martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

sábado, 24 de abril de 2021

Novo decreto de Camilo autoriza aulas presenciais até 9º ano, academias e barracas de praia

Sábado. 24 de Abril de 2021

O governador Camilo Santana (PT) anunciou, na noite deste sábado (24), a ampliação da autorização para aulas presenciais nas escolas até o 9º ano do ensino fundamental, além da abertura de academias e barracas de praia - com capacidade limitada.

O isolamento social rígido (lockdown) está mantido nos finais de semana, assim como o toque de recolher durante a semana das 20h às 5h. O próximo decreto começa a valer nesta segunda-feira (26).

Pelas novas regras, as escolas poderão avançar no ensino presencial até o 9º ano do ensino fundamental, com 40% da capacidade de ocupação. As barracas de praia poderão voltar a funcionar com os mesmos critérios de restaurantes e estabelecimentos de alimentação fora do lar - também com 40% da capacidade. O percentual é o mesmo de todo o comércio de rua, que segue podendo abrir das 10h às 16h, e shoppings (12h às 18h).

Já as academias de ginástica podem reabrir com 25% da capacidade, das 6h às 18 horas. A capacidade é a mesma para atividades presenciais de igrejas e templos.

Além disso, o Campeonato Cearense poderá ser retomado a partir de segunda.

O anúncio foi feito ao lado do secretário Saúde do Estado, Dr. Cabeto, em transmissão pelas redes sociais.

As novas regras valem de segunda a sexta-feira, ressaltou Camilo. Na sexta-feira (30), o governador terá nova reunião com o Comitê de Enfrentamento à Covid-19 no Ceará para analisar as próximas medidas.

DADOS EMBASAM DECISÕES

Camilo citou que o Estado está em "tendência de queda" dos números de casos de Covid-19, "mas ainda num platô muito alto". "É um momento que ainda exige muito cuidado, muita preocupação", ressaltou.

O secretário da Saúde frisou que a segunda onda da pandemia tem 40% mais casos na comparação com a primeira onda, mas "fevereiro e março têm menor letalidade". "Chegamos a ter algo em torno de 7% de letalidade e agora estamos em 2,6%", citou Cabeto.

"Temos um momento de melhora, mas é preciso ainda muita serenidade", frisou, clamando novamente pela adesão às medidas de isolamento social.

O governador frisou a importância dos cuidados para evitar a proliferação do vírus ao afirmar que, "dificilmente, uma pessoa hoje não conhece um parente, um amigo que não tenha falecido por Covid-19. É um momento doloroso, que exige muita união”.

Camilo Santana ainda lamentou a propagação de fake news em um momento como este, classificando o ato como "desumano".

“Estamos combatendo a pandemia e outra pandemia que são as mentiras e fake news. Isso é desumano e fico imaginando como fica a consciência dessas pessoas. Nesse momento, devemos estar preocupados e priorizando apoiar todas as medidas que visam salvar vidas e melhorar a condições de atendimento à população cearense. Trazer mais vacinas, ampliar número de leitos, fazer o uso da máscara, isso é o que os cientistas do mundo inteiro têm recomendado como enfrentamento a essa pandemia”, ressaltou.

ATUAL DECRETO

O decreto em vigor até este domingo (25) determina toque de recolher todos os dias, das 20h às 5h, e isolamento social rígido nos fins de semana. De segunda a sexta-feira, podem abrir comércios de rua, shoppings e restaurantes, com limitação da capacidade e do horário de funcionamento.


REGRAS EM VIGOR ATÉ ESTE DOMINGO (25):

O Ceará continua em isolamento social, com toque de recolher todos os dias das 20h às 5h;
Comércio de ruas e serviços, como restaurantes, funcionam das 10h às 16h, com 25% de capacidade de atendimento;
Shoppings, incluindo praça de alimentação, funcionam das 12h às 18h, com limitação de 25% da capacidade;
Construção civil pode iniciar as atividades a partir das 7h;
Na educação, o ensino infantil, que estava liberado até os 3 anos, foi ampliado, permitindo atividades presenciais para crianças de 4 e 5 anos, além do 1º e 2º ano do ensino fundamental, com 35% da capacidade;
Atividades físicas individuais podem ser realizadas em espaços públicos e abertos
Isolamento social rígido, o lockdown, foi mantido nos fins de semana, funcionando apenas as atividades essenciais;
Igrejas estão autorizadas a receber no máximo 10% da sua capacidade, e segue valendo recomendação para que celebrações sejam virtuais;

A flexibilização das atividades econômicas foi iniciada em 12 de abril, após um mês em isolamento rígido em todo o Estado. Na semana passada, Camilo Santana optou por manter o decreto em vigor, para que pudesse ser avaliado com mais segurança.

A única alteração foi a permissão da prática individual de atividades físicas, em espaços públicos e abertos, respeitando o horário do toque de recolher.

ISOLAMENTO SOCIAL RÍGIDO

O lockdown em todo o Ceará vigorou entre 13 de março e 12 de abril. Em Fortaleza, o isolamento rígido durou um pouco mais e foi decretada mais cedo, em 5 de março.

A medida, utilizada para barrar a contaminação da Covid-19, ocorreu em meio a altos níveis de transmissão e pressão do sistema de saúde, com filas para leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e enfermaria.

Estavam proibidos de funcionar lojas, estabelecimentos comerciais, cinemas, shoppings, feiras, restaurantes, barracas de praia, academias e qualquer tipo de evento social. Também estavam vetadas celebrações religiosas presenciais e aulas presenciais (com exceção de berçário e aulas práticas de concludentes).

(Diário do Nordeste)

Foto: Fabiane de Paula 

Super Live II – Grandes personalidades unidas pelo Brasil

 Sábado, 24 de Abril de 2021


Já não dá mais para esconder!

É clara a diferença entre aqueles que lutam por liberdade de expressão, pelo cumprimento dos direitos básicos dos cidadãos, por emprego... e aqueles que querem voltar ao poder através da miséria do povo, oferecendo um falso salvador da pátria para o caos que eles mesmos criaram.

Se você acredita na união para libertar o Brasil da velha política corrupta, aqui é seu lugar!

Neste sábado, dia 24, a partir das 18h30, faremos a segunda edição da Super Live TV JCO, reunindo grandes personalidades, apontando os problemas e as soluções para esse momento difícil que o país está vivendo. O diferencial da Super Live TV JCO é justamente essa troca de informações que a grande mídia não permite que chegue ao espectador.

Participe ao vivo, faça sua pergunta, compartilhe essa live e faça a mensagem da união pelo Brasil chegar cada vez mais longe!

Convidados confirmados:

Aline Sleutjes – Deputada federal
Bruna Torlay – Filósofa
Capitão Derrite – Deputado federal
Felipe Folgosi – Ator e produtor
Frederico Rodrigues – Analista político
Gabriela Rodart – Vereadora
Guiga Peixoto – Deputado federal
Gustavo Victorino – Jornalista
Ivan Kleber – Analista político
Joaquim Miranda – Advogado
José Carlos Sepúlveda – Analista político
Marcio Labre – Deputado federal
Paulo Henrique Araujo – Analista político (Canal PHVox)
Roberto Jefferson – Presidente nacional do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB)
Rogerio Grego – Advogado
Thiago Gagliasso – Ator e produtor cultural
Valeria Bernardo - Jornalista

Para não perder a Super Live II é simples, basta inscrever-se no canal da TV Jornal da Cidade Online e clicar em "definir lembrete" no vídeo abaixo:

Fonte: Jornal da Cidade Online

Pandemia causa efeitos sem precedentes sobre as mulheres, além de uma maior exposição à violência doméstica

 Sábado, 24 de Abril de 2021


A continuidade nos casos de contaminação e morte no país, em 2021, impôs novamente restrições ao convívio entre as pessoas e a necessidade de manutenção do distanciamento. A doença trouxe o caos para os sistemas de saúde e para o mercado de trabalho e até mesmo as tentativas de contenção da Covid-19 como forma de proteção, causaram impactos negativos sobre determinados segmentos sociais, especialmente o feminino.

Desde então, a vida das mulheres tem sofrido consequências que atingem sua saúde, segurança, renda e suas responsabilidades extras como mãe, cuidadora de parentes doentes ou idosos, além de uma maior exposição à violência doméstica. Nota Técnica realizada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) apontou queda na participação da mulher no mercado de trabalho durante a pandemia, alcançando inclusive uma das menores taxas das últimas décadas. Ainda, segundo dados recentes do Ipea, as mulheres constituem mais de 70% dos profissionais que trabalham na saúde no enfrentamento à Covid-19, o que amplia seu risco de infecções.

Em carreiras como a enfermagem, as mulheres representam mais de 80% da participação, de acordo com o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde. A enfermeira Mônica Calazans, primeira pessoa vacinada no Brasil, é viúva, cuida da mãe idosa e se desdobra para cumprir 12 horas de plantões em dois lugares diferentes. Mais da metade (53,8%) dos profissionais de saúde que faleceram, considerando todas as categorias, eram do gênero feminino.

Também as mulheres são as mais afetadas nessa crise em decorrência da suspensão das atividades escolares presenciais. O resultado desse fechamento das escolas se traduz em números que comprovam os efeitos diretos na força de trabalho feminina. Do terceiro trimestre de 2019 para o terceiro trimestre de 2020, entre as mulheres com filhos de até dez anos, a parcela que estava trabalhando caiu 7,8%, de 58,2% para 50,4%, – acima da redução de 7,5% da média geral das mulheres.

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) mostrou que 7 milhões de mulheres deixaram o mercado de trabalho na segunda quinzena de março, logo no começo da pandemia. O estudo “Mercado de Trabalho e Pandemia da Covid-19: ampliação de desigualdades já existentes?”, do Ipea, calcula que é a primeira vez nos últimos três anos que a maioria das mulheres está fora da força de trabalho.

Os efeitos da explosão de casos em todo território nacional e de uma quarentena prolongada são sentidos especialmente pelas mulheres que têm empregos subvalorizados e para as quais trabalhar em casa não é uma opção. De um modo geral, elas dependem do transporte público para se deslocarem para o trabalho, cuidam de filhos ou de outros membros da família, fazem compras no mercado, o que aumenta a probabilidade de contraírem a Covid-19.

Esse é o caso das trabalhadoras ocupadas no serviço doméstico, a terceira categoria profissional que mais emprega mulheres no país, até um pouco antes da eclosão da pandemia. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), sobre os desafios do passado no trabalho doméstico do século XXI, aponta que mais de 5,7 milhões de mulheres estavam empregadas. O período atual de medidas emergenciais de restrição e de recorde de mortes levam a um aumento da vulnerabilidade da categoria em razão do tipo de trabalho realizado e da desproteção social quanto a direitos trabalhistas, uma vez que quase 60% não possuem carteira assinada.

O desemprego tende a crescer porque os patrões temem o contágio. Denúncias de restrição de mobilidade e de cárcere privado se intensificam nos sindicatos das trabalhadoras domésticas. Em meio a conjuntura de calamidade pública, um caso chocou o país - uma criança perdeu a vida quando, sem escola, teve que acompanhar sua mãe, trabalhadora doméstica, ao emprego. A empregadora responde pelo crime de abandono de incapaz, por deixar o menino de 5 anos sozinho no elevador enquanto sua mãe, a trabalhadora, passeava com o cachorro da família e a empregadora fazia as unhas.

Para grande parte das mulheres, a expectativa em 2021 é de retrocessos e perdas. Aquelas que vivem em relacionamentos violentos ficam mais expostas ao agressor e impossibilitadas de pedir ajuda. Estudo da Rede de Observatórios da Segurança, que monitora a violência nos estados de São Paulo, Pernambuco, Bahia, Rio de Janeiro e Ceará, publicado recentemente, em março, mostra que foram registrados 1.823 casos de violência contra a mulher nesses estados. Há vítimas adolescentes, jovens, adultas e idosas.

A pesquisa constatou que houve aumento no número de agressões e feminicídios no cenário de isolamento devido à intercorrência do novo coronavírus, comparando 2020 ao ano de 2019. De acordo com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), foi registrada uma média de três vítimas por dia no primeiro semestre de 2020, quando foram assassinadas 648 mulheres, um aumento em relação ao mesmo período em 2019.

Apenas na véspera de Natal, pelo menos quatro mulheres foram mortas, entre elas a juíza Viviane Vieira do Amaral, de 45 anos, assassinada pelo ex-marido com 16 facadas, na frente das três filhas pequenas, no Rio de Janeiro. Os acusados são majoritariamente cônjuge ou ex-cônjuge inconformados com a separação.

Os desafios impostos pela pandemia às mulheres reforçam a necessidade de respostas imediatas em termos de políticas públicas e ações de auxílio como forma de protegê-las minimamente em termos de saúde, segurança e manutenção do emprego.

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

Morre Levy Fidelix aos 69 anos; político estava internado após contrair Covid-19

 Sábado, 24 de Abril de 2021 


Morre Levy Fidelix aos 69 anos; político estava internado após contrair Covid-19
Foto: Alexandre Durão / G1

O ex-candidato a presidente da República Levy Fidelix veio a óbito na noite desta sexta-feira (23) em São Paulo. Segundo a Folha, a informação foi confirmada no início da madrugada deste sábado (24) pelo partido de Fidelix, o PRTB.

 

O político estava internado desde março em um hospital particular na capital paulista em decorrência da Covid-19, mas a causa da morte ainda não foi confirmada pela família dele.

 

Além da política, Levy Fidelix também era empresário, jornalista e publicitário. Ele concorreu duas vezes à presidência da república [2010 e 2014] e mais quatro vezes para a prefeitura de São Paulo, a última no ano passado quando obteve 11.960 votos.

 

Fidelix também ficou conhecido pela defesa do aerotrem, monotrilho de transporte urbano.

Desembargador libera comercialização de bebidas alcoólicas até 22h e autoriza funcionamento de escolas

 Sábado, 24 de Abril de 2021

Desembargador Cláudio Santos, do TJRN, acaba de proferir liminar mantendo a liberação da Prefeitura do Natal à venda de bebidas alcoólicas em bares e restaurantes para consumo no local até 22h. Pedido do Governo do RN para derrubar o decreto municipal foi negado nessa parte. Veja AQUI a decisão.

“Bebidas alcoólicas são parcela importante do lucro e faturamento dessas empresas. Para os bares, restaurante e similares, por exemplo, proibir a venda seria o mesmo que paralisar uma atividade econômica livre, o que é proibido pela Constituição.”, escreveu o Desembargador em sua decisão.

Por outro lado, o desembargador derrubou a liberação da Prefeitura para que bares e restaurantes funcionem em horário regular aos domingos e feriados. Neste caso, fica valendo o decreto estadual, com funcionamento até 15h nesses dias.

A decisão também autorizou o funcionamento das escolas. Segundo a decisão, o retorno das aulas presenciais deve ser nos moldes previstos no Decreto Municipal, devendo os estabelecimentos de ensino, sempre que possível, alternar os turnos, diminuir a densidade em sala de aula e oferecer a alternativa de aulas online.

Em relação ao toque de recolher, vale o que foi estabelecido pelo Decreto Estadual: aos domingos e feriados, em horário integral; no demais dias da semana, das 22h às 05h da manhã do dia seguinte.

Assim como o “direito à vida” está na Constituição, também está lá o direito à “cidadania, trabalho e livre iniciativa”, escreveu o Desembargador na decisão.

OPINIÃO DOS LEITORES

  1. Graças a Deus uma decisão sensata 🙌🏻🙌🏻🙌🏻 Cabe aos governantes fiscalizar os estabelecimentos, que não estiver funcionando dentro do protocolo de segurança, é só multar e fechar. 👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻

  2. O desembargador chegou a um meio termo, augo que poderia ser chegado com diálogo entre as partes porém ambos estão pensando na eleição do próximo ano e não no bem comum.

  3. Com mais de 95% de ocupação de leitos críticos, o Desembargador simplesmente ajuda a voltarmos aos 100% e consequentemente ao caos. Atende ao prefeito “Alvírus” Dias….

  4. A Justiça está errada ao deferir qualquer liminar. Na decisão do STF, ele diz que estados e municípios devem ser responsáveis por suas competências. Então, o estado não deve interferir nos municípios e a justiça não deve interferir em ambos.

  5. 👏👏👏👏👏👏parabéns para o prefeito e o desenbargador!! Pensaram além da caixinha e acabaram com a “ditadura” que Fátima quer implantar no RN..

  6. Até que enfim uma decisão consciente nas duas ações.
    Na primeira, uma, não existe sem a outra.
    Quanto as escolas, passou da hora. O prejuízo é imensurável para o aluno. Quanto aos professores que apoiam o PT, eles adoram ficar sem fazer nada.

  7. Vixi, fatão tá desmoralizada, vai entregar o governo antes da eleição pro Álvaro mesmo? É uma incompetênte.

  8. Parabéns ao desembargador pela decisão. não em fluência em nada a proibição os hipermercado estão aí faturando alto com bebida alcoólicas e os pequenos pagando o preço

  9. Boa notícia. Graças a Deus e a lucidez do Desembargador Dr. Claudio Santos. O Prefeito Álvaro Dias junto com as pessoas de bem e os que precisam trabalhar estão de parabéns.

  10. Nem manda a governadora e nem manda o prefeito de Natal.

    Quem manda é o juiz claudio santos. Kkkkk

  11. Finalmente, m um pouco de bom-senso!
    E viva ao artigo 5o, inciso X da Constituição Federal: são invioláveis a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem das pessoas, assegurado o direito a indenização pelo dano material ou moral decorrente de sua violação.

  12. É um absurdo o que estamos vivendo. Nenhum governador ou “cientista” deveria ter o poder de vetar o funcionamento do comércio, muito menos de produtos específicos, como no caso da cerveja. A constituição está sendo rasgada diante dos nossos olhos. Isso é estado de sítio!! E isso não é ciência. Ciência se debate, se refuta, se evolui. A ciência jamais foi apoiadora de medidas arbitrárias e autoritárias.

  13. Certíssimo. Decisão lúcuida e justa. Deve iniciar todas as aulas presenciais, cumprindo os cuidados necessários

Polícia Federal prende em Ponta Negra sueco procurado pela Interpol acusado de tráfico de drogas e lavagem de dinheiro na Europa

 Sábado, 24 de Abril de 2021

A Polícia Federal, através da sua representação da Interpol, prendeu na tarde da última sexta-feira, 23/4, em Ponta Negra, Zona Sul de Natal, um cidadão sueco, 42 anos, em cumprimento a um mandado de prisão, para fins de extradição, expedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

O nome do estrangeiro havia sido incluído na lista de Difusão Vermelha da Interpol pela Espanha e o pedido de prisão preventiva foi apresentado pela Organização Internacional de Polícia Criminal.

O extraditando era considerado fugitivo e agora vai responder por suposto envolvimento com tráfico de drogas e lavagem de dinheiro, cujos crimes teriam sido praticados entre os anos de 2019 e 2020, na Europa. O homem se encontra custodiado na Superintendência da Polícia Federal, onde aguardará a tramitação do processo de extradição.

OPINIÃO DOS LEITORES

  1. Calma, não é bem assim, contrate o advogado do ladrao Lula, esperem o STF julgar e depois é correr para o abraço

RN tem 28 pacientes com Covid-19 à espera de UTI

 Sábado, 24 de Abril de 2021

O Rio Grande do Norte registrou na tarde deste sábado (24) 28 pacientes com Covid-19 à espera de um leito de UTI, de acordo com o portal Regula RN, que monitora em tempo real a ocupação de leitos públicos no estado.

Às 14h20, o estado tinha 26 leitos de UTI disponíveis aguardando regulação de pacientes. A maior parte dos pacientes (16) é da região Central do Oeste.

OPINIÃO DOS LEITORES

  1. Bora governadora Fátima. Cadê o Pacto Pela Vida pra providenciar esses leitos? A fila não estava zerada?

    1. Vocês se lembra qdo SENADORA, radicalizou a REFORMA DA PREVIDÊNCIA, e ao chegar GOVERNADORA fez uma pior entre os ESTADOS. O que PT diz, na prática é outra.

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055