visualização, seu comentário ficará visível assim que for aprovado.
    Cadê os comentários dos PeTralhas malditos, imundos…
  7. Japiense
    Seu comentário está aguardando moderação. Esta é uma pré-visualização, seu comentário ficará visível assim que for aprovado.
    Tá, me engana que eu gosto kkkkkkkk, esse povo não se convence que o número de otários e extremamente limitado, composto majoritariamente pelos que de alguma forma roubaram com o partido.
  8. Luciano Brito
    Seu comentário está aguardando moderação. Esta é uma pré-visualização, seu comentário ficará visível assim que for aprovado.
    Cinismo, falta de vergonha , malcaratismo, isso é o PT.
  9. Os bilhões de dólares recuperados nas mãos de lider do pt, de ministro da casa civil, dos diretores e gerentes de estatais, dos empresários que contratavam com o governo como oas, Odebrecht, Camargo correia, utc e até da jbs? Eles queriam ajudar a lava jato, foi só pela parcialidade de Sérgio Moro

Ministério da Justiça vai contabilizar casos de violência, furtos e roubos não registrados na polícia

 Sábado, 16 de Outubro de 2021

Foto: Rafaela Felicciano/Metrópoles

O Ministério da Justiça, em parceria com o IBGE, começou a coletar casos de furtos e roubos que não foram comunicados à polícia. O mesmo levantamento também quer saber qual a sensação de segurança ou violência que as pessoas têm no país, inclusive a confiança nas autoridades da área, como policiais.

Esse recorte de dados chamado de Pesquisa Nacional de Vitimização foi incluído na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua) nesta semana.

O governo, assim como entidades da sociedade civil já alertavam, passa a reconhecer que nem todos os casos de violência são formalizados em boletins de ocorrência. A falta de dados mais precisos influencia na formulação de políticas públicas.

Mais de 10 milhões de brasileiros ainda não sacaram R$ 23,3 bilhões do PIS-Pasep; Veja como consultar

Sábado, 16 de Outubro de 2021

Foto: Reuters/Pilar Olivares

Liberado desde agosto de 2019, o saque das contas dos fundos do Programa de Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) está esquecido por muitos trabalhadores. Segundo a Caixa Econômica Federal, cerca de 10,5 milhões de brasileiros ainda não retiraram R$ 23,3 bilhões.

Tem direito ao saque quem trabalhou com carteira assinada na iniciativa privada entre 1971 e 4 de outubro de 1988. Os interessados devem procurar a Caixa Econômica Federal para retirar o dinheiro. O prazo para o saque vai até 1º de junho de 2025. Após essa data, o dinheiro será transferido à União.

Até maio de 2020, a Caixa administrava apenas as cotas do PIS, destinadas aos trabalhadores do setor privado. No entanto, o Banco do Brasil (BB), que gerenciava o fundo do Pasep, destinado a servidores públicos, militares e funcionários de estatais, transferiu as cotas para a Caixa, o que permitiu a unificação dos saques.

O saque pode ser pedido no aplicativo Meu FGTS, que permite a transferência para uma conta corrente. A retirada em espécie varia conforme o valor a que o beneficiário tem direito. O saldo pode ser consultado no aplicativo, no site do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) ou no internet banking da Caixa.

O saque de até R$ 3 mil poderá ser feito nas lotéricas, correspondentes Caixa Aqui e nos terminais de autoatendimento, utilizando o cartão Cidadão, com senha. Outra opção é nas agências da Caixa. Acima de R$ 3 mil, somente nas agências da Caixa, mediante a apresentação de documento oficial com foto. Para saber se tem direito às cotas do fundo, o correntista deve consultar o endereço www.caixa.gov.br/cotaspis.

Segundo a Lei 13.932, de 2019, os recursos do fundo ficarão disponíveis para todos os cotistas. Diferentemente dos saques anteriores, realizados em 2016, 2017 e 2018, não há limite de idade para a retirada do dinheiro.

A lei facilita o saque por herdeiros, que passarão a ter acesso simplificado aos recursos. Eles terão apenas de apresentar declaração de consenso entre as partes e a declaração de que não existem outros herdeiros conhecidos, além de documentos como certidão de óbito, certidão ou declaração de dependentes, inventários ou alvarás judiciais que comprovem as informações.

Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES

  1. Japiense
    Seu comentário está aguardando moderação. Esta é uma pré-visualização, seu comentário ficará visível assim que for aprovado.
    Não existe crime perfeito, porém o PT quase que chega lá, só não conseguiu por não ter conseguido aparelhar as forças armadas, apesar de ter plantado sementes, nas estatais, bancos como CEF, BB, BNDES, instituições, ministerios, etc, fazer qualquer coisa no Brasil é quase impossível, mais devagar a gente chega lá, vcs falam em dinheiro na conta da primeira dama, com a mesma igualdade dos roubos do pilantra, dinheiro de game, refinaria de passadena, confissão de Palocci, por sinal, melhorar parar, ficaria aqui escrevendo até amanhã sobre os roubos patrocinados pelos petistas, chefiados por aquele escroque.
  2. Ferreira Gomes
    Seu comentário está aguardando moderação. Esta é uma pré-visualização, seu comentário ficará visível assim que for aprovado.
    Bolsonaro se elegeu prometendo abrir caixa preta do BNDES e pode deixar o governo com um escândalo na Caixa Econômica. O pior é que encontraram nos negócios a digital de sua esposa. Qual a desculpa agora?
    1. Não tem desculpa…os bozolóides não acreditam que a família rouba e pronto.
      Não precisa explicar nada.

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055