martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

quinta-feira, 27 de outubro de 2022

Terceira onda de migrantes vindos da Venezuela chega ao Brasil ainda mais miserável que as anteriores

Quinta, 27 de Outubro de 2022



O drama dos venezuelanos, no entanto, aqui, não é desconhecido; já que - há anos - eles estão em todos os estados brasileiros. Muitos atraídos pelos benefícios sociais concedidos pelo Governo do presidente Jair Bolsonaro (PL) e pelo Sistema Único de Saúde (SUS), cujas consultas são gratuitas.

Os venezuelanos fogem do regime socialista implantado no país, ainda na Era Hugo Chávez, que iniciou em 1999 e não parou mais. Nicolás Maduro assumiu o posto do "padrinho" morto em abril de 2013 e levou a linda Venezuela à ruína: moeda desvalorizada, população passando fome, mais de 94% dos habitantes miseráveis e, para fechar a conta do governo, alugou as propriedades rurais para nações estrangeiras.

Os venezuelanos ficaram sem saída. Eles atravessam a selva e rumam para os países vizinhos: Brasil, Colômbia, Peru e Bolívia. Marcham por terra  mesmo, sem nada ou quase nada. Não há mesmo o que trazer da região de origem totalmente devastada. Ficam felizes ao descobrir a nova conjuntura nacional e, aqui, sonham em construir casa e restaurar a diginidade perdida. 

Hoje, o Brasil tem, pelas contas do governo, mais de 365 mil venezuelanos. Os novos migrantes não têm mais o mesmo perfil dos anteriores; já que os primeiros a se deslocarem foram os profissionais. Agora, os fugitivos do regime de Maduro são os que têm menos recursos e até os povos indígenas do que eles chamam de "Profunda Venezuela".

Em solo brasileiro, os venezuelanos sentem aliviar a dor por deixar pra trás familiares e amigos. É que as ações do Governo Bolsonaro - com o trabalho da Casa Civil e da Operação Acolhida - providenciam os documentos para que eles não estejam ilegais e tenham condições de arrumar emprego no país. Embora em condições desiguais com os brasileiros e até pela dificuldade da língua, ainda assim, os venezuelanos veem o país como um dos melhores da América Latina e não querem voltar.

Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9 9151-0643

Contato : (84) 9 9151-0643