martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

segunda-feira, 24 de outubro de 2022

Flagrante: Janones orienta milícias digitais de Lula em disseminação de nova fake news contra Bolsonaro na Web (veja o vídeo)

Segunda, 24 de Outubro de 2022


O aloprado ensina como os militantes petistas devem utilizar a web para espalhar conteúdos e narrativas de forma coordenada, com disparos em massa.

Até os temas que serão tratados ao longo da semana, com base em distorções de fatos e notícias que já ocorreram e que podem, de alguma forma, atingir a campanha presidencial de Jair Bolsonaro são determinados por ele:

"É o assunto de hoje envolvendo o Roberto Jefferson. Cuidado, vamos usar as expressões corretas. Ele é um dos coordenadores informais da candidatura de Jair Bolsonaro. Não é oficial, ele não está lá no grupo, mas ele tem coordenado informalmente várias ações da campanha de Bolsonaro", diz, avisando que o caso a ser explorado é o de resistência à prisão, neste domingo (23), quando Jefferson entrou em confronto armado contra Policiais Federais, ao se recusar a acatar um mandato do ministro do STF, Alexandre de Moraes.

O presidente de honra do PTB, que jamais foi coordenador ou sequer participou da campanha do capitão, considerando que estava em prisão domiciliar desde janeiro, acabou preso, graças a uma ação rápida de Jair Bolsonaro, mas isso é propositalmente omitido pelo deputado mineiro durante as orientações.

Janones sabe disso, mas tem claro em sua mente a fake news que pretende disseminar por meio das milícias digitais que coordena.

Ele ainda pede que tomem cuidado ao citar o STF e deixa claro que ao mesmo tempo em que devem relacionar Jefferson a Bolsonaro de qualquer jeito, é preciso dizer que o presidente de honra do PTB tentou ‘matar’ Policiais Federais.

Se a narrativa 'pega', Bolsonaro recebe o carimbo de cúmplice, e o deputado a serviço do PT sabe disso.

O transtorno causado levaria a campanha a perder horas, ou até mesmo dias, para rebater a mentira e apresentar os fatos reais, na tentativa de amenizar os danos à imagem do chefe do executivo nacional.

O conteúdo do bate papo, divulgado sem qualquer pudor pelo parlamentar mineiro e pelos petistas, comprova que há descumprimento de várias determinações da Justiça Eleitoral.

Afinal ainda antes de assumir a presidência do TSE, foi este mesmo Alexandre de Moraes  - o mentor e condutor dos inquéritos criados justamente para combater as milícias digitais e que levaram à prisão de Jefferson, em agosto do ano passado -  quem avisou que disparos em massa e fake news não seriam tolerados neste período de campanha.

A punição aos que descumprissem seria a prisão e até a cassação de candidaturas.

A prova está aqui… que se tome as providências prometidas!

Assista:

  • Fonte: Jornal da cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9 9151-0643

Contato : (84) 9 9151-0643