martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2022

A guerra abre uma reflexão alarmante: o Ocidente caminha para o precipício

Segunda, 28 de Fevereiro de 2022

A invasão da Ucrânia pela Rússia entrará para a história como o evento mais transformador da ordem geopolítica global desde a Segunda Guerra Mundial.

A Rússia, antes do conflito, analisou friamente todos os cenários e suas consequências.

Calculou que as represálias seriam limitadas e tocou seu plano em frente.

O Ocidente assiste a tudo perplexo e incapaz de frear o avanço russo.

O que acontece hoje na Europa, nos EUA e na maioria dos países do Ocidente é fruto do desvio de rota de princípios, valores e costumes das últimas décadas.

O Ocidente tem grandes dificuldades impostas pelo tráfico de drogas que destrói a sociedade, fruto de baixas penalidades aos traficantes. No Oriente, traficar leva a penas severas e até à morte.

No Ocidente, discutimos linguagem neutra e ideologia de gênero em escolas. Isto não existe na Rússia de Putin ou na China do PCCh.

A fragilidade do Ocidente exposta pelo politicamente correto pode arruinar toda a sociedade.

Os EUA tem um Presidente incapaz de sequer se pronunciar em público.

A França tem um Presidente que prefere iluminar prédios públicos em apoio à Ucrânia.

Todo este cenário de capitulação do Ocidente foi previsto no livro O Suicídio do Ocidente, que traz um alarmante contexto sobre o futuro da Europa, dos Estados Unidos e do Brasil.

Como ensina este provérbio oriental:

“Homens fortes criam tempos fáceis, e tempos fáceis geram homens fracos; mas homens fracos criam tempos difíceis, e tempos difíceis geram homens fortes”.

Ou o Ocidente desperta logo, ou será tarde demais.


Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055